terça-feira, 15 de setembro de 2020

O QUE É ISSO COMPANHEIRO ?


Nas paradas com o documentário "Narcísio em Férias", polêmico para variar, vem em entrevista rever sua posição crítica aos regimes socialistas.

Caetano dizia que, ao contrário do que alegavam seus perseguidores na ditadura, nunca havia defendido as experiências socialistas. Mudou.

Hoje, diz não pensar mais assim, persuadido que foi pela obra de Domenico Losurdo.

Registrando: Domenico Losurdo (1941/2018) foi um filósofo italiano e um dos maiores pensadores dos estudos marxistas e da obra de Gramsci.

Losurdo foi um dos fundadores do Partido Comunista Italiano, onde foi membro do comitê central e militou até o final de sua vida. Crítico radical ao liberalismo, ao capitalismo e ao colonialismo.

Acessível nas livrarias o livro "Stalin: História e Crítica de uma Lenda Negra" - Domenico Losurdo, publicado no Brasil em 2010. 

Sua obra reconhece as violências do stalinismo, mas as justifica e as contemporiza, comparando-as com violências que teriam sido maiores na modernização capitalista. Apesar de toda a sinuosidade de seus argumentos, a nenhum leitor escapará, ao concluir o livro, que o autor busca de fato uma defesa da biografia política do ditador soviético e das principais decisões que tomou ao longo dos quase trinta anos em que esteve à frente do seu país. 

Pablo Ortellado, escreveu hoje na Folha de São Paulo: "Depois de denunciar com firmeza o autoritarismo da ditadura militar num depoimento oportuno, Caetano se rendeu à irresponsabilidade narcísica, incensando o stalinismo."

Blog: Informações da Net. Livro na fila para ser lido.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: