sexta-feira, 8 de setembro de 2017

QUADRILHÃO DO PMDB NO SENADO


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou sob acusação de organização criminosa políticos do PMDB, entre eles a cúpula do partido no Senado: Renan Calheiros, Romero Jucá, Edison Lobão, Jader Barbalho e Valdir Raupp.

Além deles, foram acusados o ex-senador José Sarney e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro. 

Em nota, a PGR informa que eles foram denunciados sob acusação de "receberem propina de R$ 864 milhões e gerarem prejuízo de R$ 5,5 bilhões aos cofres da Petrobras e de R$ 113 milhões aos da Transpetro. A organização criminosa denunciada foi inicialmente constituída e estruturada em 2002, por ocasião da eleição de Lula à Presidência da República. Iniciado o seu governo, em 2003, Lula buscou compor uma base aliada mais robusta"

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: