terça-feira, 3 de março de 2020

OUTDOOR 2020


O pessoal há séculos na Administração da Cidade não brinca em serviço. São especialistas, com mestrado, doutorado e pós-doutorado em campanhas eleitorais.

Imagino, digo imagino porque certezas advindas do poder público local são privativas para os parceiros próximos.

Foi publicado hoje (3/3) o assinado entre a PMI e a empresa Pavidez Engenharia Ltda,  de Muzambinho, o contrato nº 010/2020, para prestação de serviços de obras de qualificação viária no município, no valor de R$ 11.785.336,44.

O vice-prefeito Christian (pré - candidato a prefeito pela situação) confirmou o investimento total no asfaltamento, de R$ 35 milhões.

Pelo visto, com financiamento com juros de 2% mais TJLP, com carência de 5 anos e prazo de 20 anos para pagar.   

Segundo comentários da internet, possivelmente, dentro de tal contrato, deverão ser asfaltadas 111 ruas na terrinha.

Isso mesmo. Cento e onze ruas, desde a histórica Felipe Pizzuto, na Boa Vista, é claro, até a Avenida BPS.

Onde está o "outdoor" ? Exposto durante a vigência do contrato de 7 meses, iniciando-se em março/2020 e terminando em outubro/2020. Coincidentemente, em ano eleitoral.

Todo, repetindo, todo o eleitor itajubense irá assistir obras impossíveis de passarem desapercebidas  e  sei não se não aproveitam para colocar placas " Desculpem o incômodo. Estamos realizando". Logicamente, constando com logo da administração.

Em priscas eras, quando o então Prefeito Rosemburgo Romano providenciou o asfaltamento do centro da cidade, os políticos de oposição diziam à boca pequena : " estão colocando um manto negro sobre a cidade".

Bom, tudo bem, desde que não venham só com a tradicional capinha asfáltica.

Ah ! recomenda-se que os candidatos à vereança, durante a campanha, portem uma caderneta para anotar os pedidos de quebra-mola.

É a vida...  

Viver é Perigoso

9 comentários:

Anônimo disse...

Interessante, aliás ABSURDO a quantidade de quebra molas, passarelas, lombadas, mata-burros so pode ser, na terrinha, agora taxao, pintura em cal, faixas de pedestres, e nenhum semafaro, ou lombada eletrônica, e chamamos a terrinhs de cidade tecnologica, bom pelo menos temos uns vereadores preocupados com cachorros, pombinhas, nome de rua, feriado, ah, bobagens, ja cansei, assim nao dá, vsmos ao pão e circo camarada!

Anônimo disse...

Fui um dos bobos que gritaram contra o asfalto no segundo mandato do Romano.
Ainda bem que arrependimento nao mata.
Quanto a manobra, RR joga bem.
Dificilmente perderá esta eleicao.
Só nao sei se Cristian é realmente o candidato da situacao.
Ha muitos rumores...
Abs
H. Finn

Anônimo disse...

Senhor Doutor Zela Dor!!

Vi esse filme nas eleições de 2000.
O então prefeito Chico, em seu segundo mandato, totalmente desgastado, fez o diabo, antecipou a renovação do contrato com a copasa, emprestou dinheiro e asfaltou diversas ruas, quase no dia da eleição. Até um circo ele comprou.
De nada adiantou, perdeu a eleição de forma acachapante.
Vinte anos depois, um personagem, que fez parte daquela eleição estará presente nessa de 2020.
Veremos o resultado!!

Edson Riera disse...

H. Finn

É uma medida quase inevitável. Penso que fica até mais em conta. Quanto ao candidato do prefeito, escutei uma conversa ontem que o nome pode ser outro. Uma autoridade jubilada.

Zelador

Edson Riera disse...

Veremos o resultado -

Um engano seu aí. O Chico foi reeleito em 2000. A oposição na época, que veem a situação hoje, aprontou uma confusão danada e o BPS de candidato a prefeito deu lugar para o Nando salomão. Em 2004 o candidato foi este que escreve e teve quase 15 mil votos, que proporcionalmente hoje, dado o quadro de eleitores seria um número apreciável. O eleito foi o BPS, então, candidato pela 4ª vez.

Os tempos são outros.

Zelador

Anônimo disse...

Verdade zelador. O que ele fala que aconteceu em 2.000 foi em 2004. Dizem que esse pessoal que está no poder foi responsável pela cassação do BPS em 2.000 na véspera da eleição. Sempre com os mesmos bons advogados. Depois em 2004 apoiaram BPS.Sempre (in)coerentes.
Sobre os seus 15.000 lembrei que no primeiro mandato o atual foi eleito com algo próximo disso. Como na época você era quase um neófito na política foi realmente uma boa votação.
Os correios estão distribuindo um ótimo jornal de prestação do contas do Marcelo onde são expostas entre outras coisas do seu excelente mandato, as denúncias apresentadas ao MP. Coincidentemente com os carnês do IPTU onde está logicamente estampada uma foto do parque. cidadão preocupado

Anônimo disse...

Pois é...agradeca ao Chico por tudo q esta ai hoje e amanha, deu ruim.

Anônimo disse...

Senhor Doutor Zela Dor.

Em meu comentário das 06:45,onde se lê 2000, leia-se 2004!
E quanto ao votos que Vs. Excelência obteve são votos do Chico embora ele não tenha sido candidato, e comprados a peso de ouro, diga se de passagem, foi uma das eleições mais caras da história da terrinha. Tiãozinho estava lá e estará agora em 2020.

Veremos o resultado

Edson Riera disse...

Comentarista Sofrido

Bom, já sabemos perto de quem você está. E estão no poder. São poucos os que chamam o Sebastião de Tiãozinho. Primeiro, você é antigo. Segundo é próximo.
O Sebastião foi coordenador da campanha do Sr. BPS, eleito na ocasião. Eu nunca me senti derrotado. Aprendi e de imediato me afastei da política partidária. Poderia insistir como quase todos fazem. Participo da vida da cidade e sinto que tenho o respeito de muita gente. O Chico é sério demais para fazer rolos. Meu grande amigo até hoje. Não se tornou milionário com a política. Pelo contrário.
Mostre aí para o pessoal ao seu lado os seus comentários anônimos, tentando mostrar serviço. Às vezes pode pingar alguma coisa.
Mas... já se passaram quase 20 anos.

Zelador