quarta-feira, 14 de março de 2018

MESTRADO PROFISSIONAL EM ITABIRA


O campus da Unifei em Itabira foi credenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, para ministrar, a partir de agosto, um programa de mestrado profissional em rede nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos, o ProfÁgua.

Serão disponibilizadas 20 vagas para o campus de Itabira, de um total 296 existentes para todo o país, distribuídas em 14 universidades públicas (federais e estaduais). Em Minas Gerais só o campus da Unifei de Itabira terá essa pós-graduação (mestrado profissional) stricto sensu voltada para a gestão de recursos hídricos.

O curso terá duração de dois anos, com aulas presenciais nos fins de semana – o primeiro ano para fazer as disciplinas obrigatórias e eletivas. O seguinte para trabalhar e concluir a dissertação.As inscrições serão abertas nos meses de abril e maio. Podem se inscrever profissionais de diferentes áreas do conhecimento, desde que estejam atuando com gestão de recursos hídricos e meio ambiente.

Para o professor José Augusto Costa Gonçalves, geólogo, coordenador local do ProfÁgua, a escolha do campus da Unifei de Itabira para ministrar o programa de mestrado profissional é um marco em sua história. Afinal, trata-se do primeiro mestrado a ser totalmente gerido e ministrado no campus local.

Entre os fatores que pesaram a favor da escolha do campus da Unifei-Itabira, destaca-se a existência entre os seus docentes de profissionais multidisciplinares (geólogos, biólogos, engenheiros, administradores de empresa, químicos, agrimensores).

Pesou também a localização geográfica de Itabira, situada na bacia do rio Piracicaba, importante sub-bacia do rio Doce – e ainda por estar dentro de um dos maiores polos de mineração e siderurgia do pais. “Aqui temos reunidas as condições aplicáveis ao curso. E fizemos também muito bem o dever de casa.”

Viladeutopia

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Interessante. A 1ª engenharia hídrica do Brasil está aqui no campus de Itajubá. Será que não participou? Teria tudo a ver.

Edson Riera disse...

Tudo a ver -

Sei não...

Zelador