sexta-feira, 15 de maio de 2020

JUÍZO MOÇADA !


De forma equilibrada, explica o Pedro Gama:
Prefeitura de Itajubá recorreu da decisão, e pediu a sua suspensão enquanto corresse o recurso. O TJ-MG (em 2° instância), contudo, negou o pedido, mantendo os efeitos da decisão que determinou o fechamento de restaurantes, bares, igrejas, cultos, academias, parques e clubes na cidade.
Em termos de efeito prático, não devemos ter a reabertura pela via judicial tão cedo, visto que precisará pelo menos aguardar o processamento e julgamento do recurso.
A melhor solução me parece ser, neste momento, a que já deveria ter sido tomada pelo Prefeito desde o início da confusão: sentar com o Ministério Público para negociar um aditivo ao TAC, e aderir ao programa Minas Consciente, do governo estadual. Assumiu o compromisso, é preciso cumpri-lo.

Pedro Gama


Viver é Perigoso

3 comentários:

Anônimo disse...

É UM ABSURDO O SILENCIO INCOMPETENTE DA CDL E ACIEI. TBEM DA SECRETARIA DE INDUSTRIA E COMERCIO Q PARECE ACABOU? Nem vou falar dos vereadores, ta dificil vou!

Anônimo disse...

Vamos por partes..
1..o comercio não esta fechado .basta andar no comercio e vão constatar isso ...hj teve ate feira
2.As pessoas que foram protestar foram enganadas pois não consigo imaginar evangélicos protestando para abrir Bares
3.A culpa foi do prefeito em não cumprir o acordo que ele mesmo fez junto ao MP cdl etc.
Infelizmente o povo deveria primeiramente saber pelo menos pelo que esta protestando e com certeza posso afirmar o povo não sabia

Anônimo disse...

Foram enganados então?
Santa ignorância.
Agora nós trabalhadores vamos sofrer as consequências.
Pedro Gama avisou o que poderia estar aberto vai ficar muito mais tempo fechado por causa da decisão do tribunal que confirmou a decisão da juíza.

Acho que os que se sentirem prejudicados deveriam fazer um protesto contra os que fizeram a manifestação.
Vereadores, controlador, líderes de entidades e principalmente em frente aquele prédio bonito lá no parque.
Eu topo
E chamar a guarda municipal para nos proteger.