quarta-feira, 27 de maio de 2020

QUESTÃO DE OPINIÃO


A Manchete no site do jornal Itajubá Notícias não chega a assustar quem conhece a empolgação do prefeito municipal.

"Nestes 201 anos nenhuma administração sequer chegou próximo do que estamos fazendo. O maior investimento da história de Itajubá " 

Imagino que o Sr. Prefeito se referia a cobertura asfáltica que deve estar acontecendo em muitas ruas da cidade, inclusive onde eu moro (Felipe Pizzuto). Coisa rápida, aparentemente sem preocupações com águas pluviais, etc, passam jogando uma camada de massa asfáltica e um rolo vem atrás alisando tudo. 

Pisos históricos e trabalhados de pedras sextavadas ficarão à disposição para os estudos de futuros arqueólogos.  

Mas já está bom.

Tomo a liberdade de não concordar com "o maior investimento da história de Itajubá". Uma auto-exaltação pode parecer um pouco caso com a história e administradores dedicados e capazes, que estiveram na frente da prefeitura da cidade.

Não teria elementos para discutir o custo desse asfaltamento. Foi mencionado um total de R$ 35 milhões. Na Boa Vista (frente da Igreja de São José) é mencionado o valor de R$ 11 milhões.

Recursos emprestados via Caixa Econômica Federal, que mesmo com prazos de carência, e juros subsidiados terão que ser pagos. Claro, que financiados com direito a retenção na fonte, em caso de inadimplência, dos recursos gerados pelo Icms e Ipi, que despencarão com a pandemia.

Sorte ou azar, que a conta cairá no colo dos próximos administradores a serem eleitos no final do ano (caso não ocorra o adiamento das eleições).

Encerrando, mais recentemente, foi excepcional o trabalho da Administração Dr. Pedro Mendes, construindo/reconstruindo, a rede de esgotos da cidade. 

Em tempo: Já fui consultado pela vizinhança se assinaria um abaixo-assinado para construção de quebra-molas na minha rua. Não disse sim e nem não. Muitas crianças ainda brincam na rua dos bairros.

Viver é Perigoso

5 comentários:

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador, são 35 milhões para as obras viárias de asfaltamento. São 111 ruas. 315 mil em média por rua. Dinheiro emprestado que serão pagos pelas futuras gestões.

Outro ponto interessante de abordar é o motivo para asfaltar a cidade inteira.
O asfalto faz as noites nas cidades serem até 5 graus Celsius mais quentes, segundo estudo da USP (Universidade de São Paulo), desenvolvido em 2013. Esse tipo de superfície tem a capacidade de guardar calor durante o dia e liberá-lo até aproximadamente 20h30, com isso o desconforto térmico nas vias perdura mais, o que aumenta o consumo de água, energia elétrica e o desgaste físico. O asfalto esquenta as massas de ar na superfície gerando o 'calorão' das noites, que vai diminuindo ao longo do período noturno. A solução para o problema é o aumento da cobertura vegetal das vias.
Além disso, o asfaltamento maciço das cidades deixa as vias impermeáveis. Com isso, é preciso um sistema de drenagem com funcionamento muito bom para evitar alagamentos, já que a água fica sem ter para onde escorrer no solo e o único caminho são os bueiros (o período das chuvas é só depois das eleições). O asfaltamento em massa de Itajubá está sendo feito sem respeitar nenhuma dessas variáveis.

Abraço



Edson Riera disse...

Marco Antonio.

Grato pelo esclarecimento. Com sua permissão irá para o "carta que recebi"

Abraço

Zelador

Anônimo disse...

Caro Zelador,

É preciso acrescentar a "estranha priorização" que está sendo feita, aparentemente, quanto menos se faz necessário mais rápido é feito o asfaltamento e onde de fato precisa o "trabalho" não chega. Já até li sobre abaixo assinado para não realizarem o asfaltamento, salvo engano, pelos lados da Vila Izabel. Pelo menos o trabalho tem sido feito pela cidade toda,ao contrário da iluminação por Leds (R$ 125 milhões e 25 anos)que até agora somente atendeu os "lados de lá".

Luciano

Marco Antonio Gonçalves disse...

Permissão concedida, zelador. Por favor, corrija a segunda linha. Dinheiro que SERÁ PAGO e não "serão pagos". Erro grotesco de minha parte.

Anônimo disse...

Eta ferro, se asfalta reclama se nao reclama, eu heim, assim nao da , vou reclamar pro presidente, q bosta, q m...ah ...kkkkkk