quinta-feira, 26 de abril de 2018

NOSSA ESCOLA - CONTINUAÇÃO


Resumindo a nota publicada no www.viladeutopia.com.br, de Itabira, sobre o movimento dos universitários do Campus Avançado da Unifei, que desde há muito, não estão se dando bem com o Professor Dagoberto, Reitor da nossa Universidade.

Com a renúncia do Diretor e Vice do Campus, acontecido por divergências com a reitoria da Universidade, realizou-se o processo de escolha para os novos dirigentes. 

Como sempre aconteceu, aguardava-se a nomeação dos mais votados e primeiros colocados (diretor e vice) da lista tríplice submetida ao Senhor Reitor. Para surpresa de muitos, os nomes mais votados foram preteridos em favor dos colocados na segunda posição.

A decisão do Senhor Reitor vem provocando protestos da comunidade universitária. 

Recusando a pecha de ser autoritário com os estudantes, afirmou o Reitor da Unifei que o Campus da Unifei em Itabira só passou a votar em seus dirigentes com essa administração, ou seja, a partir de 2013.”

Consta do site: Sempre se manifestando através de notas, para o Reitor, as críticas que tem recebido são descabidas, inclusive de parte da imprensa itabirana. “Nos causa espanto o fato de mídias locais divulgá-las sem que haja um crivo sobre sua veracidade ou razoabilidade, com a apresentação de apenas uma única versão”, lamentou.

Prossegue o site, foi em um comunicado que o Reitor se posicionou politicamente, justificando a escolha da nova direção do campus local, o que só ocorreu um mês depois da consulta que definiu a posição dos candidatos.

Segundo ele, a sua decisão se deu pela “clara percepção de que aqueles que encabeçam a lista tríplice não têm, em absoluto, aderência alguma aos valores da atual gestão.” Diante dessa constatação, foi que ele não teve dúvida de que os professores escolhidos pela consulta pública se situam no campus oposicionista à sua gestão.

“De fato, se enquadram muito mais na atuação praticada na administração anterior à nossa, tanto é que se empenharam intensamente na campanha do candidato que compartilhou a direção da Unifei até 2012”, referindo-se à gestão do ex-reitor Renato Aquino a quem ele fez oposição, derrotando as chapas de seu grupo nas duas eleições passadas para a reitoria da Unifei.

Dagoberto repudia qualquer afirmação de que busca retirar as conquistas materiais existentes no campus de Itabira. “Até para corrigir falhas absurdas, como privar nossos alunos e servidores de um restaurante universitário, fica evidente que afirmações desse tipo denotam uma visão de tão somente caluniar a atual administração a qualquer custo”.

Registra o "viladeutopia" que no transcorrer das sucessivas crises que desde o ano passado vêm ocorrendo entre o professor Dagoberto, professores e estudantes, a reportagem deste site procurou ouvir, sem sucesso, o posicionamento da direção local e da reitoria.

Blog: Tudo explicado. Embora todos os participantes estivessem cientes das regras estabelecidas e que a palavra final seria do Reitor, esperava-se que posições eleitorais assumidas pelos candidatos em outras eleições não fossem eliminatórias. Isso sim, seria um processo democrático.  Criou-se um clima de animosidade difícil para todos, mais ainda, para os, certamente competentes, diretores nomeados.  

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: