domingo, 15 de novembro de 2020

TIRANDO DA RETA



Antevendo o óbvio desastre da candidatura do Jilmar Tatto (PT), na eleição municipal de São Paulo, o condenado Luís Inácio Lula, fez o que mais sabe fazer e que se tornou sua especialidade: tirou o seu da reta. 

Declarou hoje:

 - "A decisão de não declarar apoio a Guilherme Boulos (PSOL), foi exclusiva do Gilmar Tatto. "

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Outra coisa que não enxergaram é o crescimento de uma nova esquerda acabando, graças a Deus, com o domínio do PT. E o desastre da direita em cidades grandes. O centro do espectro político parece ser o vencedor. No Rio Crivela apoiado pela família Bolsonaro caminha para a derrota. O vereador Carlos Bolsonaro teve 35% menos votos que em 2016 mesmo com o pai no poder.O DEM parece ser o grande vencedor nacional. Russomano (cavalo paraguaio) também apoiado pelo presidente em SP fica em 4º atrás de 2 candidatos de esquerda. Tomara que a virada centrista continue até 2022.