quinta-feira, 5 de setembro de 2019

SOB A LUZ DE VELAS


Entende-se por soberba, a manifestação ridícula e arrogante de orgulho ilegítimo, que tem como sinônimos perfeito orgulho, presunção.

Conquanto presente na vida privada, na qual se manifesta em ridículas demonstrações de vaidade combinadas com a mediocridade, a soberba é encontrada mais frequentemente na vida pública, quando se projeta de forma agressiva, sem disfarces, sob a proteção do espírito de corpo, da vitaliciedade, do mandato, da toga.

E cruel saber que a guarda da Constituição, promulgada sob a proteção de Deus para instituir um Estado democrático destinado a assegurar a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, está nas mãos de ministras e ministros conduzidos pela soberba.

Almir Pazzianoto Pinto

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: