sábado, 24 de abril de 2021

390 MIL CANCELADOS

 


Viver é Perigoso

TÉDIO - TORCEDOR DO FLAMENGO

 Viver é Perigoso

VIRANDO CHATICE

 Com time misto, Flamengo vence o Volta Redonda e conquista a Taça Guanabara. 

Viver é Perigoso



POIS É ...

Está confirmada a presença de uma das mutações do novo coronavírus em Itajubá, a variante P.1 de Manaus (AM). A confirmação ocorre após o encaminhamento de amostra de material altamente suspeito do município para a realização de estudo específico no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP), em parceria com o Hospital de Clínicas de Itajubá. O resultado mostrou mutações no material genético, confirmando a presença da cepa variante.

A confirmação da presença da variante P.1 em Itajubá, associada aos dados clínicos evidenciados pelos médicos do município, foi fator determinante para o aumento do número de casos de Covid-19 na cidade, principalmente no último mês de março, já que a cepa de Manaus está associada a uma maior taxa de transmissão, sendo cerca de 1,7 a 2,4 vezes mais transmissível que as cepas anteriores.

O tempo de hospitalização dos pacientes e a alta do número de óbitos em Itajubá, índices semelhantes aos da capital do Amazonas, também chancelam o resultado do teste e reforçam a presença da nova variante.

O município também solicitou ao Governo de Minas Gerais o sequenciamento do genoma completo do vírus SARS-CoV-2, mas ainda aguarda resposta.

ALERTA

A presença da P.1 de Manaus em Itajubá acende o alerta para a população redobrar os cuidados a fim de evitar a infecção pela nova cepa do coronavírus, especialmente por se tratar de uma variante ainda mais contagiosa e potencialmente perigosa.

Atente-se aos cuidados: pratique o distanciamento social, use máscaras, evite tocar olhos e boca e higienize as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%.

PMI

Viver é Perigoso

O IMPORTANTE É COMPETIR


Tenho um grande amigo morando em São Paulo, que sempre votou no Levy Fidelix, que tomou o barco hoje aos 69 anos.

Foi o dono do PRTB.

Imagino que na carteira profissional do Fidelix a profissão anotada seria de político.  Os dados podem não estarem corretos, mas ele foi candidato por doze vezes. Desde vereador, deputado estadual, deputado federal, prefeito, governador e presidente. Esperto, nunca se arriscou ao senado. Por alto, obteve durante a vida, acerca de 600 mil votos.

Nunca ganhou. 

O importante é competir.

Viver é Perigoso

CONVERSAS DE QUARENTENA


Depois do futebol, política é a atividade mais discutida no Brasil. No futebol, demoraram, mas concluíram que o melhor caminho para o sucesso é contratar um técnico estrangeiro. 
Hoje, dominam o mercado.
Desde o vencedor Jorge Jesus, passaram e andam por aqui, Hernan Crespo, Ariel Holan, Miguel Ramirez, Sampaoli, Bauza, Rueda, Osório, Ramon Diaz, Abel Ferreira, Coudet, Ricardo Sá Pinto e outros. 
Voltando à política, uma vez que existe um grande vazio de nomes sérios e de qualidade, muito pelo contrário, com a presença maciça de cabeças de bagre, "come e dorme", etc .
Não seria o caso de pensarmos em nomes estrangeiros para ocupar a presidência da República ?
Chegariam aqui sem rabos presos, sem compromisso com pastores donos de igrejas, sem ligação com corruptos recentes, sem contato com o centrão, sem conhecer generais.
Claro, poderiam trazer alguns assessores de grande capacidade.
Quanto será que custaria um contrato com a Merkel, com um Obama, já em final de carreira ?
Talvez o melhor nome, atualmente no planeta, seria  a Jacinta Ardern, da Nova Zelândia, que anda fazendo por lá um excepcional trabalho.
Quem sabe se a questão "desafio" não estimula alguém a vir dar um jeito nas coisas.

Viver é Perigoso

E O OSCAR VAI PARA ...

 

Viver é Perigoso