terça-feira, 31 de dezembro de 2019

FALTANDO UM CABO E UM SOLDADO


O Sr. Toffoli suspendeu hoje a resolução do CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados) que reduzia os valores do seguro obrigatório DPVAT a partir de a partir de 1º de janeiro.

Toffoli atendeu a um pedido da Líder, consórcio de 73 seguradoras que administra o DPVAT. Entre suas participantes estão empresas como AIG Seguros, Caixa Seguradora, Bradesco Seguros, Itaú Seguros, Mapfre, Porto Seguro, Omint, Tokio Marine e Zurich Santander.

Toffoli entendeu, em decisão liminar, que a resolução que reduzia os valores, publicada na última sexta-feira (27), foi uma "jogada" do governo federal para esvaziar decisão anterior do STF, que suspendera uma Medida Provisória do presidente Jair Bolsonaro que extinguia o DPVAT.

Sinceramente ? Judiciário, Executivo e Legislativo do País está um "balaio de gatos.

Viver é Perigoso 

2 comentários:

Anônimo disse...

To falando: 1 cb e 2 sds! Ja passou da hora🤬

Anônimo disse...

Executivo que legisla através de medida provisória. Legislativo que não legisla e só age sobre pressão política ou defendendo interesses próprios . Judiciário politizado e também legislador. Balaio da gatos é pouco. Foi parar no tribunal a questão do cercadinhos nas praias do Rio! o pedágio também!Segurança jurídica nenhuma. causídico analógico