domingo, 20 de maio de 2018

GAZA É AQUI !


O Blog www.aleivosiascomlimao.blogspot.com.br - editado com arte pelo Dr. Anselmo, publica uma fotografia atual sobre os nossos dias. Completa ausência de harmonia entre todos os setores, todas as classes. 

Um braço da minha família chegou em Itajubá em 1800 e alguma coisa.
Pereira Cabral.
Tem até nome de rua.
Pela genealogia dos Cabral (que está na internet), sou parente da cidade inteira.
Contudo isso não me conferiu o sentimento de pertencimento.
Sinto-me estrangeiro em Itajubá.
Sempre me senti.
Pertencer, pertencer mesmo, sou de Monte Belo, mas isso é outra história.
Voltando ao assunto...
Chegar primeiro não garantiu à minba família próxima patrimônio: são pessoas simples e dependentes do trabalho para viver.
De herança ficou um pedaço pequeno de terra no bairro Santa Cruz, que fica no começo da estrada da Estância.
Um pequeno pedaço de terra que vira e mexe se torna objeto de processo no fórum
(Ah... somos bons em brigar judicialmente por nada).
Pois bem...
Ontem estive lá na Santa Cruz para visitar um confrontante que queria falar comigo:
Toninho dos Santos.
82 anos.
Pessoa da mais alta estirpe.
Trabalhador rural aposentado.
Ele queria me vender 4 novilhas de qualidade e me recebeu contando causos do meu avô Zé Ansermo. Conta também histórias do Zé Cachoeira.
Ele não explicou: é notório pros lados da Estância e Pedra Preta conhecer o Zé Cachoeira, saudoso fazendeiro, inteligente e leal.
Salvo enganjo, Toninho dos Santos é genro do Zé Cachoeira.
Zé Ansermo, Zé Cachoeira e tantos outros que foram citados na conversa já morreram há décadas, mas eles contavam - no presente - que a amizade entre nós e nossas famílias era antiga e sólida.
Eu confio em Toninho dos Santos e - creio - ele confia em mim.
Onde quero chegar?
Esse tipo de sentimento nao existe mais em Itajubá.
Tenho a impressão que Itajubá inteira se odeia ou suporta.
Nenhum político (situação ou oposição) goza do mínimo de confiança.
Não existe o benefício da dúvida.
A pessoa diz "vou sair pra vereador" e já começa às pauladas.
Não que eles (políticos) mereçam aplausos incondicionais.
A questão é que é difícil escolher e ser governado por pessoas que a sociedade dúvida.
Se faz uma rua, o comentário não é "que bonito", mas "na certa comprou tudo antes em nome de um laranja".
Se o vereador quer trabalhar e fiscalizar o Executivo: "tá querendo candidatar a prefeito".
Se alguém demonstra admiração por outro, "puxa saco".
Nenhuma obra é elogiada.
Nenhuma crítica verdadeira é esclarecida.
Pois - para o itajubense normal - todos são indignos de confiança.
Difícil prosperar desunido deste tanto.
Itajubá se tornou parecida com a Faixa de Gaza: todos os lados são parentes, mas estão eternamente em briga por nada (ah... me lembrou a minha família de Itajubá).

Aleivosiascomlimão

Blog: Como escreveu certa vez, creio que o Millôr, "Os palestinos e os israelenses deveriam se reunir e resolver tudo como bons cristãos"

Viver é Perigoso

sábado, 19 de maio de 2018

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

PARENTE RECUPERA A EMPRESA


Em 2018 as ações da Petrobras acumulam valorização de 70%, o que mostra um valor de mercado superior a R$ 380 bilhões. A empresa obteve um lucro de R$ 7 bilhões no primeiro trimestre.

Com o executivo Pedro Parente na direção e claro, com os partidos políticos colocados na rua.

Viver é Perigoso

NÃO DÁ PARA ENTENDER


Não dá para entender. Preso em um congresso estudantil com 22 anos. Deportado do País com 23 anos. Com 25 anos voltou e viveu por 10 anos na clandestinidade no Paraná.

Após condenação no mensalão, conseguiu a liberdade.

Volta ordeiramente para a prisão, desta vez, com 72 anos de idade, para iniciar o cumprimento da pena de 30 anos.

Ou tem esperança na reversão da pena, ou entregou os pontos de vez.

Nada correto, mas seria entendível a sua fuga para Cuba, que certamente o receberia de braços abertos, onde viveria com sua esposa e filha de 7 anos. Recursos financeiros, certamente, não lhe faltarão.

Sei lá...

Viver é Perigoso 

BOA SEMANA


Animadora a página 39 da Veja desta semana:

Cinco sinais de que a economia voltou a patinar:


  • PIB EM QUEDA
  • DESEMPREGO EM ALTA
  • CONSTRUÇÃO CIVIL EM INÉRCIA
  • INDÚSTRIA EM RETRAÇÃO
  • SETOR DE SERVIÇOS EM BAIXA
Para completar, ainda na mesma página:

"Os endividados no Brasil somam, hoje, um recorde de 61.2 milhões, segundo a Serasa. A principal razão é a inadimplência no cartão de crédito. "

Estamos devidamente lascados.

Viver é Perigoso 

EXCESSO DE COMPETÊNCIA


Fomos contemporâneos do Manoel Zaroni na nossa Escola. Um profissional sucesso e já considerado um dos maiores dirigentes do setor elétrico mundial.

Para nós, o Mané - que rima com Maria da Fé - sua terra, foi eleito, na última Assembleia da estatal, para o Conselho de Administração da Eletrobrás.

Todos sabem que a empresa, por questão até de sobrevivência, encontra-se em processo de privatização.

Acontece que o Manoel Zaroni é também Vice-Presidente do Conselho de Administração da Engie, maior geradora privada de energia do País e interessada nos ativos da Eletrobrás.

Especialistas dizem que a presença do Zaroni no Conselho da Eletrobrás pode, por exemplo, suscitar ações de outras companhias que se sentirem preteridas nas negociações dos ativos a serem colocados à venda pela estatal.

Bom seria o Manoel Zaroni ficar só no Conselho da Eletrobrás e ajudar o Brasil a se desvencilhar desse trambolho.

(dados do Estadão)

Viver é Perigoso

QUEM SOLTA MAIS ?


Em Brasília, seguindo o Gilmar Mendes, Marco Aurélio dispara a soltar adoidado.

Clarin da Boa Vista

Viver é Perigoso

sexta-feira, 18 de maio de 2018

PRÁ PENSAR


Quando cair o teu inimigo, não te alegres, e não te regozije o teu coração quando ele tropeçar.

Provérbios 24:17

Viver é Perigoso