Translate

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

SÓ BLUES


Viver é Perigoso

OH ! MINAS GERAIS !



Minas Gerais registrou, ao todo, 2.478 candidaturas para os cargos de deputado estadual, federal, senador e governador,

Do total de candidaturas no Estado, 1.386 são para deputado estadual, enquanto 1.072 são para deputado federal. Já 10 candidatos vão concorrer ao cargo de senador e 11 ao de governador.

Viver é Perigoso

E O FITTIPALDI, HEIN ?


O ex-piloto Emerson Fittipaldi foi convidado para concorrer a uma vaga de senador pelo partido Irmãos da Itália (FdI), líder nas pesquisas de intenção de voto para as eleições de 25 de setembro, no colégio eleitoral da América do Sul.

A atual legislação italiana dá apenas uma vaga no Senado para o colégio da América do Sul e, historicamente, o candidato mais votado sempre é ligado à Argentina, onde o número de eleitores é maior.

Fittipaldi contou que hesitou inicialmente, mas acabou convencido por um telefonema da própria Giorgia Meloni, presidente do FdI e candidata a se tornar a primeira mulher premiê na Itália. 

O partido de Meloni nasceu de uma costela da extinta legenda pós-fascista Movimento Social Italiano (MSI), que havia sido fundada por egressos da República de Salò, o governo fantoche encabeçado por Mussolini e instituído nos territórios da Itália controlados pela Alemanha Nazista em 1943. Até hoje, o FdI exibe em seu distintivo a chama tricolor que simbolizava o MSI.

Viver é Perigoso

AGORA VAI !


O consórcio Infraestrutura MG, formado pelas empresas Equipav e Perfin, venceu o leilão de concessão do lote de rodovias do Sul de Minas. 

O leilão, que chegou a ser suspenso na semana passada, foi realizado hoje (17) na bolsa de valores de São Paulo. 

O total do lote leiloado inclui trechos das rodovias BR-459, LMG-877, CMG-146, MG-455, MG-295, MG-290 e MG-173. Estas rodovias cortam cidades importantes como Poços de Caldas, Andradas, Jacutinga, Monte Sião, Ouro Fino, Inconfidentes, Bueno Brandão, Pouso Alegre, Paraisópolis e Itajubá.

Viver é Perigoso

SEGUEM NO SACRIFÍCIO PELO POVO


Dos 77 deputados estaduais de Minas, 66 se candidataram à reeleição para a Assembleia Legislativa, número equivalente a mais de 85% dos parlamentares. Outros sete vão se candidatar a outros cargos eletivos, e quatro não disputam a eleição deste ano.

Entre aqueles que não vão concorrer nas urnas estão:

Agostinho Patrus (PSD). Ele preferiu se candidatar a uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. 

André Quintão (PT) concorre como vice-governador na chapa de Alexandre Kalil (PSD).

Cleitinho Azevedo (PSC) disputa o Senado

Virgílio Guimarães (PT) é primeiro suplente a senador na chapa do candidato Alexandre Silveira (PSD).

Outros quatro parlamentares mineiros na ALMG tentarão uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília. 

Bráulio Braz (PTB)

Glaycon Franco (PV) 

Guilherme da Cunha (Novo) 

Rosângela Reis (PL).

Também não estarão na disputa eleitoral os deputados:

Sávio Souza Cruz (MDB), 
Léo Portela (PL), que anunciou que vai se mudar para o exterior após o fim do mandato.
Celise Laviola (Cidadania).

Viver é Perigoso

MINAS MANDOU SEU SINAL

 


Zema descolou do capitão e viu-se vacinado

Começou ontem (16) a campanha eleitoral. Serão dias de tensão, sobretudo porque a pesquisa do Ipec (ex-Ibope) trouxe más notícias para o Jair. 

A pior delas veio de Minas Gerais. O governador Romeu Zema, ostensivamente descolado do presidente, tem 40% da preferência, contra 22% de Alexandre Kalil, que é apoiado por Lula.

O prefixo "Bolso", que já foi alavanca, parece ter se tornado um fardo. Isso foi percebido por candidatos que,mesmo tendo o apoio do capitão, evitam ser confundidos com ele.

Élio Gaspari

Viver é Perigoso

MATA !

 

Morreu hoje (17) em Brasília o Sr. Sebastião Rodrigues de Moura, mais conhecido como Major Curió. Mineiro de São Sebastião do Paraíso, estava com 84 anos.

O Major Curió, foi um dos militares responsáveis pela repressão à Guerrilha do Araguaia. É ex-oficial do Centro de Informações do Exército (CIE) e ex-agente do Serviço Nacional de Informações (SNI).

O próprio Curió realizou uma detalhada documentação da ação das Forças Armadas na repressão à Guerrilha do Araguaia. Em 2009, o coronel abriu parte de seus arquivos pessoais ao jornal Estado de S. Paulo e afirmou que o Exército executou 41 militantes. “Dos 67 integrantes do movimento de resistência mortos durante o conflito com militares, 41 foram presos, amarrados e executados, quando não ofereciam risco às tropas.

Tristemente lembrando, os irmãos Lúcio e Jaime Petit, da Nossa Escola de Engenharia e a irmãs deles, Maria Lúcia, foram assassinados no Araguaia.

Em setembro de 2012, ganhei e li o livro "Mata" - Leonencio Nossa - Cia das Letras - 443as. A partir de um perfil biográfico do Major Curió, conta a sua trajetória em forma de reportagem, pesquisa antropológica e reflexão política. 

Depois de muitos anos, em entrevista, o Major declarou:

"Queria ser militar porque queria defender a pátria, achava bonito. Alguns guerrilheiros tinham os mesmos ideais que nós. Mas nossos caminhos eram diferentes. Eu achava que o meu caminho era o correto. Eles achavam que o deles era o correto. Não eram bandidos, eram jovens idealistas”.

Viver é Perigoso

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO



"Ler é sempre uma translação, uma viagem, um ir embora para se encontrar. Ler, mesmo sendo normalmente um ato sedentário, leva-nos de volta à nossa condição de nômades. "

Antonio Basanta

Viver é Perigoso