sexta-feira, 26 de junho de 2020

GENTE NOSSA


Como o pessoal já tomou conhecimento, João Otávio de Noronha, presidente do STJ - Superir Tribunal de Justiça, nasceu em 1956 em Três Corações. Foi funcionário do Banco do Brasil de 1975 até 1984. Em 1981 formou-e em Direito pela Faculdade de Pouso Alegre.
Em 1987 passou no concurso público para Juiz de Direito.

Opinião publicada hoje no jornal "O Estado de São Paulo" :

"Levantamento feito nas decisões do presidente do STJ, João Otávio de Noronha, aponta que o ministro atendeu aos interesses do governo do presidente Jair Bolsonaro em 87,5% das decisões individuais tomadas de 1º de janeiro de 2019 a 29 de maio deste ano.
Nas próximas semanas, Noronha vai ficar no comando do plantão do STJ durante o recesso de julho. Isso significa que eventuais recursos no caso Fabrício Queiroz, revelado pelo Estadão, podem ser analisados pelo ministro."

Num discurso recente, o presidente Bolsonaro, assim se referiu ao Ministro :

"Prezado Noronha, permita-me fazer assim, presidente do STJ. Eu confesso que a primeira vez que o vi foi um amor à primeira vista. Me simpatizei com Vossa Excelência. Temos conversado com não muita persistência, mas as poucas conversas que temos o senhor ajuda a me moldar um pouco mais para as questões do Judiciário. Muito obrigado a Vossa Excelência".

Pois é...

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: