quinta-feira, 3 de junho de 2021

BEAU GESTE


A governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (3) os detalhes de seu plano para compartilhar pelo menos 80 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 com o resto do mundo até o final de junho, incluindo um plano específico para as primeiras 25 milhões de doses.

O Brasil será beneficiado por meio de doses recebidas através do consórcio internacional Covax Facility, aliança internacional coordenada pela Organização das Nações Unidas - ONU para acelerar o desenvolvimento e a produção de vacinas contra o novo coronavírus e garantir o acesso igualitário aos imunizantes.

O total de doses de vacinas que serão destinadas ao Brasil ainda não está claro – os EUA não informaram, separadamente, quantas unidades serão destinadas por país. O comunicado da Casa Branca, porém, diz que o país está no grupo que receberá 6 milhões de unidades por meio da Covax. 

Além do Brasil, essas unidades serão divididas por Argentina, Colômbia, Costa Rica, Peru, Equador, Paraguai, Bolívia, Guatemala, El Salvador, Honduras, Panamá, Haiti e outros países caribenhos, além da República Dominicana.

Entenda-se : "As vacinas e as quantidades específicas serão determinadas e compartilhadas à medida que o governo trabalhar por meio dos parâmetros logísticos, regulatórios e outros específicos de cada região e país".

Blog: Como o governo brasileiro tem mantido um relacionamento cordial e amistoso com os EUA e a ONU, a distribuição da ajuda deverá ser a mais justa possível. Repetindo: "Justa". 

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !


Há mais de 15 dias, o Sul de Minas tem registrado médias superiores a 10 mil novos casos de Covid-19 por semana. Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a região tem hoje uma taxa de 90,38% de ocupação dos leitos de UTI disponíveis, sendo que os destinados para o tratamento da Covid-19 estão com ocupação de 91,93%.

Conforme recomendação do Comitê Extraordinário Covid-19, divulgada nesta quinta-feira (3), o Sul de Minas terá mais restrições na onda vermelha do Programa Minas Consciente. A região foi considerada em cenário epidemiológico e assistencial desfavorável, o que aponta para um momento crítico da pandemia.

Conforme a decisão do comitê, essas regiões devem a partir de agora, adotar as seguintes medidas:

Proibição de eventos, de atrativos culturais e naturais;
Proibição de academias, clubes e salões de beleza;
Alimentação em Bares e Restaurantes - limitados até 19h; após este horário, apenas delivery, sem retirada em balcão.

ATENÇÃO: Apesar de ser a recomendação do Estado, cabe aos municípios que fazem parte do Programa Minas Consciente decidirem se adotam ou não as medidas.

Viver é Perigoso

ESTAMOS JUNTOS !

 



Apoio sugestão do meu amigo Edson Riera ( http://www.vivereperigoso.com/ )

Este país precisa de inteligência, serenidade, competência e acima de tudo, beleza!

Sponholz

Viver é Perigoso

DIAMANTE NEGRO

A Nestlé, a maior empresa de alimentos do mundo, reconhece em documento interno que mais de 60% dos produtos que comercializa - de chocolates e doces a cereais matinais e sorvetes -  não atendem aos critérios necessários para serem saudáveis e que algumas das categorias de bebidas e de alimentos que produz “nunca serão saudáveis, por mais que sejam renovadas".

A informação foi publicada na segunda-feira (31) pelo jornal Financial Times.

O comunicado oficial da empresa, após a revelação do relatório, afirma ainda que “uma alimentação saudável significa encontrar um equilíbrio entre bem-estar e prazer. Isso inclui ter algum espaço para alimentos de indulgência para satisfação, sem preocupação com valores nutricionais], consumidos com moderação”.

Viver é Perigoso

INATEL NA VANGUARDA


Depois de estar à frente das pesquisas que ajudaram a definir os padrões e requisitos para a implantação da 5ª geração de Comunicações Móveis (5G) no País, o Inatel confirma seu pioneirismo na área tecnológica e dá início às pesquisas em 6G. 

Junto à Rede Nacional de Pesquisa (RNP), a instituição está liderando o projeto pioneiro Brasil 6G, que conta com a participação de várias instituições de ensino e pesquisa nacionais e tem o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O projeto é dividido em várias frentes de pesquisa. “O Brasil 6G é um projeto nacional, que extrapolou as fronteiras do campus do Inatel e hoje acontece de forma distribuída em diversas outras instituições. Universidades federais do Pará, Ceará, Goiás, Rio de Janeiro, Santa Catarina, além da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), integram o grupo, que tem ainda a colaboração de universidades estrangeiras como a de Oulu, na Finlândia”.

Ele destaca também que embora seja uma continuidade das pesquisas sobre 5G, o novo projeto tem uma vertente muito mais inovadora, pois engloba estudos para uma rede que ainda não existe e tem uma série de aplicações bastante futuristas. 

O leilão 5G deve acontecer em julho. Espera-se, que mantido o prazo, todas as capitais brasileiras deverão ter já o 5G até julho de 2022.

DCM

Viver é Perigoso


LUANA PARA PRESIDENTE !

 


Viver é Perigoso

ELEIÇÕES 2022


 Viver é Perigoso