quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

LEMBRANDO DO GOLPE, COM ALEGRIA


Tá ruim, mas tá bom

Temos que, diariamente, dar graças pelo afastamento do desastre Dilma, que inclusive, ainda vagueia por aí passeando de bicicleta, de moleton, cercada por seguranças bancados pelo Estado e inevitavelmente, proferindo abobrinhas.

O IBGE informou hoje que a economia brasileira cresceu 1,1% em 2018 em relação ao ano anterior, A taxa é a mesma da que foi registrada em 2017.

Em valores correntes, o PIB alcançou no período R$ 6,8 trilhões. Já a renda per capita avançou, 0,3% (já descontada a inflação), para R$ 32.747.

O ritmo de atividade se manteve similar a 2017.

Sem ser pessimista de retrovisor, com Dilma e seus pessoal no poder estaríamos mais próximos da Venezuela.

Ave Temer !

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

O jornais estão jogando a culpa pelo PIB de 1,1% nas costas dos caminheiros, mas o real culpado foi o fantasma da candidatura do preso Lula. Qual empresário iria investir com a ameça da volta do preso. Durante todo ano a imprensa foi clúmplice publicando pesquisas que davão 120% de intenção de votos nas cidade escolhidas, mas o seu poste ficou com 30%. Quem falou a verdade os pesquisados ou os eleitores????

Edson Riera disse...

PIB -

Acho que o PIB de 1,1% foi até razoável face as incertezas do ano eleitoral. Levaremos tempo para remediar os estragos feitos pela Dilma. A irresponsabilidade do PT insistindo na candidatura de um condenado, pesou. Você tem razão.

Zelador