quinta-feira, 24 de maio de 2018

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO


“Eu apalpo meu corpo, com minhas próprias mãos, e penso: Isto é o meu corpo! Ele não pode desaparecer! Isso não pode ser verdade!” O autor desta frase premonitória, Philip Roth, desapareceu na terça-feira, 22 de maio de 2018, num hospital de Nova York. Tinha 85 anos. Era, como muitos sabem, escritor; o maior escritor vivo dos Estados Unidos, até terça-feira passada, antes da hora final.

O livro onde deixou registrada aquela frase chama-se “O Animal Agonizante” (2001). É a história de uma moça que descobre estar com câncer, Consuela Castillo, namorada de seu professor (e narrador) David Kepesh: um velho de 65 anos apaixonado por uma garota de 24. Eis, então, o resumo de tudo, pelas lentes do amor: a ânsia por viver de um homem cheio de vida e receoso do fim, olhando para trás com um nó na garganta.

J.C. Guimarães

Viver é Perigoso

NOSSA ESCOLA - NOTA DE PESAR


Li hoje no site da nossa Escola, Unifei. Surpreso com a publicação. Concordando porém com todo o expresso. Aliás, bem oportuno. 

09 de maio de 2018

O caso do prédio que desabou no centro da cidade de São Paulo mostra que os verdadeiros invasores do patrimônio público são, de fato, não a massa de indigentes e desvalidos, mas o Estado, que, em todas as suas esferas, se esquiva de suas responsabilidades básicas e, por consequência, denigre a dignidade dos brasileiros mais desfavorecidos, pois que lhes são sistematicamente negadas as condições humanitárias mínimas de sobrevivência.

Graças ao atual modelo político vigente, parte significativa das legendas políticas das mais variadas tendências têm dado guarida a grupos que se alternam na prática da extorsão de nossas instituições e empresas públicas. Esse estado de coisas vai contra ao fato de que o Estado deveria ser, tão somente, o mantenedor das ações de cidadania por meio da educação e da saúde, assim como o executor de políticas sérias de segurança e justiça social.

O que se observa é, justamente, uma inversão desses valores constitucionais, com o Estado aliado à parte do partidos políticos e organizações variadas que, conjuntamente, nada mais são do que mercadores do sofrimento alheio. Situação abjeta quando observamos, por exemplo, segmentos privilegiados recebendo auxílio-moradia ao lado da omissão e do descaso na manutenção de verdadeiros depósitos de gente, nos guetos de muitas favelas e nos prédios abandonados. A trágica síntese de que o direito constitucional ao abrigo, à moradia é vilipendiado por aqueles que deveriam ser seus garantidores.

A queda do edifício do Largo do Paissandu é a “bola da vez”, e existem tantas outras que, daqui a pouco, cada uma delas vai ser obscurecida pela nova desgraça do momento.

O período eleitoral se aproxima e, mais uma vez, nossa instituição, assim como as demais, será obrigada a seguir regras de conduta sobre como deveremos nos conduzir nesse período. Pois fica aqui a reflexão de que talvez consigamos reduzir essa absurda insensatez coletiva que nos tem permitido substituir a razão pela emoção e pelo fanatismo se nos devotarmos à criteriosa seleção na escolha daqueles que nos governarão e legislarão.

Dagoberto Alves de Almeida

Reitor da Unifei

Viver é Perigoso

OS VISITANTES

Viver é Perigoso

quarta-feira, 23 de maio de 2018

ELA, NINA SIMONE



Viver é Perigoso

PANELA VÉIA FAZ COMIDA BOA ?


Sérgio Reis falou do peso da idade no "Programa do Porchat" desta terça-feira (22). O cantor, de 78 anos, enumerou os problemas de saúde que enfrentou nos últimos anos. 

"Ficar 'véio' é uma desgraça. Esse ano, eu já tive AVC hemorrágico voando, tive que operar o cérebro, operei tudo que você imagina. A última foi o fêmur. Tive que trocar a peça aqui", disse o músico apontado para o quadril. 

Diabético, ele também já passou por outros momentos delicado, como em março de 2012. "Caí do palco, trinquei nove vértebras, perfurei costelas".

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA



Viver é Perigoso

ICMS SOBRE A GASOLINA E O ÁLCOOL

Respectivamente, as alíquotas de icms que incidem sobre os preços da gasolina e do ácool. Sem mencionar as alíquotas dos tributos federais(PIS/PASEP, COFINS e CIDE). Minas Gerais está bem situada no icms sobre a gasolina, para felicidade do governo estadual e dos Srs. prefeitos. 

GO - 30%   25% 
MA -  28% 26%
MG -  31% 16% 
MS -  25% 25%
MT -  25% 25%
PA -  28% 26%
PB -  29% 23%
PE -  29% 23%
PI -  31% 19%
PR -  29% 18%
RJ - 34% 25%
RN -  29% 23%
RO -  26% 26%
RR -  25% 25%
RS -  30% 30%
SC - 25% 25%
SE -  29% 27%
SP -  25% 12%
TO -  29% 29%

Viver é Perigoso