terça-feira, 3 de março de 2020

DIA DA CRIANÇA


Em 1924, o deputado federal Galdino do Valle Filho lançou a ideia do Dia da Criança. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Em 1940, Getúlio Vargas instituiu um novo decreto, que criava uma nova data de comemoração, conforme o Artigo 17 do Capítulo VI: "Será comemorado em todo o país, a 25 de março de cada ano, o Dia da Criança. Por alguma razão, a data de 25 de março ficou apenas "no papel".

Somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data de 12 de outubro passou a integrar o calendário das festas comerciais.

Em Portugal, comemora-se no dia 1 de junho. A ONU registra o dia 20/11. Nos EUA no dia 1º domingo de junho.

Triste é saber a razão do Dia da Criança no Paraguai ser comemorado no dia 16 de agosto. No dia 16 de agosto de 1869, quando acontecia a trágica Guerra do Paraguai, na célebre batalha de Campo Grande (hoje como distrito Eusébio Ayala), ou como os paraguaios chamam, "Acosta Ñu" cerca de 20.000 soldados brasileiros lutaram contra aproximadamente 3.500 menores paraguaios.
A maioria eram crianças de no máximo 15 anos. A batalha durou 8 horas. A batalha, do lado brasileiro, foi comandada por Conde d´Eu, marido da Princesa Isabel.

Viver é Perigoso

6 comentários:

Anônimo disse...

A tristeza da guerra do Paraguai cabe ao povo paraguaio, que liderados por um louco, começou um conflito do nada e continuou com ele quando já nao tinha condicoes de vencer.
O vilao é Solano Lopes.
Na decada de 70, historiadores de esquerda revoltado com os militares, mudou o passado e o Brasil passou a ser o vilao.
Abs
H. Finn

Edson Riera disse...

H.Finn

Andei estudando o assunto há muitos anos. Continuo. As causas da guerra merecem maiores observações. Cansei-me de ser enganado com as histórias que contavam do Brasil. Busquei informações do outro lado. Foi um genocídio.
Penso diferente. A tristeza cabe também aos que não tiveram um pingo de compaixão.

Zelador

Anônimo disse...

Certíssimo, Zelador.
Mas - por amor ao debate - cito fatos da wikipedia.
Como começou o conflito: "O conflito iniciou-se com o aprisionamento no porto de Assunção, em 11 de novembro de 1864, do barco a vapor brasileiro Marquês de Olinda, que transportava o presidente da província de Mato Grosso, Frederico Carneiro de Campos, que nunca chegou a Cuiabá, morrendo em uma prisão paraguaia".
"Seis semanas depois, o exército do Paraguai sob ordens de Francisco Solano López invadiu pelo sul a província brasileira de Mato Grosso".
Nao resta dúvida sobre quem começou.

Anônimo disse...

"Solano López alimentava o sonho expansionista e militarista de formar o Grande Paraguai, que abrangeria as regiões argentinas de Corrientes e Entre Rios, o Uruguai, o Rio Grande do Sul, o Mato Grosso e o próprio Paraguai."

Ele começou uma guerra contra 3 países ao mesmo tempo.
Como estava mais preparado, quase conseguiu.
Depois que os ventos viraram contra, Solano Lopes continuou com uma guerra perdida.

Segue video: https://youtu.be/seOMhRBgc1s

Anônimo disse...

Ops...
Coloquei um video (bom) mas errado.
Segue o certo"
https://youtu.be/a4NRoFCtFFM

Anônimo disse...

Dizem que o envelhecimento da população paraguaia se deve a guerra e a matança dos jovens.