quarta-feira, 13 de setembro de 2017

OH, MINAS GERAIS !


O vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, foi citado no relatório da Polícia Federal envolvendo a cúpula do PMDB em um esquema de corrupção. Segundo o mesmo inquérito que diz que o presidente Michel Temer recebeu R$ 31,5 milhões ao participar da “organização criminosa”, Andrade teria “posição de destaque” nos fatos investigados no episódio que ficou conhecido como "quadrilhão" do PMDB. 

De acordo com a investigação, Andrade atuou, quando ministro da Agricultura, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, na edição de atos do ministério para favorecer a JBS. Em troca, a empresa teria pago R$ 7 milhões em propina a integrantes do PMDB.

(O Estado de Minas )

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

Tá aí Zelador!

O PMDB é o câncer da política nacional e o vice mineiro é mais um amigo e "companheiro" do Rei dos Reis de Itajubá.Até aí nenhuma novidade, infelizmente...
Anseio pelo extermínio político dessas personalidades em 2018 e 2020! Estou contando os dias...

Mineirinho

Edson Riera disse...

Mineirinho,

O Brasil, ou melhor, o mundo todo sabe do estilo de atuação do PMDB. Toda a cúpula do partido, ou está na cadeia, ou sendo processado. O ex-governador do Sérgio Cabral é um retrato fiel do partido. Pior do que todos os outros agem assim.

Não serão exterminados, pois são muitos, milhões. Um político do interior, mesmo longe dessa urubuzada dirigente, deveria se desligar do partido. Não se admite se ter líderes metidos em falcatruas.

Zelador

Anônimo disse...

Ta louco Zé , dedligar q jeito , ligados já não conseguem nada , desligados morrem ! Um lambe o outro e sobrevivem assim como os petralhas e todos!!! Nojo

Edson Riera disse...

Nojo,

Quem tomar posição e sair de clubes de corrupção, serão valorizados pelo povo, que é o que interessa. Acabo de ouvir a 2ª denúncia contra o Temer. A cúpula do partido no governo está citada pelo desvio de mais de 500 milhões.

Zelador