quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

LINHA DURA


A China anunciou nesta quarta-feira (20),logo após a posse do democrata Joe Biden, sanções contra 28 funcionários do governo do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, incluindo seu secretário de Estado, Mike Pompeo.

Em um comunicado, o ministério das Relações Exteriores disse que, nos últimos anos, “alguns políticos anti-China nos Estados Unidos, movidos por interesses políticos egoístas e preconceituosos contra a China, ofenderam o povo chinês e perturbaram seriamente” a relação entre Washington e Pequim.
 
Além de Pompeo, estão na lista o agora ex-assessor comercial Peter Navarro, o ex-conselheiro de Segurança Nacional Robert O'Brien, o ex-subsecretário para o Leste Asiático e Assuntos do Pacífico David Stilwell, o ex-secretário de Saúde Alex Azar, a ex-enviada na ONU Kelly Craft , o ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton e o ideólogo de extrema direita Steve Bannon.

Com a medida, esse grupo, assim como seus familiares próximos, fica proibido de entrar na China continental, em Hong Kong e em Macau. Além disso, também estão impedidos de fazer negócios com o país asiático, assim como qualquer empresa ou instituição ligadas a eles.

Blog: Em tempo, pela participação na luta armada durante a ditadura, principalmente pela participação, de uma forma ou de outra, no sequestro do embaixador Charles Elbrick em setembro de 1969, alguns brasileiros não podem entrar nos Estados Unidos. Um deles é o jornalista Fernando Gabeira.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois é parece que o negocio é tudo por dinheiro, liberando o 5g , tem vachina non....ah ...culpem o bolsonaro tem q negociar e baixar a cabeça...
Pobre Brasil