terça-feira, 25 de junho de 2019

SE FOR VERDADE...


O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (Centrão), disse ontem (24/06) sobre  as mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil:

"Se forem verdade, o ministro Sergio Moro ultrapassou o limite ético ao se relacionar com os procuradores da Lava Jato enquanto era juiz do caso em Curitiba. Em sendo verdade, são muito graves. Muito graves. Ultrapassou o limite ético. Não era para ter tido conversa naquele nível. Se isso for verdade, terá um impacto grande em relação a procedimentos.  Se fosse um deputado ou um senador (no lugar de Moro), ele já estava cassado, preso e nem precisava provar se tinha hacker ou não”.

Blog: Senador do Centrão, em todas as sua frases nesse pronunciamento, registra "se for verdade". Como presidente do Congresso, agiu irresponsavelmente dando crédito a gravações ilícitas, clandestinas e com intenção de prejudicar a Lava-Jato. Jogada ensaiada para tentar livrar e facilitar a vida dos colegas. 

Pobre comparação (se Moro fosse um deputado ou senador). O Senhor Alcolumbre, em 2017 votou contra a cassação do Aécio Neves no Conselho de Ética do Senado - caso da gravação telefônica (comprovada) acertando um pagamento com o dono da JBS.

É a vida, em Brasília, claro.

Viver é Perigoso   

Um comentário:

Anônimo disse...

Amigo e cria do Onyx...
colega de 87