sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

É A VIDA...


Partidos políticos no Brasil, há muito deixaram de significar alguma coisa boa, idealista, produtiva. Muito pelo contrário.

P -Trazendo o assunto para perto. O jornal espanhol El País, publicou na edição de hoje uma entrevista feita pelo Sr. Lula da Silva. Entre outras, esta:
P -  O senhor parece disposto a fazer alianças com partidos que apoiaram o impeachment.

RNós tentamos fazer as alianças políticas com partidos que não votaram no impeachment. Mas o partido também saberá se curvar em função da realidade regional. Cada Estado tem uma história. Como é que o PT vai romper com o PMDB de Minas Gerais se ele está no governo, apoia o Pimentel [governador petista] e brigou com o PMDB nacional? Não é questão de princípio, é de conjuntura política. Vamos construir, caso a caso, uma aliança política, porque não queremos apenas ganhar, queremos governar.

Que o Prefeito de Itajubá, do PMDB (atual MDB), sempre esteve em rota de colisão frontal com o governo petista do Estado e consequentemente, com o Deputado Estadual, nosso conterrâneo Ulysses Gomes, qualquer aluno do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, sabe.

Esta semana mesmo (e deve ser com razão), o Prefeito Municipal, fiel peemedebista, fez num jornal da cidade duras críticas ao governo petista do Estado, afirmando que o governador não está repassando recursos que são da cidade. Inclusive, pediu ajuda dos itajubenses para cobrar através de redes sociais (?) e telefonemas os nossos deputados (Ulysses Gomes/Odair Cunha) ligados ao atual governador para que pague nossos direitos. 

Quer dizer: como as decisões vêm de cima, tudo indica, que apesar das rusgas e beiços, os candidatos do PT e do PMDB estarão juntos em cima dos caminhões e caminhonetes de campanha. Veremos.

Há séculos os partidos não me interessam. Este ano, como nos outros, votarei em candidatos da terrinha. Em pessoas. Uma dobradinha Ulysses (Federal) e Dr. Ricardo (Estadual), em princípio, viria a calhar. 

É a vida...

Viver é Perigoso 

6 comentários:

Anônimo disse...

Vc sempre diz NÃO A REELEIÇÃO ?!!' Ah vá Zeledor...,

Edson Riera disse...

Reeleição -

Preste atenção amigo. Sou contra reeleição. Não votaria no Ulysses para Deputado Estadual. Seria reeleição. Estamos falando de Câmara Federal. Trata-se de outra eleição.

Zelador

Anônimo disse...

Me engana q eu gosto Zezinho; PETRALHA é PETRALHA em qquer lugar! Mas ...gsmbá cheira gsmbá . Taca lhe pau.

Edson Riera disse...

Taca-lhe pau -

Eu continuo separando pessoas de partidos. Muitos do PMDB, do PSDB, do PP, do PR, etc, se comportaram tal mal como muitos do PT.

Caso não exista mais esperança em pessoas estaremos definitivamente lascados.

Zelador

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador,

Acho que Ulysses e Dr. Ricardo deve ser mesmo a principal dobradinha na eleição de outubro para a região de Itajubá. O PT vai lançar o ex-prefeito de Poços Eloisio Lourenço para estadual e o Ulysses para federal, como representantes do Sul de Minas.
Entretanto, Ulysses e Ricardo ficaram próximos nos últimos anos e têm aparecido juntos algumas vezes. Acredito que informalmente, aqui para a região de Itajubá, Ulysses vai apoiar Dr. Ricardo, se descolando da candidatura do ex-prefeito de Poços e também da imagem do partido.
Como Ulysses tem votos e muitas cidades, não só do Sul de Minas, acredito que teremos dois itajubenses com chances de serem eleitos, como há muito não se via.

Edson Riera disse...

Marco Antonio -

Um abraço. Penso que o Dr. Ricardo seria um excelente deputado estadual. Tem afinada visão social. Tem plena condições de sair de Itajubá com mais de 20 mil votos. Teria que garimpar outros tantos na nossa micro-região. O apoio do Ulysses é fundamental.

Zelador