sexta-feira, 8 de novembro de 2019

LIBEROU GERAL


Recolha as crianças. Feche os portões e janelas. Reforce as trancas. Evite circular em horas avançadas. Mude todas as senhas de acesso. Deixe as luzes acesas. Controle severo sobre imagens de televisão e sons de rádio. Fale baixo. 
Eles estão sendo soltos.

Viver é Perigoso


2 comentários:

Anônimo disse...

Outro dia foi publicado um número que mostrou o aumento da desigualdade no Brasil.Chocante! Mas nos 2 últimos dias vimos que estamos longe de resolvê-la. Peguemos a justiça. Nada mais desigual. Com a última decisão do dito supremo surpreenderia se algum pobre será solto. Já os políticos e empresários pegos com a boca na botija........Grandes bancas de advogados continuam rindo a toa. observador da cena

Anônimo disse...

"De um lado, esse sistema prejudica pessoas que, mesmo após terem seus direitos reconhecidos por juízas e tribunais, chegam a aguardar décadas pela manifestação de um tribunal superior ou do próprio Supremo Tribunal Federal, para receber o que lhes é de direito. De outro lado, o sistema permite que a aplicação da pena daqueles que já foram condenados em primeira e segunda instâncias possa ser procrastinada, favorecendo a percepção de impunidade e muitas vezes incentivando a vingança privada." Oscar Vilhena
Esse é o nosso sistema jurídico cheio de recursos. Ou mudamos isso ou...... Ass. causídico analógico ou melhor, jurássico