quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

GOVERNO MINEIRO VENDERÁ A METADE DA CODEMIG


Atenção, pois poderá ter implicações nos investimentos em estudo. Por exemplo, Siva Power. Se para melhor ou para pior, só o tempo dirá. Igual, não ficará. Em tempo, é o PT privatizando. Rasgaram a velha cartilha.

Deu no Estado de Minas :

"O governo de Minas conseguiu autorização do Legislativo para vender 49% da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig). 
O projeto de lei do governador Fernando Pimentel que abre o capital da empresa, transformando-a em sociedade de economia mista, foi aprovado pelo plenário da Assembleia em segundo turno, na noite de ontem (19). Basta agora a sanção do Executivo para o estado iniciar os procedimentos para colocar o capital da empresa à venda. 

Segundo justificativa do governo, a mudança na Codemig permite sua capitalização e a diversificação de fontes de recursos para serem investidos no desenvolvimento econômico do estado. “Em outras palavras, seria possível promover ainda mais projetos destinados ao bem-estar dos mineiros, mas com menor sacrifício aos cofres públicos”, diz Pimentel no texto.

De acordo com o projeto (PL 4.827/17), o estado é obrigado a permanecer com 51% do capital votante da Codemig e não pode tranferir o controle acionário da empresa sem autorização legislativa. 

A Codemig atua em três eixos: mineração, energia e infraestrutura, indústria criativa e indústria de alta tecnologia. Neles estão incluídos negócios com minério de ferro, nióbio, geração de energia termelétrica e fotovoltaica. Também estão nas áreas de atuação a busca de oportunidades para segmentos como moda, gastronomia e gemas, incentivo ao turismo, e materiais estratégicos como biotecnologia, semicondutores, tecnologia da informação e segmento aeroespacial." 

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Vamos privatizar tudo! Pois caso contrário estas estatais continuaram a serem u$ada$ pelos políticos ! Como sempre foram .

Edson Riera disse...

Como sempre foram -

Sou favorável as privatizações. Empresas privadas têm melhor gestão, não são cabides de empregos e miram resultados.

Zelador