quarta-feira, 3 de abril de 2019

ENQUANTO ISSO


Lamento, mas entre assistir ao Paulo Guedes na Câmara Federal e a CPI dos Pronto-Socorros na Câmara Municipal, venceu a primeira opção, porque sem a reforma previdenciária a luta por aqui será quase impossível.

Resumindo sobre o pouco que assisti da CPI, com participação atuante dos Vereadores Cleber e Zambrana. Cada vez fica mais clara a estapafúrdia atitude do Prefeito Municipal em romper com a Santa Casa de Misericórdia de Itajubá.

Como em todas as CPI´s que aconteceram e acontecem por esse Brasil afora, a luta daqueles no poder será pelo esvaziamento. Tática manjada de esticar prazos e eliminar o foco. 

Nada disso precisaria estar acontecendo.

Pura tentativa de manifestação de força. E pior...como voltar atrás ?

Sem chances, considerando o jeito turrão de ser.  Exceto se os sérios dirigentes atuais da Santa Casa se afastarem e ser aberta a possibilidade do Chefe do Executivo indicar seus sucessores. O pagamento dos R$ 160 mil mensais voltaria de imediato, talvez até com o arredondamento para R$ 200 mil.

Estamos lascados.

Viver é Perigoso   

4 comentários:

Anônimo disse...

Senhor zé Lador!
Se quiser entender quais são os planos do Tião Riera para a nossa Santa Casa,é só pesquisar o que aconteceu com a Santa Casa de algum Município, depois que ela fechou totalmente.

Edson Riera disse...

Totalmente -

O Prefeito é o Rodrigo.

Zelador

Anônimo disse...

Quando Cleber faz uso da palavra citou o lei que para romper com a Santa casa deveria passar pelo Conselho de saúde .mas para que mesmo serve o Conselho da saúde mesmo ???

Edson Riera disse...

Conselho da Saúde -

Sua provocação deu um post "E AGORA ? "

Zelador