terça-feira, 30 de julho de 2019

FESTIVAL DE BESTEIRAS


"Hoje em dia ninguém é bonzinho de graça"

Sérgio Marcus Rangel Porto, simplesmente, Sérgio Porto, ou melhor, Stanislaw Ponte Preta. Cronista, escritor, radialista, comentarista, teatrólogo e humorista. Carioca de 1923 e que tomou o barco com apenas 45 anos.
Um gênio gozador. Em 1966 publicou o primeiro livro de uma série de três - Febeapá - Festival de Besteiras que Assola o País.

Caso ainda estivesse entre nós, o que seria muito bom, certamente, só a observação dos primeiros 7 meses de 2019 o levaria à publicação de um robusto volume sobre o festival de besteiras que assola o país.

O besteirol exposto vem de Ministros Superiores, políticos de todos os naipes, comentaristas e pasmem !  Até de participantes da internet. Produção impar.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Já tivemos ditadores como Getúlio Vargas, Médici e Geisel, que ordenaram ou pelo menos toleraram crimes muito mais graves do que Jair Bolsonaro jamais cometerá, mas nenhum deles se revelou um ser humano tão detestável quanto o atual presidente. Falta ao chefe do Executivo aquela decência mínima, que nos faz reconhecer o próximo como um semelhante.
Hélio Schwartsman na Folha

Anônimo disse...

Ai que saudades do Temer!