segunda-feira, 1 de outubro de 2018

VENTOS DE GUERRA


O ministro Ricardo Lewandowski autorizou a imediata entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão para o jornal Folha de S.Paulo.

“Reafirmo a autoridade e vigência da decisão que proferi na presente Reclamação para determinar que seja franqueado, incontinenti, ao reclamante e à respectiva equipe técnica, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de áudio, vídeo e fotojornalismo, o acesso ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a fim de que possam entrevistá-lo, caso seja de seu interesse, sob pena de configuração de crime de desobediência, com o imediato acionamento do Ministério Público para as providência cabíveis, servindo a presente decisão como mandado”

Lewandowski

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Tóffoli mantém a decisão de Fux. Tá parecendo aquele episódio da soltura do Lula. Um manda soltar, outro diz que não cumpre e o presidente tem que intervir. Que a entrevista tem objetivos eleitorais não resta dúvida, mas lascados e pouco com essas desavenças.

Edson Riera disse...

Desavenças -

Ministros leais aos padrinhos. O fim da picada.

Zelador