quinta-feira, 9 de julho de 2020

PRÁ PENSAR


A aprendizagem acontece quando alguém quer aprender; e não quando alguém quer ensinar.

Roger Schawk

2 comentários:

Anônimo disse...

É meu caro nosso conhecido João Otávio Noronha presidente do STJ tirou o Queiroz do regime fechado para pressão domiciliar. Bons e caros colegas ajudaram . Se fossem aqueles casos de roubos com quantias insignificantes aqui citados outro dia com certeza seria diferente. Até aí pode ser justificável perante a lei dado a saúde do ex faz tudo da família Bolsonaro. Agora é no mínimo questionável dar prisão domiciliar para a mulher do homem sendo que ela NÃO está presa! Está FORAGIDA. A desculpa foi que ela precisa estar presente para cuidar do marido. Engraçado é que ela não estava na casa de Atibaia cuidando do cônjuge. Depois dessa decisão e de outras favoráveis ao clã, acho que a vaga com a aposentadoria do Ministro Celso de Melo no STF já tem um franco favorito. Se o Noronha não for evangélico vai se converter rapidinho para ganhar mais uns pontinhos. Enquanto isso Tófolli/ Aras continuam agindo contra a Lava Jato.causídico jurássico.

Edson Riera disse...

Causídico Jurássico

O Tóffoli segue eternamente grato ao PT. O lulistas têm mais ódio a Lava Jato do que ao governo Bolsonaro. Já o Noronha "amor á primeira vista" disputa com o Aras uma indicação para o STF. Amanhã cedo a esposa do Queiroz deve estar se apresentando para colocação da tornozeleira. Ficarão juntinhos em Atibaia.

Zelador