quinta-feira, 6 de maio de 2021

AGORA É QUE NÃO VAI



Vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o CNPq é a principal agência de fomento à pesquisa do País. Ao lado da Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Ensino Superior (Capes), órgão responsável pela fiscalização e avaliação do sistema de pós-graduação, o CNPq também é um dos pilares do sistema nacional de ciência, tecnologia e inovação.

Desde o início do governo Bolsonaro os dois órgãos vêm passando por graves dificuldades financeiras.

Agora, o CNPq anunciou que, por causa de cortes orçamentários impostos pelo governo, teve de fazer um corte drástico na concessão de bolsas de doutorado e pós-doutorado aprovadas com base em pareceres técnicos emitidos por seus comitês de assessoramento.

Das 3.080 propostas aprovadas nas diferentes áreas do conhecimento, e cujos beneficiários já haviam sido informados em 15 de março, o CNPq só poderá financiar 396 – cerca de 13% do total. O critério de escolha privilegiou as propostas que receberam as maiores notas. As outras 2.684 propostas, que envolvem dez categorias de bolsas no Brasil e no exterior, não serão implementadas.

Com valor de R$ 2,2 mil mensais por um período de quatro anos, tempo que leva a formação de um doutor, e de R$ 4,1 mil mensais por um período de dois anos no caso de pós-doutorado, as bolsas do CNPq são fundamentais para produção de ciência de ponta e ciência aplicada no Brasil. Os doutores em formação são oriundos, em sua grande maioria, das melhores universidades públicas do País.

Outro lado do problema é a ausência de recursos para financiar pesquisas em andamento sob responsabilidade de cientistas que foram formados com apoio financeiro de agências públicas de fomento, como o CNPq. Sem condições de trabalho, é cada vez maior o número de jovens cientistas que estão deixando o País.

Opinião do Estado

Viver é Perigoso

DE TODO O JEITO É TRISTE


Todo mundo sabe que o ex-ministro Pazuello anda nervoso com a sua convocação para depor na CPI do covid-19. Aliás, só nervoso é uma maneira otimista de dizer.

Amigos, vêm aconselhando Pazuello a comparecer com sua farda de general, atrelando sua imagem à do Exército para, assim, desencorajar os parlamentares que teriam questionamentos mais duros.

Informações dão conta que o comando do Exército já sinalizou preferir que o general se apresente à comissão em trajes civis, de modo a não associar o evento à Força.

Viver é Perigoso

LÁ VAMOS NÓS

 

Não dá mais. Vamos cair na estrada.

Viver é Perigoso

DESENGANADO



Doutor, Começou com um amor pelo FHC. Evoluiu para uma descoberta com Temer. Comecei a me preocupar quando percebi virtudes em Dilma. Mas só te procurei quando bateu saudade do Lula. É grave?

Anônimo do Blog

Viver é Perigoso

quarta-feira, 5 de maio de 2021

CANTINHO DA SALA

 

Antonio Bandeira
      Viver é Perigoso                                                              

ÊPA !

 


Viver é Perigoso

O PRESIDENTE E O CARRO DO GANGSTER


No auge da 2ª Guerra Mundial, em 1941, o Serviço Secreto Americano resolveu providenciar para o Presidente Franklin Roosevelt um carro blindado. No entanto, no esforço para a guerra, o governo não tinha recursos suficientes para comprar um carro para a presidência, muito menos um blindado.

Diante desse problema, Mike Reilly, um agente encarregado de proteger o presidente, ficou sabendo que o Departamento do Tesouro tinha confiscado do gangster Al Capone, recentemente preso em Chicago por porte ilegal de arma e evasão fiscal, um carro-forte veloz e “blindado”, e decidiu pedi-lo emprestado.

O carro, um Cadillac 341 V8, modelo 1928, com pintura verde e preta, foi um dos primeiros veículos blindados no mundo e destacava-se por seu forte motor V8, com aproximados 90 cv. de potência. Estava equipado com placas de proteção por trás das portas, uma verdadeira armadura sob a carroceria. Os vidros das janelas do para-brisa e o traseiro tinham mais de uma polegada de espessura e eram à prova de balas. Acredita-se também, que foi o primeiro carro civil com um receptor de rádio integrado às transmissões da polícia e uma sirene.

O “bólido” de Al Capone foi utilizado até 1942, quando a Ford Motor Company preparou especialmente para a presidência um Lincoln 1939, chamado de “Sunshine Especial”, tornando-se o primeiro carro blindado de um chefe de estado norte-americano, ocasião que o governo, para contornar a limitação de gastos, alugou o carro da montadora por 500 dólares por ano.

Sabe-se que o Cadillac foi totalmente restaurado na década de 1950, quando a maior parte da blindagem foi retirada – os vidros à prova de bala foram mantidos. Posteriormente, o blindado de Al Capone pertenceu ao Museu do Automóvel da Grã-Bretanha, Canadá e Smoky Mountain, no Tennessee.

Em 2006, o colecionador John O’Quinn comprou o veículo e, após a sua morte em 2009, o automóvel tornou-se propriedade do estado e foi leilão em 2012, quando foi arrematado por US$ 341.000.

Viver é Perigoso

É A VÓ ! ! !


"Canalha é aquele que é contra o tratamento precoce e não apresenta alternativa, esse é um canalha”.

Boçalnaro

Viver é Perigoso

CHEGOU SUA VEZ !


 Viver é Perigoso

REJEITADO "NAS GATAS "


Como diziam na Boa Vista, é claro, quando o resultado era apertado: "foi nas gatas "

A CCJ da Câmara rejeitou por um voto de diferença uma proposta que amplia as possibilidades para impeachment de ministros do STF. Foram 33 votos contrários e 32 favoráveis.

O projeto, encampado por bolsonaristas, inclui entre os crimes de responsabilidade de ministros "usurpar competência do Congresso Nacional".

Em tempo, o deputado federal predominante em Itajubá, Bilac Pinto, foi um os 32 favoráveis.

Viver é Perigoso

ENQUANTO ISSO ...


 Viver é Perigoso

terça-feira, 4 de maio de 2021

CARGO EXCLUSIVO DE MOTORISTA EM EXTINÇÃO


Diariamente dá no Diário Oficial

Art. 1º - Fica autorizado o servidor abaixo, a conduzir os veículos pertencentes à Secretaria...

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Itajubá, sempre de 2021,

Secretário Municipal de Administração

Viver é Perigoso

MINISTRO SUJEITO A CHUVAS E TROVOADAS


27/4/2021 - "O chinês inventou o vírus, e a vacina dele é menos efetiva do que a americana. 

4/5/2021 - “O vírus veio da China por ser comum naquela região, como existem as doenças tropicais. Eu tomei a vacina chinesa. Sou grato aos chineses.

7/4/2021 - A reforma tributária proposta por Paulo Guedes quer trocar PIS e Cofins por uma Contribuição sobre Bens e Serviços. Com a mudança, o governo busca eliminar também as isenções que valiam para os impostos antigos, incluindo a dos livros. Se a reforma for aprovada, a alíquota que índice sobre o livro vai de zero a 12%, o que ameaça inviabilizar pequenas editoras e manter o mercado nas mãos das poucas que conseguirem repassar o aumento de custo para o preço de capa. Documento da Receita Federal afirmou que pessoas mais pobres não consomem livros não didáticos. 

4/5/2021 - “Eu jamais tive um projeto de taxar livros”, afirmou Guedes, em debate com deputados nesta terça. “São aquelas coisas que saem do controle. Inventam uma mentira e ficam repetindo até funcionar”. Guedes atribuiu as informações sobre a proposta a uma assessora, Vanessa Canado, que auxiliou o ministro na elaboração do projeto do novo tributo.

Viver é Perigoso

ALWAYS ON MY MIND


" Always on My Mind ", foi composta em 1971 por Wayne Carson, Johnny Christopher e Mark James. Um sucesso. Gravada em 1972 por Brenda Lee e também por Elvis Presley e em 1987, pelo Willie Nelson.
Em 1970 já tinha sido gravada, sem impacto, por B.J Thomas. 
Retornou ao topo sendo gravada mais adiante pelo Pet Shop Boys.

Talvez eu não tenha lhe tratado
Tão bem quanto deveria
Talvez eu não tenha te amado
Tanto quanto eu poderia

Pequenas coisas que eu deveria ter dito e feito
Eu simplesmente nunca encontrei tempo
Você esteve sempre na minha mente
Você esteve sempre na minha mente

Talvez eu não tenha te abraçado
Em todos aqueles solitários, solitários momentos
E eu acho que nunca te disse
"Sou tão feliz por você ser minha! "

Se eu te fiz sentir-se em segundo lugar
Garota, eu sinto muito, eu estava cego
Você esteve sempre na minha mente
Você esteve sempre na minha mente

Diga-me
Diga-me que seu doce amor não morreu
Dê-me
Dê-me mais uma chance para deixá-la satisfeita
Satisfeita

Pequenas coisas que eu deveria ter dito e feito
Eu simplesmente nunca encontrei tempo
Você esteve sempre na minha mente
Você esteve sempre na minha mente

Você esteve sempre na minha mente
Você esteve sempre na minha mente

Viver é Perigoso

A CAMINHO DO IMPEACHMENT

Brasília, 28 de março de 2020

Excelentíssimo Senhor Presidente da República,

No dia 03 de janeiro de 2020, este Ministério, por intermédio de sua Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), detectou rumores a respeito de casos de “pneumonia atípica”, oriunda da China, que estaria infectando diversas pessoas e produzindo significativo número de óbitos. Assim, com base no Regulamento Sanitário Internacional (RSI), antecipou-se a revisão de protocolos relativos ao Preparo, Vigilância e Resposta à Influenza no Brasil.

No dia 22 de janeiro de 2020, em observância a sua missão institucional de implementar medidas de saúde pública para a proteção da saúde da população, para a prevenção e controle de riscos, agravos e doenças, o Ministério da Saúde ativou o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para o novo Coronavírus (COE-nCoV). 

Em 30 de janeiro de 2020, após reunião com especialistas, a OMS declarou Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) em razão da disseminação do Covid-19.  No Brasil, nove casos estavam sendo investigados.

Em 3 de fevereiro de 2020, o Ministério da Saúde declarou Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da infecção humana pelo Covid-19, por meio da Portaria MS n° 188, e conforme Decreto n° 7.616, de 17 de novembro de 2011.

Em 06 de fevereiro foi aprovada a Lei n° 13.979, de 2020, que dispõe sobre as medidas de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Todas as normas foram editadas antecipadamente ao primeiro caso confirmado do Covid-19 no Brasil (26/02/2020) e em consonância com o disposto sobre preparo para emergências no âmbito do Regulamento Sanitário Internacional.

Para garantir a transparência na comunicação sobre as ações de vigilância e controle do Covid-19 e no sentido de esclarecer à população sob medidas de orientação e prevenção, o Ministério da Saúde realizou um total de 49 coletivas de imprensa nos últimos 65 dias (a primeira em 23 de janeiro), 109 releases, 1.550 atendimentos a demandas de imprensa, 50 vídeos produzidos e publicados pela TV Saúde, 8 vídeos-cartões para uso nas redes sociais, 21 matérias de rádio produzidas pela Web Rádio Saúde, dentre outros, o que fortaleceu a confiança da população brasileira nas medidas que vem sendo tomadas pelo Ministério da Saúde, além dos dados e projeções epidemiológicas realizadas por especialistas, bem como do estudo diário sobre a resposta de outros países à pandemia.

No Brasil, em 26 de março o total de casos confirmados no Brasil era de 3.498. 

Cabe dizer ainda que o Ministério da Saúde participou de sessões informativas da OMS, de reuniões virtuais coordenadas pela Organização Panamericana da Saúde (OPAS), além de encontros virtuais com representantes de saúde do MERCOSUL, PROSUL e G20, onde pôde verificar o prognóstico do colapso dos sistemas de saúde nos próximos meses. O que denota a necessidade de que o Brasil tome medidas que evitem o aumento exacerbado do número de casos com necessidades de atenção e cuidado de média e alta complexidade nas redes de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Situação já observada nos sistemas de países como Itália, Espanha, Reino Unido, Estados Unidos, dentre outros, apesar das diferenças dos respectivos setores de saúde.

​​Diante desse cenário, eu, como Ministro da Saúde e na minha missão como gestor do Sistema Único de Saúde busquei promover a integração entre os Poderes da República para o fortalecimento da resposta à epidemia nacional. No dia 16 de março, em reunião com com os membros do Tribunal de Contas da União apresentei a todos os Ministros da Corte de Contas e ao Ministro da Controladoria Geral da União o cenário nacional da emergência em saúde, ressaltando a necessidade do estabelecimento de novos paradigmas para funcionamento da Administração Pública.

Ato contínuo, naquele mesmo dia, em reunião no Supremo Tribunal Federal, com a presença dos membros da Suprema Corte, dos Presidentes dos Tribunais Superiores, do Presidente da Câmara dos Deputados, do Presidente do Senado Federal, do Presidente do Tribunal de Contas da União, do Procurador-Geral da República, do Ministro da Advocacia-Geral da União, apresentei o cenário técnico do setor saúde (riscos e agravos sobre a infecção pelo Covid-19), além de medidas de saúde pública necessárias à prevenção e controle da resposta à epidemia, para as quais se faz premente o esforço conjunto dos órgãos superiores da República.

Cabe ressaltar que no mesmo dia 16 de março, sem a participação desta Pasta, foi editado o Decreto n. 10.277, de 2020, que instituiu o Comitê de Crise para supervisão e monitoramento dos impactos da Covid-19, e mais ações de outros setores foram integradas às medidas sanitárias que vinham sendo tomadas pelo Ministério da Saúde desde fevereiro.

Assim, em que pese todo esforço empreendido por esta Pasta para proteção da saúde da população e, via de consequência, preservação de vidas no contexto da resposta à epidemia da Covid-19, as orientações e recomendações não receberam apoio deste Governo Federal, embora tenham sido embasadas por especialistas e autoridades em saúde, nacionais e internacionais, quais sejam, o isolamento social e a necessidade de reconhecimento da transmissão comunitária.

Acrescente-se ainda o alerta já feito por esta Pasta a respeito de outras viroses que terão seu ciclo epidêmico agravado em concomitância coma epidemias do Covid-19. Além do aumento da mortalidade por doenças diversas, como vem ocorrendo em outros países, devido à sobrecarga dos sistemas de saúde.

Imperioso, sobretudo, zelar pelos médicos, enfermeiros e todos os profissionais de saúde, por serem a principal linha de frente do trabalho em saúde no país, constituindo o grupo de maior risco, uma vez que são os mais expostos.

Nesse sentido, tendo em conta que a atuação do Ministério da Saúde no preparo, vigilância e resposta a pandemia pelo Covid-19, em consonância com o Regulamento Sanitário Internacional (Decreto n. 10.212, de 30 de janeiro de 2020), fundamenta-se nos fatos apurados, nas evidências científicas e na observância dos princípios e regras que alicerçam os direitos e garantias fundamentais de todo cidadão brasileiro, recomendamos, expressamente, que a Presidência da República reveja o posicionamento adotado, acompanhando as recomendações do Ministério da Saúde, uma vez que a adoção de medidas em sentido contrário poderá gerar colapso do sistema de saúde e gravíssimas consequências à saúde da população.

Brasília, 28 de março de 2020.

LUIZ HENRIQUE MANDETTA - Ministro de Estado da Saúde

Viver é Perigoso

MUITO EM COMUM



" A TV Globo e Folha de S.Paulo não foram escolhidos à toa. A primeira lidera com folga a audiência da tevê aberta do Brasil. É de longe a forma mais eficaz de fazer mensagens chegarem às classes de menor renda em todas as regiões do país. A segunda é proprietária do portal UOL, o maior da internet brasileira. Conseguir manchetes na primeira tela, aquela que primeiro aparece quando se acessa o endereço, é meio caminho andado para ter informação circulando pelas redes sociais.
Curiosamente, a política de relacionamento do Palácio do Planalto declarou essas duas exatamente essas duas empresas como inimigas juramentadas.
Nisso, o bolsonarismo se iguala simetricamente ao petismo, que na época em que governava também detestava ambas. "

ZéBeto - Livro "Guerra à Saúde " - Ugo Braga

Viver é Perigoso

OS CLÁSSICOS ESTÃO MORRENDO ?


Questionada a decisão da Universidade Howard, talvez a mais importante instituição de ensino negra do país, de fechar seu departamento de estudos clássicos.

Howard, é uma instituição privada de ensino superior dos Estados Unidos localizada em Washington e historicamente destinada para a educação dos negros daquele país. Foi fundada em 2 de março de 1867.

Os clássicos estão morrendo? Diretores de Howard responderam, no New York Times:

"Ao contrário de universidades brancas de elite, a instituição não tem dinheiro para tudo e teve de estabelecer prioridades. Afirmam que os alunos de Howard não ficarão sem ler Platão, Aristóteles e outros clássicos, apenas que não haverá mais um departamento exclusivo dedicado a esses pensadores."

Hélio Schwartsman


Viver é Perigoso

MILAGRE DA CPI


 Viver é Perigoso

segunda-feira, 3 de maio de 2021

CANTINHO DA SALA

 



Joan Miro - La Luge des Amants - 1981


Viver é Perigoso

VISÃO DO FIM DO MUNDO



Conversa ouvida em um grupo, ontem na Boa Vista, é claro :

- Camarada qual a sua imagem do fim do mundo :

- Terrível. Imagino um choque de um cometa gigante com a Terra.

- Eu já penso que poderia acontecer com o derretimento das calotas polares.

- E você que está calado, pensou sobre isso ?

- Já e me estresso toda vez que passa pela minha cabeça. Perco até o sono com a possibilidade de uma chapa única na eleição presidencial de 2022, com uma dobradinha Lula e Bolsonaro, ou vice-versa.

Viver é Perigoso

QUE SITUAÇÃO !



Outro dia foi cassado por corrupção o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. A sentença foi proferida por um Tribunal Misto por 10 X 0 votos.

O Sr. Witzel foi eleito em 2018.

Triste situação do Rio de Janeiro: escolhem um candidato, que em plena pandemia foi afastado por corrupção, julgado e afastado definitivamente do cargo e o fato mereceu pouco destaque da mídia, como um fato quase normal naquele belo Estado.

Acontecimento corriqueiro por aquelas bandas.

Em tempo, o Sr. Witzel nasceu em Jundiaí. Está com 53 anos. Foi da Marinha, formou-se advogado, com mestrado  e doutorado. Atuou como Juiz Federal.

Triste.

Viver é Perigoso

ACOMPANHEM A NEGOCIAÇÃO

 


Bolsonaro e família estão negociando a ida para o PRTB - Partido Renovador Trabalhista Brasileiro. O partido comandado pelo falecido eterno candidato Levy Fidélix.

Lembrando que o conservador PRTB (Deus, Pátria e Família) foi legalizado em fevereiro de 1997 e sempre aparece por ocasião das eleições. O Vice-Presidente, General Mourão, é filiado, bem como 13 deputados estaduais, 6 prefeitos e 220 vereadores espalhados por esse Brasil afora.

Não é correto afirmar, mas o partido em questão (como quase todos os outros) tem dono. Hoje na presidência do PRTB está a Dona Aldineia Fidélix, viúva do Sr. Levy. Na administração estão os filhos Levy, Karina e Lívia, bem como o genro Rodrigo Tavares.

Tudo indica que irão se acertar. A família Bolsonaro deverá ficar com o controle total.

É a vida...

Viver é Perigoso

REI DO OVO



Leandro Pinto é de Itanhandu. Também chamado do "Rei do Ovo", fundados e dono do Grupo Mantiqueira. Com unidades de produção em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso. A empresa emprega 2.300 funcionários e possui mais de 11 milhões de galinhas poedeiras.

Segundo o "Estadão", no ano de 2020, cada brasileiro comeu 251 ovos. São "botados" no Brasil 1.500 ovos por segundo. No ano, as galinhas entregaram 53 bilhões de ovos.

O empresário de Itanhandu está montando uma nova granja em Lorena, com investimento previsto de R$ 100 milhões. Novidade: as galinhas não ficam mais presas em gaiolas. São criadas livres e com menos stress produzem mais.

Viver é Perigoso

MEDO PRECOCE

 

Viver é Perigoso

domingo, 2 de maio de 2021

VANGUARDA DO ATRASO


Sarney segue sendo considerado em Brasília um exímio articulador político.

Com o governo pressionado pela CPI da Pandemia, o presidente Jair Bolsonaro decidiu ouvir os apelos de aliados e procurar o ex-presidente José Sarney. O encontro com o cacique do MDB ocorreu na quarta-feira (28). Foi uma tentativa do presidente de quebrar o gelo e abrir um canal de interlocução com o partido.

Já o Lula, desembarcará em Brasília amanhã com agenda cheia. Também consta reunião com o José Sarney, presidente de honra do MDB.

Interesses e metas em parecidas.

Viver é Perigoso

DÁ VONTADE DE CHORAR



" E os professores? Cargas horárias triplicadas, aulas remotas excessivas, tecnologias desconhecidas, redução salarial permitida por leis excepcionais, sobrecarga de tarefas e, por fim, o desprezo oficial do líder do governo chamando-os de vagabundos. "

Cláudio Henrique de Castro

Viver é Perigoso

ESCLARECEDOR



Ouvido ontem na Boa Vista, é claro:

- Eu autorizo ?

- O que ?

- O presidente a sair correndo.

Viver é Perigoso

sábado, 1 de maio de 2021

CANTINHO DA SALA

                                              Margit Koretzová - 11 anos - Theresienstadt

Theresienstadt, foi um campo de concentração localizado na cidade de Terezin, hoje, na República Tcheca.

Em 10/06/40 a Gestapo tomou o controle de Theresienstadt e o transformou em campo de concentração, usado também como campo temporário de judeus europeus a caminho de Auschwitz.

Muitos judeus cultos foram aprisionados em Theresienstadt, e o campo foi noticiado pelos nazistas como um lugar de rica vida cultural – isso era apenas uma maquiagem para esconder o horror do lugar. Pelo menos quatro orquestras foram obrigadas a tocar no campo, assim como grupos e bandas de jazz. Muitas performances de palco foram produzidas por prisioneiros obrigados a agir assim para que uma face bonita do holocausto pudesse ser apresentada ao mundo. 

Alguns artistas proeminentes da Tchecoslováquia, Áustria, e Alemanha foram presos lá. Havia artistas, escritores, cientistas e juristas, diplomatas, músicos e professores. A maioria foi morta.

A comunidade em Theresienstadt tentou se assegurar de todas as crianças pudessem continuar sendo educadas. Apesar de os nazistas obrigarem todas as crianças prisioneiras acima de uma certa idade a trabalhar, ajudar nas artes era considerado emprego, e a educação das crianças continuou apesar do trabalho ou da atividade cultural. Ela atingiu cerca de 15 mil crianças, das quais menos que 100 sobreviveram ao fim da guerra.

O artista e professor de artes Friedl Dicker-Brandeis criou aulas de pintura para as crianças no gueto. Essa atividade resultou na produção de cerca de quatro mil pinturas infantis, que Dicker-Brandeis escondeu em duas malas antes de ser mandado para Auschwitz. 

Essa coleção foi poupada da destruição pelos nazistas e não foi descoberta durante uma década. A maioria destes desenhos pode ser vista no Museu Judeu em Praga. As crianças do campo também escreveram contos e poemas.

Cerca de 1.600 crianças judias foram mandadas de Theresienstadt para Auschwitz; nenhuma delas sobreviveu. Das 15 mil crianças que havia anteriormente, apenas 93 estavam vivas quando o campo foi libertado.

Viver é Perigoso


CLARIN DA BOA VISTA - EDITORIAL


Para os que estão chegando agora e se ajoelham e louvam e pedem bis ao golpe de 1964: Atentem, pois o golpe foi feito contra o governo instalado em Brasília. Aconteceu com total apoio dos jornais, revistas, rádios e tv, da igreja, dos governadores de Minas, São Paulo e Rio de Janeiro e de parte das forças armadas.

Hoje, talvez sem conhecer a história, o pessoal que apoia o governo, compartilhando mensagens de ódio contra aqueles que se atrevem a fazer críticas óbvias, pedem a volta de 1964, que em acontecendo hoje, de de forma similar ao acontecido em 1964, seria contra o governo instalado.

O governo João Goulart em 1964, estava perdido, sem disciplina, sem rumo e com apoio limitadíssimo.

Erro crasso analisar acontecimentos internos sem levar em conta o cenário mundial. Em 1964, a URSS e a China, não tinham o poder econômico de hoje e tentavam exportar a ideologia comunista. Isso acabou. Hoje prevalece o capitalismo puro e poder do conhecimento.

Os comunistas de 1964 eram jovens estudantes idealistas na faixa de 18 a 25 anos. Sonhavam com igualdades e direitos utópicos. Foram liquidados.

Um golpe ou algo assim, longinquamente acontecendo, não seria coordenado pela chamada esquerda, mas sim pela extrema direita com o objetivo único de se perpetuar no poder.

Não acontecerá.

O único caminho sério e responsável é caminhar com a Constituição, que muitos, lamentavelmente, só conhecem de nome.

Viver é Perigoso

DIA DO TRABALHO

 

Viver é Perigoso

sexta-feira, 30 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

 

 Alexander Calder - Espiral/1970

Viver é Perigoso

AQUI JAZZ !


Viver é Perigoso

 

Ô LOCO MEU !



EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 041/2021

OBJETO:

REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE BLOCOS DE AUTOS DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO – AIT’S PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL - SEMDS.

A abertura das propostas será realizada na sede do Município de Itajubá, à Av. Dr. Jerson Dias, nº 500 - Estiva - Itajubá/MG, no dia 12/05/2021 às 14h00min.

Blog: Precisa ver se os blocos não irão ficar mais caro do que o valor arrecadado pelas multas.

Viver é Perigoso

RECOMEÇA MINAS !

                                                            Nascer do sol em Cristina

O Recomeça Minas, plano de recuperação econômica para os setores mais afetados pela pandemia no Estado, foi aprovado em definitivo pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais,  no final da manhã desta sexta-feira (30).

Além de benefícios tributários e facilitação a crédito para diversos segmentos, o plano prevê o pagamento, por quatro meses, de um auxílio emergencial no valor de R$ 600, chamado Força Família, para famílias em extrema pobreza. O valor inicialmente previsto para o benefício era de R$ 500 mensais, mas foi acrescido de R$ 100 durante a votação.

Os recursos para a execução do Recomeça Minas virão de renegociações de débitos de pessoas físicas e jurídicas com o Estado. Serão concedidos diversos benefícios para quem renegociar e pagar suas dívidas.

Os 77 deputados da ALMG são autores do projeto e estimam o recebimento de R$ 2 bilhões em recursos com essas renegociações no primeiro ano do Recomeça Minas. Desses, R$ 500 milhões serão encaminhados ao pagamento do benefício às famílias carentes.

O Tempo

Viver é Perigoso

AGORA VAI !

 


Tudo bem, mas poderia estar na foto, alguma conhecida, alguém da família distante, ou mesmo uma amiga do facebook. E aí ?

Viver é Perigoso

APARENTEMENTE SEM SAÍDA

 

Viver é Perigoso

KIBUTZ EM VARGINHA


Em 1972, o professor Dionésio Thadeu Mariosa, à época  diretor da Escola Estadual Polivalente Wladimir de Rezende Pinto, procurou o prefeito de Varginha, Sr. João Eugênio do Prado, solicitando a doação de um terreno (121.000 m2) para a implantação de um kibutz na cidade. Na oportunidade o professor esclareceu que, o terreno deveria ser da pior qualidade possível, porque iria transformá-lo em terras férteis.

A ideia do kibutz varginhense foi inspirada no kibutz israelense: uma pequena comunidade -  economicamente autônoma com base em trabalho agrícola ou agroindustrial, caracterizada por uma organização igualitária e democrática, obtida pela propriedade coletiva dos meios de produção e da administração conduzida por todos os seus integrantes em assembleias gerais regulares.

O caso aparentemente prosaico da criação do kibutz varginhense ganhou repercussão nacional nas páginas dos jornais O Globo e Estado de Minas .

Evidentemente, as características da organização igualitária do kibutz com base na propriedade coletiva dos meios de produção e a administração realizada por meio de deliberações tomadas em assembleias de seus integrantes, entravam em choque com o ideário político-ideológico do governo militar. Nesse contexto os defensores do kibutz eram considerados suspeitos de subversão. 

O prefeito foi alertado pelo Dr. Estrabão Pereira, Delegado de Polícia, o qual pediu o máximo de cautela, pois, poderia haver qualquer intensão  subversiva na implantação do Kibutz. 

Fim do primeiro Kibutz do Brasil.

Viver é Perigoso 

REUNIÃO COM EMPRESÁRIAS - GISELE PARA PRESIDENTE

 


Viver é Perigoso

AGORA AGUENTA !



A associação Médicos pela Vida está sendo processada pelo MPF por publicar manifesto defendendo o “tratamento precoce” contra a Covid. Os procuradores pedem R$ 10 milhões de indenização por dano moral coletivo, quando entende-se que uma parcela da sociedade é afetada por determinado ato. Caso a entidade seja condenada, o valor a ser pago será usado em projetos sociais e de saúde a serem definidos pelo Judiciário. A ação foi apresentada depois de propaganda paga pela associação e veiculada pelo jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, em 23 de fevereiro deste ano.

Conforme comentado, a "profissão da hora" pós pandemia, certamente será a de advogado. Não darão conta do serviço. O que vai aparecer de gente se sentindo prejudicado de uma forma ou outra, por medidas tomadas e principalmente, por não tomadas, vai ser uma grandeza.

Dentro em breve estarão oferecendo cursos online sobre o tema "ações pós - pandemia" com relações de jurisprudências firmadas, etc. 

Aguardem.

Viver é Perigoso


quinta-feira, 29 de abril de 2021

PROVIDÊNCIA



Diálogo ouvido hoje na Boa Vista, é claro:

- O que eu faço com essas ondas roxa, vermelha e amarela ?

Resposta curta e grossa:

- Nada !

Viver é Perigoso

TRISTE


"Só entende o desejo de envelhecer e completar o ciclo da existência, experimentando a longevidade, aquele que ama a vida e a entende como direito humano fundamental. Sentimento inexplicável para o ministro que se indigna com os velhos que insistem em viver". 

Comentarista do blog

Juíza Andréa Pachá 

Viver é Perigoso



ESTAMOS DEVIDAMENTE LASCADOS


Realmente. Pelos despropósitos verbais do presidente o pessoal já desconfiava que a produção de impropérios era demais para ser criada por uma pessoa só. 

O presidente esclareceu :

“Qualquer decisão minha, eu ouço qualquer ministro da área. Não tomo sozinho, até porque eu posso errar.

No caso de covid-19: 

Começou com a posição do escritor e ideólogo Olavo de Carvalho, considerado o guru intelectual do governo Jair Bolsonaro, que afirmava:

“A mais vasta manipulação de opinião pública que já aconteceu na história humana. Essa pandemia simplesmente não existe”.

Dentro do Palácio o deputado federal e ex-ministro da Cidadania, Osmar Terra, "pessoa de casa", tendo certa credibilidade conferida pela graduação em Medicina, sempre minimizou os efeitos da pandemia de covid-19 no Brasil. Com a tese de que seria possível conquistar rapidamente a chamada imunidade de rebanho, o Dr. Terra seduziu o presidente Jair Bolsonaro e virou voz importante sobre a pandemia. 
No dia 18 de março de 2020, Terra disse que o coronavírus mataria menos que o H1N1, que vitimou 2.098 pessoas em 2009. 
Em 7 de abril/2020, ele fez outra falsa previsão e disse que a covid-19 mataria menos que a gripe sazonal no Rio Grande do Sul, mencionando 950 mortos. 
O número foi alcançado três dias depois. Dois dias depois, o deputado tentou acertar outra vez e chutou "entre 3 e 4 mil mortos. Afirmava o  Dr. Terra:

"Não podemos contar muito com a vacina. Acredito que possa ter remédio, sim. A cloroquina, ao que tudo indica, tem um bom resultado, e quanto mais cedo começa, ainda no início dos sintomas."

Em outras áreas:

E pensar que ele deve escutar ou escutou (devem falar só o que ele gosta de ouvir): Damares, Ernesto Araujo, Pazzuelo, André Mendonça, Ricardo Salles, Augusto Heleno, Weintraub, Roberto Jefferson, Valdemar da Costa Neto, sem falar nos seus filhos.

Ainda virão muitas besteiras por aí.

Viver é Perigoso


SÓ O COMEÇO - AGUARDEM


O Ministério Público Estadual do Ceará (MP-CE) multou a operadora de saúde HapVida, uma das maiores da área de saúde privada do país, em R$ 468 mil por impor que os médicos prescrevam cloroquina ou hidroxicloroquina a pacientes com a covid-19.

A decisão administrativa, da segunda-feira (26/04), foi tomada após relatos de um médico que prestou serviços à operadora de saúde e de uma paciente, que disse ter sido orientada a tomar hidroxicloroquina mesmo sem ter um diagnóstico de covid-19. 

O médico Felipe Peixoto disse que não prescrevia hidroxicloroquina a pacientes com suspeita de covid-19 e foi questionado por um coordenador. O médico disse ter argumentado que não havia estudos sobre a eficácia do medicamento contra a doença e apontou que o remédio poderia trazer riscos a alguns pacientes, por isso não recomendaria quando não fosse "expressamente necessário e cabível". Dias depois, o médico foi dispensado pela operadora de saúde.

O Ministério Público do Ceará também recebeu uma reclamação de uma cliente do plano de saúde. Ela relatou que um médico da HapVida prescreveu o uso de hidroxicloroquina sem que ela tivesse feito o teste para confirmar se estava com covid-19.

A HapVida confirma que foi notificada pelo MP-CE sobre a decisão administrativa. A empresa argumenta que "sempre respeitou a soberania médica quando o objetivo é salvar vidas" e diz que atua "em conformidade com as diretrizes do Conselho Federal de Medicina (CFM) para os tratamentos contra a covid-19". A operadora de saúde tem até 7 de junho para pagar a multa ou 10 dias úteis para apresentar um recurso administrativo contra a decisão na Junta Recursal do Programa Estadual de Proteção ao Consumidor.

Em maio de 2020, a operadora de saúde anunciou que havia adquirido milhares de unidades de hidroxicloroquina e passou a entregá-las gratuitamente aos seus clientes. Segundo médicos ouvidos pela reportagem (BBC), foi nesse período que a pressão para a prescrição do fármaco aumentou.

Viver é Perigoso

PÁ - TRIA

 

Viver é Perigoso

quarta-feira, 28 de abril de 2021

BRASÍLIA : AGUARDEM !

 


Viver é Perigoso

CAMINHO DA RECUPERAÇÃO


A pandemia do novo coronavírus completou 1 ano no último mês de março no Brasil. Junto com a crise sanitária, também veio a crise econômica. Mas, mesmo com a crise, algumas cidades do Sul de Minas se destacaram na geração de empregos. Extrema e Santa Rita do Sapucaí estão entre as 10 cidades de Minas Gerais que mais geraram novas vagas com carteira de trabalho na pandemia. 
Já Poços de Caldas é a 3ª do estado que mais fechou postos de trabalho durante a crise.

Os dados analisados pelo G1 são os do Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Ministério da Economia. Eles também mostram que as principais cidades do Sul de Minas tiveram um desempenho bem melhor no 1º trimestre deste ano em relação à geração de empregos do que o mesmo período do ano passado, que coincidiu com o início da pandemia.

Conforme os dados, Extrema teve um saldo positivo de +4.171 novas vagas de trabalho nos últimos 12 meses, que coincidem com o período da pandemia. A cidade é a 5ª do estado que mais gerou empregos no período. Já Santa Rita do Sapucaí gerou +2.488 novas vagas de emprego, a 9ª cidade com mais empregos gerados.

Cidades do Sul de Minas que mais geraram empregos na pandemia. Saldo dos últimos 12 meses :

Extrema +4.171
Santa Rita do Sapucaí +2.488
Pouso Alegre +1.963
Varginha +1.042
Campo Belo +763
Três Pontas +749
São Sebastião do Paraíso +728
Guaranésia +533
Monte Belo +519
Guaxupé +481

Blog: Segundo a publicação, Itajubá gerou 780 empregos no primeiro trimestre de 2021.

Fonte G1

Viver é Perigoso

BEATLES BLUES

Viver é Perigoso

PROCESSO TRIBUTÁRIO DE R$ 260 BILHÕES


Trata-se do principal processo tributário do País. Uma briga que já dura 15 anos. Creio que para todos que atuaram no comércio e indústria sempre foi considerado um erro, um absurdo, os valores cobrados indevidamente pela União por causa da incidência do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) na base de cálculo do PIS e da Cofins.

A AGU e a Fazenda Nacional têm usado a cifra bilionária para tentar sensibilizar os ministros em audiências. Por outro lado, representantes das indústrias dizem que não é bem assim e contestam a perda calculada pelo governo.

Contestação da indústria "A Fazenda Nacional não apresenta o critério de calculo, só apresenta o critério de calculo, só apresenta um valor aleatório. Como a Fazenda chegou a esse valor? Ninguém sabe. Não há transparência. O setor empresarial não toma esse valor como real, diante de uma ausência de comprovação dos seus cálculos e da sua definição" 

A PGFN alega que o Judiciário não pode tomar decisão com efeito efeitos retroativos, porque isso impactaria "gravemente o Estado brasileiro". 

Já a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) argumenta que o entendimento do STF não é surpresa nenhuma para o governo, porque o primeiro julgamento sobre o tema foi concluído em 2014. E já havia maioria formada no mesmo sentido desde 2006.

O julgamento está agendado para quinta-feira (29), mas corre o risco de não ser concluído.

Para dar um basta à briga, ministros do STF acertaram nos bastidores um meio termo como solução. A tendência é que haja modulação da decisão. Em linguagem jurídica, significa cravar um marco temporal para o entendimento começar a vigorar. Seria uma forma de nem a União, nem as empresas saírem perdendo muito. 

Em 2017, o plenário do STF decidiu a favor das empresas, no sentido de que o ICMS não se caracteriza como receita ou faturamento e, por isso, não pode integrar a base de cálculo das contribuições sociais. Na época, o tribunal não definiu se a decisão teria validade retroativa, ou a partir daquele momento. Ou, ainda, se o entendimento passaria a valer a partir da definição do marco temporal - ou seja, a partir de agora. 

A tendência é o STF optar pela metade do caminho, fazendo com que a decisão tenha efeitos a partir de 2017. Dessa forma, a União não teria que devolver às empresas os valores cobrados antes disso, o que diminuiria o rombo nos cofres públicos alegado pelo governo federal. 

Seja qual for o cálculo de ganhos e perdas, o governo federal está alarmado com a batalha.

Carolina Brígido

Viver é Perigoso

MANÉ !


No Brasil é assim: quando o mané fica convencido do estrago fatal do coronavírus, porque alguém da família ou conhecido esticou as canelas – e ele começa a acreditar que quase 400 mil brazucas morreram mesmo, que não é uma produção da Globo, o cabra coloca a máscara, entra entra na fila da vacinação e… cadê?

Zé Beto

Viver é Perigoso

terça-feira, 27 de abril de 2021

ENQUANTO ISSO...


São Lourenço vai beneficiar até 1.350 famílias da cidade com auxílio de R$ 300. O projeto de lei que prevê o benefício foi idealizado pela prefeitura e aprovado pela Câmara Municipal. O valor destinado a cada família será dividido em duas parcelas.
Denominado de Auxílio Emergencial Familiar, o benefício foi aprovado pelos vereadores na reunião de segunda-feira (26). De acordo com a prefeitura, o objetivo é contemplar as famílias em situação de vulnerabilidade social, e aquelas desempregadas em função a pandemia e que não recebem nenhum tipo auxílio financeiro do governo federal.
O valor total do investimento da prefeitura para disponibilizar o auxílio será de R$ 400 mil. A Câmara Municipal devolverá R$ 160 mil do orçamento do Legislativo à administração pública. O montante poderá ser utilizado pela prefeitura no benefício.

A Prefeitura de Guaxupé vai disponibilizar Auxílio Emergencial no valor de R$ 300 para famílias em vulnerabilidade da cidade. O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal e o cadastro das famílias deve ter início na próxima semana. De acordo com a administração municipal, benefício será possível com investimento de R$ 6 milhões e vai atender 1.650 famílias.

A Prefeitura de Caldas deverá enviar à Câmara de Vereadores do município um projeto para o pagamento do auxílio emergencial municipal para famílias carentes da cidade. Se aprovado, o projeto poderá beneficiar 541 famílias. Os valores do benefício giram entre R$ 150 e R$ 300.

Viver é Perigoso