quinta-feira, 11 de outubro de 2018

O VIVALDINO


Discordo quando dizem que o Lula é um cara inteligente. Se fosse, não teria nomeado a Dilma presidente, apoiado a sua reeleição e carregado o Temer de vice. Trata-se de um sujeito muito vivo e que só pensa nele. 

Mesmo na cadeia e ciente de que não participaria das eleições como candidato, optou por jogar o petismo às feras. Seu partido se chama lulismo.

Poderia muito bem, observando o momento vivido pelos país, incentivado uma composição com o Ciro Gomes, com esse saindo para presidente e com um vice do pt. Mais chances de conseguir sucesso.

Vivo como é, está apostando no quanto pior melhor. No seu pensamento, uma administração Bolsonaro tem tudo para não dar certo. 

Bolsonaro teria enormes dificuldades para aprovar no Congresso as reformas, absolutamente necessárias. Encontrará um País dividido, com um STF rachado e comprometido. Com a mídia de esquerda pressionando e a sua retaguarda linha dura exigindo medidas, Bolsonaro poderia até não concluir o seu governo.

Com a crise batendo às portas, surgiria das manhãs nevoentas de Curitiba o salvador da pátria. O esperado messias. Viria para reconstruir o País... claro, a la Venezuela.

Era só o que faltava.

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: