Translate

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

FOTOGRAFIA



Diálogo ouvido hoje no Calçadão:

- Um absurdo esse tal de orçamento paralelo. Pura compra de apoios. Absurda falta de transparência com os recursos públicos. Uma vergonha !

- Éh...mas e se a grana vier para coisas da nossa cidade ?

- Bom...também não podemos ser radicais. Acontecendo, a gente pode abrir uma exceção.

Viver é Perigoso

POIS É...JUÍZO MOÇADA !




Após o devido enquadramento, a Prevent Senior foi levada a publicar o comunicado acima, hoje, nos grandes jornais do País.

Sei não...mas as autoridades locais terão que rever a posição sobre o "kit Covid".

Viver é Perigoso


SITUAÇÃO DE EX


Interessante. Quase todos os " ex " são sempre lembrados. Claro, com boas e más lembranças. Na política, vez por outra o nome de um " ex " volta a tona com a possibilidade de um possível retorno. Afinal, alguma coisa de bom deve ter feito.

Mas existe uma exceção no Brasil. Um  "ex" que não , nem de longe, tem a possibilidade de retorno discutida. No caso, trata-se de uma " ex ".

Lembramos da Dona Dilma Rousseff. Tornou-se uma " ex " com carteira de identidade. Estimulada por "amigos companheiros" a mineira gaúcha, ou gaúcha mineira, saiu candidata ao senado por Minas Gerais.

Aconteceu o previsto. Levou uma traulitada que a fez perder o rumo.

O pior que pode acontecer para um político deve ser  " ex  " sem ser lembrado. Mais terrível ainda é ser lembrado por fatos esquecíveis, como mandioca e estocagem de vento.Confesso, que no fundo, bem no fundo, sinto com uma certa simpatia pela Dilma.

Viver é Perigoso

ORÇAMENTO SECRETO



As cadeiras da recepção da UBS (Unidade Básica de Saúde) Jardim Três Corações, na zona sul de São Paulo, ficam distantes umas das outras. Mesmo assim, as pessoas perceberam que Felipe Santos de Oliveira, 23, passava mal. "Comecei a sentir tontura e a mulher do lado perguntou se eu tava bem. Eu caí, apaguei. Foi muito rápido. Acordei e tava todo mundo assustado. Eu tava sem entender o que aconteceu."

Todos foram acudi-lo e virou aquela coisa de traz um copo d'água, abana, abre espaço para o moço respirar. Até que perguntaram se Felipe havia tomado café. Ele contou que fazia mais de 24 horas que não comia. O rapaz desmaiou de fome.

Médica da UBS Jardim Campinas, também na região sul da capital, Daniela Silvestre viu entrar em seu consultório, em junho, uma grávida de 30 anos que cambaleava. Olhos fundos, boca seca e muita magreza. Ela perguntou se a paciente usara drogas ou se havia bebido. Arregalou os olhos com a resposta da mulher. "Não. Você não tem nada para eu comer? Eu preciso comer."

A grávida não comia havia dois dias. Além de tratar doenças, as pessoas têm ido aos postos de saúde procurar remédio para problemas sociais.

Uol

Viver é Perigoso

domingo, 28 de novembro de 2021

PORQUE HOJE É DOMINGO



Senhor,

Toma a máquina do meu
corpo e nela
transporta socorro para
os teus aflitos.
É de pouca serventia,
sei - o coração me
arde, meus músculos
estão fracos - mas podes
usá-la à exaustão.
E quando não mais prestar,
Senhor, escolhe uma
Tíbia e faze uma flauta.

Jamil Snege

Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO


Grande personagem da Fórmula 1.

Tomou o barco hoje (28), Sir Francis Owen Garbatt Williams, simplesmente, Frank Willians. Nascido em 1942, teve carreira curta como piloto e mecânico. Fundou a Willians Racing Cars em 1966, com campanhas na Fórmula 3 e 2.

A primeira experiência na F1 veio em 1969, com o parceiro piloto Piers Courage, com um chassi comprado da Brabham.

Em 1977 formou um novo time. A Williams Grand Prix Engineering, presente até hoje no grid da Fórmula 1.

Com parceria iniciada junto do amigo e engenheiro Patrick Head, o time conquistou nove títulos de Construtores, além de sete títulos de pilotos com Alan Jones, Keke Rosberg, Nelson Piquet, Nigel Mansell, Alain Prost, Damon Hill e Jacques Villeneuve.

Desde 1986, Frank se locomovia por uma cadeira de rodas por conta de um acidente de carro na França. No mesmo ano, foi condecorado como Comendador da Ordem do Império Britânico pela Rainha Elizabeth, e posteriormente cavaleiro, em 1999.
Grande personagem da Fórmula 1.

Ele permaneceu no cargo de chefe de equipe da Willians até 2012, quando foi substituído pela filha Claire. A família deixou de ter envolvimento oficial com a equipe em setembro de 2020, quando a venda para o grupo de investimentos Dorilton Capital.

O Willians - FW16, ficou conhecido como o último carro de Ayrton Senna.

Viver é Perigoso

CABOS ELEITORAIS


 Viver é Perigoso

OUTROS TEMPOS



Sou do tempo em que os generais presidentes eram convidados para paraninfar Escolas civis. Hoje estão presente, tão somente nas militares. Sei lá...

Estive acompanhando a formatura da primeira turma do Inatel em março de 1968. No caso, o amigo José Bonifácio Cardoso Junior.

A segurança era impressionante, face a presença do importante paraninfo: General Presidente Costa e Silva - Presidente da República (que assinaria no final daquele ano o famigerado AI-5).

Diz a lenda, que no momento em que o General Costa e Silva, por sinal, tendo o General Garrastazu Médici o acompanhando, visitava um laboratório, um funcionário do Inatel, (Joaquim ou João) grita para um companheiro de trabalho:

- Desliga a bomba ! Pode desligar a bomba.

Nessa hora apareceram mais de cem seguranças do Costa e Silva. Metralhadoras para todos os lados.

- Onde que é a bomba? Cadê a bomba?  

Um diretor do Inatel, então presente, disse:

- Não! Não é bomba não, não é nada não, é bomba d’água” que levava água para o prédio, e no momento, com o barulho do funcionamento incomodando as conversas. 

Era normal. Nos dias anteriores às visitas presidenciais, digamos assim, de forma simpática, dos "governos fortes", a segurança federal examinava e revistava tudo. Tipo pente-fino. Durante então, nem se imagina.

Em tempo: Não sei por qual razão, não pude adentrar no auditório onde se realizou a cerimônia. Aguardei do lado externo. Não me lembro por qual razão.

Blog: Na foto, ao lado do presidente, o nosso Professor Fredmark Gonçalves Leão, um dos idealizadores da criação do Inatel.

Viver é Perigoso