segunda-feira, 17 de agosto de 2020

MINAS - CHINA


Com o objetivo de estreitar as relações entre o Estado e a China, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vai promover, a partir de hoje, a primeira edição do Conexão MinasChina. O evento vai trazer uma série de debates e anúncios econômicos e diplomáticos entre o Estado e o país asiático.

A data foi escolhida em razão do Dia da Imigração Chinesa no Brasil, comemorado em 15 de agosto. 

Desde 2010, a China se destaca como o maior parceiro comercial do Estado, sendo responsável por 30% do que é exportado de Minas. A maior demanda é pelo minério de ferro. “Hoje, existe um debate polarizado em relação à China que atrapalha essa aproximação, e nosso objetivo é justamente desmistificar essa visão, porque nossos verdadeiros parceiros comerciais estão lá”, aponta o secretário.

Na programação do evento está o lançamento da Frente Parlamentar Minas-China, a primeira na ALMG visando fortalecer laços de comércio internacional. 

Uma pauta que deve ser defendida pela frente é a da inauguração de um escritório do governo de Minas na China. O assunto já tem forte adesão entre os empresários. 

A ideia é que o escritório de Minas seja aberto na província de Jiangsu. A casa deverá, em parceria com o governo federal, oferecer recepção a mineiros que estiverem no país asiático e precisarem de apoio, além de servir como ecossistema de integração entre os setores privados e públicos dos dois países.

Quem quiser acompanhar as transmissões a partir de terça-feira pode acessar o site da ALMG, no qual serão disponibilizados os links de acesso à plataforma Zoom.

Interessante:

Quinta-feira (20)

18h – Lançamento do Governo de Minas – Conexão Ásia, projeto de atração de investimentos voltados para o mercado asiático. Secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passallio, subsecretário de Promoção de Investimentos e Cadeias Produtivas, Juliano Alves Pinto

Sexta-feira (21)

13h – Lançamento do e-book: “Balanço dos Investimentos Chineses em Minas”.

Painel de fechamento do Conexão Minas-China

18h – Direito internacional, avanços e entraves na relação Brasil-China, com Thomas Law, presidente da Comissão de Relações Brasil-China da OAB, presidente do Instituto Cultural Ibrachina. Mediação: João Rafael Soares, vice-presidente da OAB-Nova Lima

20h – Catálogo de oportunidades Minas-China: catálogo digital com diversas oportunidades de negócios em Minas, voltado para os investidores e dirigentes chineses (edição em mandarim e inglês)

Blog: Poderia ser uma saída para a constituição de uma parceria para a retomada da construção do Labroratório de Extra-Alta tensão em Itajubá.

(O Tempo)

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: