quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

TOMOU O BARCO

 


Tomou o barco Paolo Rossi Campeão do Mundo com a seleção italiana e carrasco do Brasil em 1982. O ex-jogador morreu ontem (9), aos 64 anos. 

Paolo foi quem marcou os três gols da vitória que eliminou a seleção brasileira, apontada como uma das maiores da história, daquele Mundial.

Aos 10 anos, José Carlos Vilella Jr. foi protagonista de um dos melhores momentos do jornalismo brasileiro. Na tarde de 5 de julho de 1982, no estádio do Sarriá, em Barcelona, o garoto foi clicado pelo fotógrafo Reginaldo Manente enquanto chorava a eliminação brasileira na Copa da Espanha.

No dia seguinte, seu rosto triste estampava a capa do “Jornal da Tarde”, na edição de maior tiragem da história de um dos mais importantes jornais de São Paulo. Somente a foto, ampliada, sem texto nenhum além da data da tragédia do Sarriá. 

A imagem ganhou o Prêmio Esso, láurea maior entre os jornalistas do país.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Dia triste para nós e para uma seleção espetacular.