domingo, 7 de março de 2021

A VOLTA


 Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

APENAS CONFIRMANDO
"A repórter Malu Gaspar mostrou que na “nova política” do bolsonarismo acontecem também golpes da modernidade, como a utilização de informações vindas do coração do governo para se ganhar um dinheirinho fácil no mundo do papelório.Às 17h15 de quinta-feira, dia 18 de fevereiro, terminou uma reunião no Palácio do Planalto. Dela participaram o presidente Bolsonaro e, por ordem alfabética, os ministros Augusto Heleno, Bento Albuquerque, Braga Netto, Luiz Eduardo Ramos, Paulo Guedes e Tarcísio de Freitas. Nela o capitão manifestou seu desconforto com o presidente da Petrobras.Às 17h35, uma mão invisível do mercado operou uma aposta de R$ 2,6 milhões na baixa nas ações da Petrobras. Passados nove minutos, outra, de R$ 1,4 milhão. Nunca haviam acontecido operações desse tamanho em tão pouco tempo. Às 19h (85 minutos depois da primeira aposta), Bolsonaro anunciou que “alguma coisa” aconteceria na Petrobras. Malu Gaspar mostrou que até as 17h15, quando terminou a reunião do Planalto, aconteceram 41 transações com algo mais de 2.000 apostas. Depois que a reunião terminou, em apenas 39 minutos foram negociadas 2,5 milhões de apostas.Quem conhece o mercado estima que o dono, ou os donos, da mão invisível embolsaram algo como R$ 18 milhões com a queda do valor da ação da Petrobras no dia seguinte".NOVOS TEMPOS(?) MESMOS MÉTODOS SÓ QUE MAIS SOFISTICADOS!