quinta-feira, 15 de março de 2018

CINE PRESIDENTE - DOMINGO 16:15 HORAS



A felicidade não é tão cara
Nem foi um dia,
Custava apenas o preço justo
De uma meia entrada de cinema
De uma sessão de domingo
A das quatro da tarde
Do Cine Presidente, 
Anos sessenta e setenta
Regada a música antes dos filmes
Coisas do tipo “Os pobres de Paris”
Adoçadas pelas balas do seu Moyses
Repleta de flertes e conversas diversas.
O mundo se encerrava ali
Mas não começava ali,
Havia a ansiedade da espera.
Foi um pedaço da vida
De romantismo ingênuo
Doris Day, Jerry Lewis, Quo Vadis…
Roma era mais perto que o Morro Chic
Estava ali na tela.
O mundo lá fora era generoso
Os problemas não existiam
Os que existiam eram problemas dos outros
Depois do cinema o footing na praça
Radio City, picolé de côco queimado
A menina de vestido branco
De olhos negros tímidos e marcantes.
A felicidade estava presa ali
Esperando por nós, no próximo domingo
Triste alegria, o mundo mudou
O Presidente fechou
Os problemas dos outros agora,
Há muito são nossos.

Paulo Rennó

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: