Translate

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

3 X 0 PRÁ ELE !



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recebeu nesta segunda-feira a dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 e fez um apelo para que mais americanos se imunizem contra a doença: “O reforço é importante, mas a coisa mais importante que temos que fazer é ter mais pessoas vacinadas”

Viver é Perigoso



VEXAME

 

Viver é Perigoso

POLE POSITION NA ROLLING STONES

 Viver é Perigoso

SEI LÁ ...


Foi planejada para causar alvoroço e conseguiu. Assim é possível definir a nova lista das 500 melhores músicas de todos os tempos, que domina a discussão musical desde a nova divulgação pela revista Rolling Stone dias atrás.

Like a Rolling Stone, de Bob Dylan, cede seu lugar a Respect, canção de Otis Redding dinamizada por Aretha Franklin.

1. Respect, de Aretha Franklin

2. Fight the Power, do Public Enemy.

3. A Change Is Gonna Come, de Sam Cooke.

4. Like a Rolling Stone, de Bob Dylan.

5. Smells Like Teen Spirit, do Nirvana.

6. What’s Going On, de Marvin Gaye

7. Strawberry Fields Forever, dos The Beatles.

8. Get Ur Freak On, de Missy Elliott.

9. Dreams, do Fleetwood Mac

10. Hey Ya!, do Outkast.

Não é circunstancial que se elimine Hound Dog, de Elvis (antes na posição 19), e aterrisse a versão original, de Big Mama Thornton. 

Do top ten da lista desaparecem o narcisista número 2 (Satisfaction, dos Rolling Stones) e o utopista número 3 (Imagine, de John Lennon), substituídos por músicas que fazem referência às lutas afro-americanas, tanto com retórica estridente (Fight the power, do Public Enemy) como em versão conciliadora (A Change Is Gonna Come, de Sam Cooke). 

Em geral, os rappers adquirem maior visibilidade com as ascensões de Missy Elliott (agora número 8) e Outkast (número 10).

No quesito Beatles, é intrigante que Hey Jude caia e apareça Strawberry Fields Forever: passamos, então, do comunal ao introspectivo. 

Poderíamos argumentar que a preferência pela obra prima psicodélica de Lennon obedece à crescente respeitabilidade das substâncias psicotrópicas, cada vez mais afastadas do estigma “das drogas”. 

Pelo contrário, se desvanece uma prima irmã, a gloriosa Good Vibrations, dos Beach Boys, talvez submergida por seu léxico hippie. Os matizes da linguagem importam tanto como a modernidade do canal de divulgação: 

Dreams, editada pelo Fleetwood Mac e anteriormente desprezada, irrompe arrasadora na indicação das grandes graças a um vídeo do TikTok, concebido em 2020, como publicidade de um refrigerante.

Para os que desejam certa estabilidade na listagem, o consolo de que o novo top ten ainda mantém Smells Like Teen Spirit, do Nirvana, e What’s Going On, de Marvin Gaye. 

El País

Blog: Com raras exceções, a minha lista é outra.

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE !



INFLACÃO - " Não é maldade da nossa parte, é uma realidade. E tem um ditado que diz: ‘Nada está tão ruim que não possa piorar ".

Messias Bolsonaro

Viver é Perigoso

domingo, 26 de setembro de 2021

TOMOU O BARCO


Absurdamente estranho. Tomar conhecimento pela internet da triste notícia da partida de uma pessoa tão querida e tão importante na nossa vida.

Maria Aparecida Campos Arruda, simplesmente, Dona Liquita. Mulher extraordinária que tomou o barco hoje na nossa Boa Vista.

Dona Liquita, do Sr. Zequinha, do Dito, do Zé Roberto, do Luís, do Walter e de Ana. 

Amiga próxima da minha mãe Dona Dina. Quando solteiras, lá pelo início dos anos quarenta, foram colegas de trabalho na Cia Telefônica.

Sempre moramos próximos. Sempre soube que quando do meu nascimento, Dona Liquita levou de presente uma lata de talco Gessy. Quando ela comemorou 80 anos, após uma missa realizada na Igreja São José, também a presentei, de forma simbólica, como uma lata de talco.

Tive o prazer e a honra de ser amigo dos seus filhos e frequentar, por muitos anos, quase que diariamente, a casa da família Arruda. Fui colega, desde o curso científico, do Benedito. Formamos juntos na Escola de Engenharia.

Inesquecível o doce de abóbora com côco feito pela Dona Liquita.

Ensinamentos, conselhos, carinho, amparo e presença forte nos momentos complicados.

Dona Liquita foi uma mãe para mim.

Tristeza enorme.

Viver é Perigoso   

USO & COSTUMES



O mercado pet movimentou R$ 40,8 bilhões no ano passado, segundo o IPB (Instituto Pet Brasil), que acompanha os setores de criação, produtos e serviços para pets. O montante é maior do que fatura o setor de linha branca (fogões, geladeiras, freezers, máquinas de lavar, por exemplo), que movimentou R$ 29 bilhões em 2020, segundo a consultoria Euromonitor.

Fácil de constatar. Nos últimos tempos nenhuma, vamos dizer assim, categoria, conseguiu elevar o seu espaço na sociedade como os cães. Logicamente que não por iniciativas próprias e mobilização da classe.
Alguém que tomou o barco há uns 20 anos, caso voltasse para uma espiadela, não acreditaria.
O "melhor amigo do homem" tem uma participação ativa em grande parte das famílias. De forma efetiva e também econômica.
Impressionante a quantidade de lojas e salões de beleza existentes e que vem sendo abertas no Pais. Já existe na TV paga canal com atrações para o bichinho distrair. Hotéis e hospedagens existem há tempos. Planos de saúde, praça com atrações em shoppings, comidas balanceadas, complexos vitamínicos e em São Paulo, vans com poltronas individuais buscam os cães nos chics condomínios para, em academias próprias e por períodos diários, divertirem com colegas e receberem orientações e aconselhamento.
Ouvi de uma amiga sobre a preocupação de uma sua colega. A Daianne, sua companheira canina estava internada e no soro em uma clínica própria após passar por uma sessão de radioterapia. A situação era considerada seríssima. (lamentavelmente a Daianne - então com 14 anos - veio a tomar o barco). É a vida...
Mais de uma vez já presenciei conversas, e tudo indica não unilateral, entre cães e donos. Aliás, o pessoal não gosta de ser tratado como dono e sim como alguém mais próximo, tipo filho, filha ou mesmo amigo.
Fico pensando, eu que sempre tive e gostei de cães (sempre do lado de fora de casa) o que tem levado a esse empoderamento canino. Talvez solidão ?

Viver é Perigoso

DOMINGO, NA BOA VISTA


Viver é Perigoso

FALOU E DISSE !

 

Viver é Perigoso

sábado, 25 de setembro de 2021

QUEM SE LEVANTARÁ ?


Num discurso no mesmo púlpito que foi usado pelo brasileiro Bolsonaro, a primeira-ministra de Barbados, Mia Amor Mottley, abandonou o texto que havia sido preparado por seu serviço diplomático e chacoalhou a Assembleia-Geral das Nações Unidas. 

Mia Amor Mottley subiu ao pódio, na sexta-feira, determinada a dizer o que líderes queriam evitar escutar. 

Ela foi clara: não iria repetir discursos. E lançou: 

"quantas vezes mais teremos então uma situação em que dizemos a mesma coisa repetidas vezes, para não chegarmos a nada?". "Meus amigos, não podemos mais fazer isso". 

Ela evocou Bob Marley: "Who will get up and stand up?". Em um português claro: 

Quem se levantará?". 

Quem se levantará e defenderá os direitos de nosso povo?

Quem se levantará em nome de todos aqueles que morreram durante esta terrível pandemia? São milhões. Quem se levantará em nome de todos aqueles que morreram por causa da crise climática ?

Quantas mais variantes do covid-19 devem chegar, quantas mais, antes que um plano de ação mundial de vacinação seja implementado"? 

Quantas mais mortes devem ocorrer antes que 1,7 bilhão de vacinas em excesso na posse dos países avançados do mundo sejam compartilhadas com aqueles que simplesmente não têm acesso? 

Temos os meios para dar a cada criança deste planeta um comprimido. E temos os meios para dar a cada adulto uma vacina. Temos os meios para investir na proteção dos mais vulneráveis em nosso planeta contra uma mudança no clima. Mas optamos por não fazê-lo. E não é porque não temos o suficiente, é porque não temos a vontade de distribuir o que temos

Quantos mais aumentos globais de temperatura devem ocorrer antes de acabarmos com a queima de combustíveis fósseis? 

Quanto mais o nível do mar deve subir em pequenos estados insulares antes que aqueles que lucraram com o armazenamento de gases de efeito estufa contribuam para as perdas e danos que ocasionaram ?

Ela ainda completou: 

Se conseguirmos encontrar a vontade de enviar pessoas à lua e resolver a calvície masculina, poderemos resolver problemas simples como deixar nosso povo comer a preços acessíveis.

Jamil Chade

Viver é Perigoso

CLARIN DA BOA VISTA



"O Brasil vive hoje uma polarização política infantil e estéril, contrapondo dois líderes populistas que bem fariam se aposentar, dado já terem feito tudo o que ninguém os julgava capazes de fazer pelo Brasil - para o bem e para o mal. Lula aos 77 anos, já bateu no teto e o mesmo acontece com Bolsonaro, na pujança de seus (presumíveis) 15 anos. Eu, com certeza, serei acoimado de irrealista se disser que ambos, Lula e Bolsonaro, poderiam fazer-nos o favor de ir para casa, para que o Brasil possa voltar à sua precária normalidade e retomar o processo de crescimento econômico."

Bolívar Lamounier

Viver é Perigoso

UFA !!!



A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro "Liberdade de Opinião" continuará na programação da emissora, dentro do jornal "Novo Dia".

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da
democracia e do bom jornalismo.

Blog: Anotem aí: deve se aninhar na TV Jovem Pan. Creio que se encaixaria bem na lives de quinta feira do Capitão. Lógico, que com trilha musical do ministro sanfoneiro. 

Viver é Perigoso

CIDADÃO ITAJUBENSE


Em sessão solene da Câmara Municipal de Itajubá, a ser realizada à 19:00 horas de hoje (25), no Teatro Municipal Christiane Riera, serão concedidos Títulos de Cidadão Honorário para dez itajubenses de coração.

Entre todos, de forma justa, homenageados, faço referência ao meu amigo, de uns 20 anos, Donizeti de Souza, que insiste em me tratar, durante todo esse tempo, de Senhor Zezinho.

Encontrar com o Donizeti nas ruas e vê-lo passar pela minha rua, na Boa Vista, é claro, representa um "ajeitamento de carga". Sua simpatia, seu respeito, seu entendimento, sua humildade, arrefece quaisquer problemas ou dificuldades que estejamos atravessando.

Até enfrentar a fila da Caixa Econômica fica mais leve.

O nome do Donizete foi indicado pelo também amigo, Vereador Marcelo Krauss.

O carismático Donizeti nasceu em Guarulhos, já lá vão 55 anos. Caminha pela vida junto com a esposa Sheila e os filhos Lucas, Mayara, Beatriz, Mateus e Marcos Vinícius.

Disponibilizar o acesso à pamonhas e outras maravilhas é o seu negócio. 

Pamonheiro ! Pamonheiro !

Sheila e dos filhos Lucas, Mayara, Beatriz, Mateus e Marco Vinícius.

Um amigo.

Viver é Perigoso

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

NA ESTRADA DE NOVO


Viver é Perigoso

 

CARAMBA !



Elite aceita Bolsonaro "domesticado" de 3ª Via.

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

 

                  Henri Matisse - Nu bleu II - 1952 - Museum of Modern Art - New York

Viver é Perigoso

TROÇO DE LÔCO SÔ !


A Lava-Jato, desmontada pelo procurador Augusto Aras a pretexto de aperfeiçoar o combate à corrupção, havia conseguido algo inédito na história do país: que condenados devolvessem dinheiro roubado. 

Para a Petrobras, a maior vítima do esquema de corrupção montado no governo Lula, a Lava-Jato devolveu pouco mais de R$ 3 bilhões.

Houve outros esquemas de devolução bem engenhosos. As concessionárias de rodovias no Paraná, Ecorodovias e RodoNorte, devolveram R$ 220 milhões, a primeira, e R$ 350 milhões, a segunda, na forma de subsídios (redução) nos pedágios.

Outros R$ 416,5 milhões, recolhidos de ladrões diversos, foram entregues aos cofres da União. A 11ª Vara da Seção Judiciária de Goiás recebeu R$ 59 milhões. Não acabou ainda. Há nada menos que R$ 10 bilhões que estão sendo devolvidos em parcelas. Ou será que acabou?

Na verdade, não foi apenas a extinção da Lava-Jato. Está em curso no país um amplo processo de extinção de qualquer forma de combate à corrupção praticada pelas grandes empresas e políticos. Um desmonte.

Isso começou no STF, com o julgamento que considerou o juiz Sergio Moro parcial no caso envolvendo o triplex do Guarujá — apartamento que a OAS daria ao ex-presidente Lula, reformado ao gosto da família.

Na ocasião, o ministro Gilmar Mendes, um dos condutores do desmonte, disse que a decisão só valia para aquele caso. Nada. Não só o próprio Gilmar, como o STF e juízes diversos começaram a anular e arquivar processos com base naquela decisão do STF.

Não deixa de ser curioso que a base das acusações contra Moro e os procuradores da Lava-Jato sejam as mensagens roubadas dos celulares daqueles procuradores. Dizem que a Lava-Jato usou provas ilegalmente obtidas. E usam conversas ilegalmente obtidas para zerar a Lava-Jato…

Reparem: o desmonte não é para declarar todo mundo inocente, mas para sumir com os processos — arquivando, mudando de foro e mandando começar tudo de novo, deixando prescrever, e por aí vai.

É exemplar o caso mais recente envolvendo o ex-deputado Eduardo Cunha, condenado em duas instâncias a 14 anos de prisão. Há pouco, a Segunda Turma do STF anulou a ação penal, em julgamento que terminou empatado em dois a dois. Empate favorece o réu; logo, Cunha se livrou dessa.

Reparem a manobra, conforme explica o procurador Deltan Dallagnol, que foi o procurador-chefe da Lava-Jato: em 2016, o próprio STF recebeu acusação contra Cunha pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e caixa dois, pelo recebimento de US$ 1,5 milhão na compra de um bloco de exploração de petróleo no Benin, na África, pela Petrobras.

Cunha foi cassado, perdeu o foro, e o STF mandou o caso para Curitiba. Cinco anos depois, o STF, por dois votos da Segunda Turma (Gilmar e Lewandowski), diz que a competência não era de Curitiba. E o envia para a Justiça Eleitoral.

Em 2019, o STF havia decidido que casos de corrupção com o dinheiro indo para campanhas deveriam ser julgados na Justiça Eleitoral. Mas a condenação de Cunha havia ocorrido muito antes disso.

Como diz Dallagnol, “a aplicação do entendimento pró-passado é catastrófica: anulou os casos Pasadena, Mensalão Mineiro, Calvário e Integração. Agora, o caso Cunha. E pode anular todos os outros casos de políticos da Lava-Jato”.

A gente fica até com pena do Sérgio Cabral, o único dos grandes que ainda continua em cana.

Mas eis o ponto principal: e os quase R$ 15 bilhões que foram e estão sendo devolvidos pelos que haviam sido condenados? Nas próximas semanas, deve ser anulado o último processo que ainda corre contra Lula. Não foi declarado inocente, simplesmente cancelaram os processos.

Só falta agora os ex-condenados pedirem de volta seu dinheiro. E só falta Lula pedir as escrituras do triplex e do sítio de Atibaia.

Carlos Alberto Sardenberg

Blog: Como diziam na Boa Vista, é claro:  Troço de lôco sô !

Viver é Perigoso


MOÇA COMUNISTA


Completando 85 anos.

No dia 23 de setembro de 1936, a judia alemã Olga Benário deu adeus ao Brasil. 

Presa com o marido Luiz Carlos Prestes em 5 de março do mesmo ano, ela foi deportada, embarcou no navio La Coruña rumo à cidade de Hamburgo. 

Olga chegara ao Brasil em abril de 1935, acompanhando Prestes, que planejava organizar uma revolução armada por aqui. Fingiram ser um casal de portugueses e permaneceram na clandestinidade. Em novembro daquele ano, explode a Intentona Comunista, prontamente reprimida pelo governo Vargas, que inicia uma repressão feroz aos opositores.

Nem o fato de estar grávida impedira o presidente Getúlio Vargas, que assinara decreto de expulsão no dia 28 de agosto, de entregá-la à Alemanha Nazista de Adolf Hitler. 

Ao chegar à Alemanha, Olga, então com sete meses de gestação, foi levada para uma prisão feminina da Gestapo - Barnimstrasse - em Berlim, onde nasceu sua filha, Anita Leocádia, em 27 de novembro de 1936.

Olga ainda passou pelos campos de concentração de Lichtenburg, Ravensbrück e Bernburg, onde foi assassinada na câmara de gás em 23 de abril de 1942. Estava com 34 anos de idade.

A história de Olga Benário, a mulher do líder comunista, virou livro e filme. 

Viver é Perigoso

PRÁ PENSAR...



Foi o melhor dos tempos, foi o pior dos tempos; foi a idade da sabedoria, foi a idade da tolice; foi a época da fé, foi a época da incredulidade; foi a estação da luz, foi a estação das trevas; foi a primavera da esperança, foi o inverno do desespero; tínhamos tudo diante de nós, tínhamos nada diante de nós; todos caminhávamos direto para o paraíso, estávamos indo na direção oposta…”.

Charles Dickens (Um conto de duas cidades) - ZéBeto

Viver é Perigoso

JÁ PASSOU DA HORA !



Disse hoje na CNN o bolsonarista Alexandre Garcia:

Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada. Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimenta”.

De imediato, oficialmente, a CNN se posicionou:

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”.

Blog: Por que esse cara (Garcia), que vem sendo seguidamente desmentido, não pede o boné ?

Viver é Perigoso

SEGUINDO O PRONTUÁRIO MÉDICO DO DR. JAIR


 Viver é Perigoso

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

PATRIOTA

 


Viver é Perigoso

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

AGORA VAI

 


O Senado aprovou, por votação simbólica, o projeto que cria o Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF-6), com sede em Belo Horizonte e atuação exclusiva em Minas Gerais.

O projeto é de autoria do ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, por isso, apelidado pelos "comunistas", de 'Noronhão"

Agora, o texto vai à sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Como o pessoal já sabe, João Otávio de Noronha, presidente do STJ - Superior Tribunal de Justiça, nasceu em 1956 em Três Corações. Foi funcionário do Banco do Brasil de 1975 até 1984. Em 1981 formou-se em Direito pela Faculdade de Pouso Alegre. Em 1987 passou no concurso público para Juiz de Direito.

Tempos atrás, num discurso, Bolsonaro, assim se referiu ao Ministro Noronha:

"Prezado Noronha, permita-me fazer assim, presidente do STJ. Eu confesso que a primeira vez que o vi foi um amor à primeira vista. Me simpatizei com Vossa Excelência. Temos conversado com não muita persistência, mas as poucas conversas que temos o senhor ajuda a me moldar um pouco mais para as questões do Judiciário. Muito obrigado a Vossa Excelência".

Blog: Agora, em Minas Gerais, os processos vão caminhar mais rápidos. Ou não.

Viver é Perigoso

SOB A LUZ DE VELAS

 




" Aniquilar um homem é tanto privá-lo de comida como privá-lo da palavra. "

Walther Benjamin

Viver é Perigoso

FINAL DOS TEMPOS

 


Agentes da fronteira dos Estados Unidos a cavalo perseguindo e atacando migrantes haitianos com um suposto chicote próximo ao Rio Grande, em área limítrofe ao pequeno município de Del Rio, no estado americano do Texas.

Viver é Perigoso


GOODBYE

 

Viver é Perigoso

QUIDROGA !

 

Viver é Perigoso 

terça-feira, 21 de setembro de 2021

NADA É PERFEITO



Segundo um adepto, no discurso da ONU, faltaram a moça de Libras, o ministro sanfoneiro e um general, ao fundo, acenando sim com a cabeça.

Viver é Perigoso

O QUE É ISSO COMPANHEIRA ?



O Antagonista apurou que os protestos contra Jair Bolsonaro em Nova York foram organizados pelo grupo 342artes, liderado por Paula Lavigne.

Além de espalhar cartazes, o grupo circulou nos arredores da sede da ONU e do hotel InterContinental Barlclay com um pequeno caminhão trazendo frases e imagens contra o presidente brasileiro.

Viver é Perigoso

AMIGOS


A internet tem nos proporcionado aproximar de pessoas (às vez até distanciar). Aconteceu e fiquei feliz.

Conheci a Ana Jula Salomon Herren.

Através da Ana Jula, fique sabendo do Alex Herren, meu amigo e colega de turma no 4º ano primário, no chamado então, Colégio dos Padres (em contraposição, creio, ao Colégio da Irmãs).

Usávamos fardas cáqui. Da turma, Ado e Luís Dario Faria, Sócrates Sarlas, Oscar Navarro, Chiquinho Valente, João Correa, entre outros cujos nomes escapam. A professora (que não era chamada de tia), era a Dona Elza Chiaradia. A outra turma era dirigida pela Dona Maria Kerma. O diretor, muito severo, era o holandês Padre João.

Alex foi um garoto muito vivo e aprontava todas. Estive algumas vezes em sua casa, aliás, uma bela chácara, situada um pouco depois da Venda do Zé Correinha, que ficava no início da estrada para a Fazenda do Sr. Alcides Faria.  lembro-me do Alex Herren.

Era filho do Sr. Max Herren, proprietário da empresa dos ônibus circulares urbanos de Itajubá.

Informa a amiga  Ana, que o seu marido Walter (estudante de engenharia) era irmão do Alex e também da bonita Cleide.

Walter, Alex e Cleide, já tomaram o barco.

É a vida...

Viver é Perigoso

THIS IS MY BOOK



Comentário ouvido hoje nas proximidades da Banca do Anselmo :

Camarada, mas precisa ir tão longe e gastar tanto para repetir o que diz diariamente no cercadinho ?

Sim amigo, mas realmente, com alguém escrevendo ele até que lê correto. Para você ver, um repórter, comunista, é claro, presente na reunião, relatou que um funcionário de limpeza da ONU, parou o trabalho, colou a vassoura de ponta cabeça e ouvindo o discurso traduzido murmurou : Onde fica esse país ? Deu vontade de mudar para lá.

Viver é Perigoso

MULHERES QUE FORAM À LUTA ARMADA




... Mas coisas findas

muito mais que lindas,

estas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

Li no final dos anos 90. "As Mulheres que foram à luta armada" - Luiz Maklouf Carvalho. O livro conta "histórias" da guerra e do amor, as duas sempre miseravelmente misturadas". Trata das mazelas e grandezas do cotidiano dos militantes das organizações guerrilheiras dos anos 60 e 70.

Interessante de ler e conhecer um pouco do subterrâneo da luta armada.

O livro fala da pousoalegrense Etienne Romeu e da itajubense, de Pedralva, Regilena da Silva Carvalho. Para os que estão chegando agora, que são poucos, Lena casou-se com o estudante de engenharia, Jaime Petit da Silva, que também lecionava matemática e física nos colégios da cidade e da região. Participação ativa no Diretório Acadêmico.

No início de 1971 foram para o Araguaia. Jaime continuou sendo Jaime e Regilena, a Lena. Jaime foi no Araguaia em dezembro de 1973. Lena se entregou ao exército, presa e libertada em 1972.

Viver é Perigoso

VEXAME

 

Viver é Perigoso

ESTAMOS LASCADOS !




Em agosto, Nova York deu início à medida batizada de "Key to NYC Pass" (Chave para o passe de Nova York, em tradução livre do inglês), na qual passou a ser exigida certificação de vacinação contra covid-19 para entrar em locais públicos fechados como restaurantes, museus e academias.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, reagiu às críticas e saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após aparecer em foto do lado de fora de restaurante, em Nova York (EUA), comendo pizza acompanhado de outros integrantes da comitiva brasileira.

O presidente comeu pizza em pé na calçada porque ele é assim mesmo, simples. O resto é fake news .

Viver é Perigoso 

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

SOBREVIVENTE

 


Acreditem querendo. Já lá vou para 15 horas sem celular. Foi possível. Esqueci o dito cujo em Sorocaba. Tudo correndo bem, nos reencontraremos no início de outubro. A sua ausência aconteceu com a chegada da primavera. 

Sobreviveremos. Vocês, não sei.

Viver é Perigoso

STARMAN


Viver é Perigoso

 

NEGÓCIO DA CHINA



Notícias sobre um possível calote da gigante do mercado de incorporações e construção civil chinesa Evergrande - que atualmente possui a maior dívida de ativos do mundo, mais de US$ 300 bilhões - balançaram hoje (20) os mercados mundiais e geraram uma fuga ainda maior de capital da empresa.

Viver é Perigoso

O NU

 


Viver é Perigoso

A VOLTA DO MAIS HONESTO



Editorial do Estadão 20/9/2021

As decisões judiciais favoráveis a Luiz Inácio Lula da Silva têm servido ao seu partido não só para proclamar sua suposta inocência, mas reinventar a sua imagem. Tripudiando da memória dos brasileiros, o PT espera apagar seu passivo de incompetência, corrupção e negacionismo, anunciando-se a solução para as agruras do presente, como se não fosse um dos grandes responsáveis por muitas delas.

As revisões judiciais revelam mais as falhas da Justiça que as virtudes de Lula. Sua defesa contestou os vícios dos processos, não o seu mérito. Nunca houve explicações convincentes para casos como os do sítio ou do triplex. Se, com anos de atraso, a Suprema Corte declarou a suspeição do juiz de primeira instância, anulando as acusações que agora prescrevem, isso limpa a ficha eleitoral de Lula, mas sua ficha moral segue suja – em dimensões que extrapolam o âmbito judicial.

O legado do PT não se limita à recessão: há o mensalão e o petrolão. O partido, que há pouco acusava a Justiça de conspirar com as elites para perseguir o “pai dos pobres”, agora louva a sua idoneidade. Mas se “esquece” de que essa Justiça condenou seus correligionários por roubalheira bilionária. Nunca houve explicação, muito menos retratação, por tão volumosos malfeitos e tão celerados malfeitores. Ao contrário: seguem consagrados como “guerreiros do povo brasileiro”.

(resumo)

Viver é Perigoso

SOFIA, AQUELE ABRAÇO


 87 anos sendo completados hoje, 20 de setembro de 2021

Viver é Perigoso

domingo, 19 de setembro de 2021

BUENA VISTA SOCIAL CLUB



Todos sabem que o Buena Vista Social Club foi um clube de dança e atividades musicais de Havana, Cuba, onde músicos se encontravam e tocavam na década de 1940, entre eles, Compay Segundo, Rubén González, Ibrahim Ferrer e Omara Portuondo. Ao longo dos anos novos membros entraram no grupo. Foi fechado na década de 1950.

Durante muitos anos, artistas cubanos da vanguarda ficaram no ostracismo, muitos deles sem tocar seus instrumentos em público por mais de dez anos.

O produtor musical e guitarrista americano, Ry Cooder, com a expectativa de encontrar esses artistas cubanos e reuni-los para a gravação de um disco, viajou até Havana em 1996. Foi realizado, então, o disco Buena Vista Social Club, cujo título é uma referência a antiga casa de shows cubana. O disco tornou-se um sucesso internacional.

Em 1999, o diretor alemão Wim Wenders filmou a apresentação do grupo nos Países Baixos, e uma segunda apresentação no famoso Carnegia Hall em Nova York, transformando num documentário, acompanhado de entrevistas feitas em Havana com os músicos.

O filme, também chamado Buena Vista Social Club, foi aclamado pela crítica e indicado ao Oscar na categoria Melhor Documentário. Ganhou o prémio na mesma categoria, no European Film Awards.

Uma edição especial do legendário disco foi lançada na última sexta-feira (17). 

Os produtores Ry Cooder e Nick Gold recuperaram as gravações originais, vasculharam os arquivos e reuniram tudo em um amplo pacote. O álbum com nova masterização será lançado com 12 faixas inéditas gravadas nas sessões de 1996, com fotografias nunca vistas. Tudo virá acompanhado de um libreto de 64 páginas com letras e anotações.

Nem todos os músicos envolvidos conseguiram vivenciar o 25º aniversário do álbum, afinal, muitos já tinham idade avançada na época do lançamento.

Compay Segundo morreu em 2003, aos 95 anos, Ibrahim Ferrer em 2005, aos 78 anos. Rúben Gonzáles se foi em 2003, com 84 anos. 

Todos eles tiveram uma bela carreira musical nos últimos anos de vida, uma vez que, após o disco do Buena Vista, se seguiram vários álbuns solos.

Omara Portuondo, está firme e forte com seus 90 anos. Segue morando em Havana.

Viver é Perigoso

E A NOSSA ESCOLA ?



Manchete de domingo no 'Estadão"

UNIVERSIDADES VIVEM SOB TENSÃO COM ESCOLHIDOS POR BOLSONARO

"Além da falta de recursos, esses novos dirigentes — chamados de “interventores” pelos críticos — têm problemas para aprovar projetos, diante da forte oposição interna. O Estadão conversou com mais de 20 professores, alunos e dirigentes de dez instituições federais ao longo de três semanas. Muitos, por medo, pediram para seus nomes não serem divulgados. Os reitores que responderam aos questionamentos da reportagem negaram as denúncias. Procurado, o MEC não se manifestou."

Blog: Como caminham as coisas na terrinha ? Outros tempos: Não aconteceram poucas vezes, convites do Reitor Renato Nunes para conversar sobre a nossa Escola. Outros tempos, antes deste ex-aluno, segundo os críticos, virar comunista.

Viver é Perigoso

NÃO PROCEDE



Não procede a informação que o discurso a ser feito pelo Bolsonaro na abertura da 76ª Assembleia Geral da ONU, tenha sido escrito pelo Sr. Michel Temer.

Na última sexta-feira (17), o presidente disse a apoiadores que pretende apresentar em sua fala a "realidade do que é nosso Brasil" e prometeu "verdades".

O discurso de abertura, tradicionalmente, é feito pelo representante do Brasil, desde 1955.

Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO



Tomou o barco em Brasília, aos 89 anos, o itajubense Luís Fernando Faria de Azevedo , filho de João Ribeiro de Azevedo e de Ana Faria de Azevedo.

Realizou o curso secundário no Colégio de Itajubá, concluindo-o no Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal. 

De volta a Minas, formou-se, em 1957, em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Minas Gerais (UCMG). 

Iniciou a carreira política em outubro de 1958, ao eleger-se vereador em Itajubá. Empossado no cargo em fevereiro seguinte, exerceu a presidência da Câmara Municipal durante o mandato. Em 7 de outubro de 1962, elegeu-se Deputado Estadual.

Durante a legislatura estadual, licenciou-se de 2 de fevereiro a 15 de agosto de 1966, quando ocupou a Secretaria do Interior e Justiça de Minas Gerais no governo Israel Pinheiro (1967-1971). 

Reconduzido à ALMG no pleito de 15 de novembro de 1966, desta vez pela legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de apoio ao regime militar instaurado no país em abril de 1964, exerceu o mandato até janeiro de 1971. 

No pleito de 15 de novembro de 1974, obteve a segunda suplência de deputado federal por Minas Gerais pela legenda da Arena. Foi convocado a assumir o mandato em 12 de maio de 1975. 

Ainda em 1979, passou a integrar a assessoria do vice-presidente da República, Aureliano Chaves, tornando-se nesse mesmo ano subchefe do gabinete da Vice-Presidência na Câmara dos Deputados. Exerceu esse cargo até 1984. 

Foi chefe da consultoria jurídica do Ministério das Minas e Energia e advogado da Eletrobrás. Meses depois tornou-se assessor parlamentar da estatal, cargo que desempenou até 1991, quando se aposentou.

Assessor da liderança do governo na Câmara dos Deputados entre 1991 e 1992, nesse mesmo ano tornou-se chefe de gabinete do ministro das Minas e Energia, Paulino Cícero, ocupando esse cargo até 1994, ano em que se tornou professor de direito administrativo do Centro de Ensino Unificado de Brasília.

Em 1995, foi eleito para o conselho de administração da Eletrobrás, reelegendo-se em 1997. 

Casou-se com Teresa Cristina de Azevedo, com quem teve seis filhos.

Viver é Perigoso

SUBINDO

 


Viver é Perigoso

sábado, 18 de setembro de 2021

VIVER É PERIGOSO



Estivesse ainda entre nós, diria a minha amada Vó Virgínia, em sua casa no Morro Chic, é claro:

- Meu filho, estamos nos fim dos tempos.

Diz Regina, protagonista do livro "A Extinção das Abelhas", situado em 2030, escrito pela gaúcha Natalia Borges Polesso. Uma história brutal sobre uma mulher, um gato e um mundo em colapso.

"O mundo está entrando em colapso por uma série de questões e a situação, aqui, é mais séria. Primeiro a comida fica cara. Depois podre. E então não há mais nada para comer - nem remédio, nem dignidade. A violência aumenta. Civis vigiam uns aos outros, milícias cuidam da segurança particular. Os ricos fogem nos últimos aviões. Não há mais noite e dia. Só dia. O fim do mundo não chega de uma hora para outra. Os sinais estão aí, nós é que não percebemos. A gente pensou que daria um jeito. Isso é bonito e é tão triste."

Aqui e hoje, lendo o noticiário. 

Um grupo de 140 brasileiros foi apreendido pela Patrulha de Fronteira Americana. A brasileira, técnica de enfermagem, de Rondônia, com 49 anos, Lenilda Pereira Oliveira dos Santos, foi encontrada morta na última quarta-feira (15) no deserto de Deming, no Novo México. Ela tentava entrar ilegalmente nos Estados Unidos, mas foi abandonada pelo grupo que tentava atravessar a fronteira.

Após horas caminhando depois cruzar a fronteira americana, a mulher sentiu-se mal diante do calor e do sol forte e percebeu que não conseguiria mais continuar. O restante do grupo decidiu seguir, mas prometeu voltar para resgatá-la – o que nunca aconteceu. 

A perícia determinou que a causa da morte foi a exposição prolongada ao sol, sem água ou alimento.

Também hoje, disse a cozinheira Irene Moreno, moradora em Sorocaba :

- A carne de vaca perdeu vez em casa. Depois o porco e em seguida o frango. Chegou a vez dos pés de frango. Mais ao alcance do bolso, mesmo passando de R$ 10 o quilo. Faz bem para os ossos e melhor ainda para o bolso. A moela está mais em conta, a R$ 9,80/kg.

Melhor nem pensar.

Viver é Perigoso

E O BILAQUINHO, HEIN ?

 


Deu no Itajubá Notícias:

Em uma entrevista na tarde desta sexta-feira (17), o ex-prefeito Rodrigo Riera antecipou suas pretensões políticas para 2022:

" Sou pré-candidato a deputado federal", afirmou. Rodrigo disse que foi procurado por diversos partidos, mas ainda não definiu por qual será candidato. "Estamos aguardando a reforma eleitoral", declarou.

Blog: Taí um bom candidato. Interessante ele colocar em dúvida o partido pelo qual se lançaria, uma vez que o seu nome funde-se com o do MDB. Mas pensando bem (ou mal), há séculos que se aproximou do DEM (BPS e Bilac).  O time vai se definindo: Bilaquinho para Senador, Rodrigo Riera para Federal, Dr. Bob para deputado estadual, Zema para o governo mineiro e quem disputar com Lula a Presidência.

Candidato a federal, logicamente, precisará dos votos da micro-região, que foi prejudicada e lamenta, por demais, o fechamento do pronto-socorro da nossa Santa Casa de Misericórdia, face ao rompimento provocado pela prefeitura municipal, desde o inicio do governo de Rodrigo Riera em 2012. Aliás, com a presença ao seu lado do atual prefeito Christian e do Vice Baracho.

Ainda dá para corrigir o grave erro.

Viver é Perigoso 

DESENHANDO

Ninguém desconhece a existência de grupos organizados na internet, especializados em disparar movimentos para tentar "desqualificar pessoas". Os de extrema-direita, desde as últimas eleições, vêm trabalhando nisso. Devem compor os tais "gabinetes do ódio".

Pois bem, possuem analistas que indicam a antecipação de ações.

Não deu outra. Certos que homenagens aconteceriam no País pelos 100 anos do educador Paulo Freire, odiado pelo pessoal atualmente no poder, foram disparadas orientações no sentido contrário.

Logicamente, alguns orientados, são da terrinha e muitos deles, de uma forma ou outra, com alguma aproximação com o meio universitário. Devido a imagem do Professor Paulo Freire, reproduzida na Unifei, o local passou a ser considerado, pelos radicais, um muro de lamentações.

Muitos dos participantes e adeptos, provavelmente, nem sabiam quem foi Paulo Freire. 

Outros movimentos idênticos acontecem e acontecerão em todo o Brasil.

Para se ter uma ideia, antecipando o breque, em decisão liminar (16/9), a Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu o governo federal de "praticar qualquer ato institucional atentatório a dignidade do professor Paulo Freire"

A liminar proferida de forma provisória e em caráter de urgência - foi deferida pela juíza Geraldine Vital, atendendo pedido do MNDH (Movimento Nacional de Direitos Humanos).

Na ação, o MNDH argumentou que o governo federal realiza "movimentos desqualificadores" contra Paulo Freire, que recebe "ofensivas e injustificadas críticas". Lembrando, que o então candidato Bolsonaro, em 2018, ao falar sobre políticas educacionais e a necessidade de modernizar a gestão das escolas, falou em expurgar "a ideologia de Paulo Freire" da educação.

Na decisão, a juíza federal lembrou que a liberdade de expressão "constitui direito fundamental" para a "estrutura democrática do Estado Brasileiro", mas que ela exige responsabilidade "de cada um pelos abusos que cometer". "Quando há abuso de direito pela expressão que ameace a dignidade, tem-se violação capaz de liquidar a finalidade da garantia constitucional, desfigurando-a", Tendo isso em vista, "por evidenciada a urgência contemporânea à propositura da ação, aliado ao perigo de dano e risco ao resultado útil do processo", a juíza Geraldine deferiu a liminar em favor do MNDH e contra a AGU.

Viver é Perigoso

ENQUANTO ISSO

 

Viver é Perigoso