quarta-feira, 18 de março de 2020

NÃO DÁ PARA ACREDITAR


As empresas que compõem o Ibovespa perderam R$ 1,71 trilhão em valor de mercado em menos de dois meses, conforme levantamento do Valor Data.

No pico histórico de 119.527 pontos, atingido em 23 de janeiro de 2020, as empresas valiam R$ 4,07 trilhão. Hoje, o valor de mercado chegou a R$ 2,37 trilhões, quando o principal índice de ações da bolsa alcançou 66.895 pontos, uma queda no dia de 10,35%.

As empresas mais líquidas do Ibovespa foram as que mais perderam valor no período, como a Petrobras, que foi reduzido em mais da metade, em R$ 252,76 bilhões. Em 23 de janeiro, o valor era de R$ 398,25 bilhões e atingiu R$ 145,49 bilhões hoje.

Na sequência aparece Ambev, que perdeu R$ 117,37 bilhões em valor de mercado, e Bradesco, de R$ 114,06 bilhões.

Valor

Viver é Perigoso


Nenhum comentário: