quarta-feira, 27 de maio de 2020

NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO


Na semana passada, Luciano Hang, conhecido como o "véio da havan" foi condenado pela Justiça de São Paulo a indenizar o reitor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Marcelo Knobel, em R$ 20,9 mil por danos morais após publicação de notícia falsa no Twitter.

Hoje, a Polícia Federal cumpre, na manhã desta quarta-feira, mandados de busca e apreensão no inquérito do Supremo Tribunal Federal que apura fake news e ataques contra ministros da Corte. Entre os alvos está o Sr. Luciano Hang, empresário lojista, apoiador do presidente Bolsonaro.

Juízo !

Viver é Perigoso

5 comentários:

Anônimo disse...

Empresário que se veste de verde / amarelo e prega nacionalismo, mas...
Coloca um estátua da liberdade na frente da loja "nacional" e vende um monte de produtos chineses...Gerando um monte de empregos lá na china.

Anônimo disse...

E no Brasil 22.000 empregos, sera q nao é bom? Eu heim

Anônimo disse...

Respeite o cara, gera muitos empregos é muito patriota!

Anônimo disse...

Se os produtos fossem brasileiros, gerariam 200.000!!! Ou mais.
Os 22.000 já existiam nas lojinhas de bairro, só trocou de lugar e o lucro foi para o Luciano.

Anônimo disse...

Olha so, se fosse um Americano ninguem zombava, agora ta no Brasil gerando empregos e uns babacas ficam ai zoando o cara, nao tem jeito, ,"brasileiro é bonzinho" eta povinho pobre....