quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

VIDA DURA DE OPOSIÇÃO


Salvo raríssimas exceções, os petistas/esquerdistas bateram em retirada na rede social. Começaram a aplaudir entusiasticamente o governo há dezesseis anos quando ainda não existia essa movimentação toda na internet.

Esquentaram e desgastaram as palmas das mãos.

Tirando o episódio do impeachment da Dilma, ocasião em que resmungaram um pouco, só agora estão iniciando a prática da oposição. Ainda sem jeito pela falta de experiência, o que tem levado alguns deles a postagens mais agressivas.

Outros, mais preparados e experientes, têm pego de leve, cutucando com ironia e numa torcida intima para que os governos eleitos, estadual e federal, deem com os burros nágua.

Lenta e gradualmente andam até se esquecendo do Lula. Sentem-se órfãos e sem nenhum nome para acompanhar. O Haddad foi um acidente.

Na certa, para todos aqueles que gostam das coisas corretas, a vigilância exercida pela esquerda é uma boa. Estão atentos  ao comportamento das equipes governistas. Consultam o passado, acompanham o presente e se colocam na expectativa quanto ao futuro.

Como viveram esses longos dezesseis anos comungando a cartilha dos olhos fechados para com os  desvios dos recursos públicos, levarão um tempo para distinguir o certo do errado.

Com o tempo se sentirão mais confortáveis na oposição.

Viver é Perigoso

 

Nenhum comentário: