segunda-feira, 13 de abril de 2020

SANTA CASA FEDERAL DE ITAJUBÁ


O Prefeito de Itajubá, desde o início do seu primeiro mandato, talvez impossibilitado de influenciar diretamente na gestão da centenária Santa Casa de Misericórdia de Itajubá, colocou-a no "Index", em termos de recursos públicos. O Pronto-Socorro, sem alternativas, encerrou as sua atividades.

Fazer o quê ?

Hoje, num dos seus tradicionais pronunciamentos, teria confirmado que não pretende repassar a sobra de recursos da Câmara de Vereadores para a nossa Santa Casa, conforme pedido de conscientes vereadores. Aliás, o assunto, de forma oficial, não chegou ao Executivo. Antecipou-se e encaminhou um "nem pensar" ao presidente do Legislativo e companheiro de partido.

Fazer o quê ?

Alega o prefeito que a Santa Casa já teria recebido cerca de R$ 4 milhões do governo federal, vindos de emendas de deputados e senador. Não confirmou se foi recente ou o somatório dos últimos anos.

Fazer o quê ?

Mas ainda a respeito da antecipação da devolução dos R$ 500 mil pela Câmara Municipal, quer que aconteça sim, para comprar e distribuir cestas básicas. Um procedimento interessante em todos os sentidos: ajudaria os mais necessitados e marcaria também a participação e presença dos doadores.

Fazer o quê ?

É a vida...

Viver é Perigoso    

3 comentários:

Anônimo disse...

O pt ta ajudando colega, alias precisamos, e para la q vamos numa emergencia , fazer o que?

Anônimo disse...

Q bom, sera q tem respiradores la? Precisa pedir pro partido arrumar uns 100 pra la, pode precisar 🙏🙏

Edson Riera disse...

Respiradores

Esqueça partidos. Estamos falando de vidas.

Zelador