quinta-feira, 5 de outubro de 2017

HÁ ALGO NO AR, ALÉM DE AVIÕES, COMUNICADOS E HELICÓPTEROS

Barão de Itararé
A jornalista Raquel Faria, publicou hoje na sua coluna do jornal de BH, "O Tempo". Muito sutil o título.

Versão Helibras

A Airbus Helicopters informa em nota não ter intenção de fechar a fábrica de sua unidade Helibras, em Itajubá. “Na condição de única fabricante de helicópteros da América Latina, o grupo reafirma seu compromisso com o Brasil e Minas Gerais, onde opera há 39 anos, e ressalta sua contribuição para o mercado de helicópteros, desenvolvimento e pesquisa, assim como a importância estratégica do país para seus negócios”, diz a nota sucinta.

Viver é Perigoso

6 comentários:

Anônimo disse...

Pois é Zezinho...eu fico pensando, tudo bem que ja perderam a CREIBILIDADE ha tempos, mas onde andam as entidades de classe, simmei, cdl, aciei, o reitor, o prefeito, os deputadinhos da terrinha, a imprensinha independente e mediocre, a camara e os 17 homens representatdes do povo, o secretario Bixsacô, a inovai que não vai, não seria o caso de se unirem, pegar um buzão e ir la tomar um cafezinho, comer um pão de queijo, trocar uma ideia, enfim, depois é tarde....ficarão ai com a cara lavada; ah...não deu....é assim mesmo; Claro tem uns ai torcendo para que ela bata as asas e va embora, é uma maneira de criticar; quanto pior melhor , tem jente assim infelismente e voce conhece e voce confia, né?
Sei não, é lamentável tanta bobagem, nem vale a pena falar nada.
Agora ca entre nois, estas notinhas ridículas da imprensa local e nas redes é de dar pena em ver o desespero em vender seus produtos, que maldade, que pequeno.

Indignado

Anônimo disse...


Zé,

Helibras?????

"Essas coisas só acontecem quando as pessoas, as entidades, o poder publico não se unem. A gente não tem união. Enquanto em Itajubá esse sentimento não aflorar, a gente vai viver numa cidade de merda em que a gente vive."

Parece que começou o processo DOMINÓ, em Itajubá!!!!


( O mais triste, não passa de meia duzia de pessoas causando este mal imenso na cidade, da mesma forma que no Estado temos uns 10 e na Federação esaatmos dependentes de uns 30 Vagabundos, azucrinando tudo, não é justo!!!)Um absurdo!

Xadrez

Anônimo disse...

Zelador,

É incrível o sentimento negativo que vc tem pela Helibrás. O que teria motivado essa raiva toda?!

Para quem um dia reduziu o futuro aeroporto a uma “simples pista de teste de helicópteros”, qualquer lágrima que vc verter em relação às dificuldades pelas quais passa a Helibrás, não será em nada diferente de uma lágrima de crocodilo. Quem sabe se vc não esteja até torcendo pelo pior. Não duvido nada.

Todas as vezes que vc postou alguma coisa sobre a Helibrás, sempre foi com viés negativo. É só ver o histórico.

Edson Riera disse...

Histórico,

Estive, sei lá quantas vezes, com o Comandante Bosco da Helibrás, em voos com o pessoal da aeronautica, infraero, e outros, quando simulavam condições de aterrissagem para aprovação da pista do aeroporto da cidade. Sabia ? Quem bancou o projeto (se não me falha a memória) foi a própria Helibrás. Sabia ? Na carta-compromisso firmada com o Estado, constando a expansão da empresa, o governo mineiro assumiu o compromisso de construir o aeroporto. Sabia ?. Sempre tive e ainda tenho grandes amigos na empresa, Sabia ?. Fui convidado e estive presente na inauguração do escritório/hangar da empresa no Campo de Marte. Sabia ? O blog não é jornal, é um cantinho de opinião pessoal e está aberto à críticas e comentários com posições diferentes. Sabia ? Em Itajubá, como no caso, criticam a pessoa e não a posição/ideia da pessoa.
Raciocine: No caso atual, defendo a jornalista que recebeu a informação de alguma fonte, comento a situação do mercado e pelos acontecimentos com outras empresas, tento alertar a Prefeitura. Tenho o direito. Sou cidadão.
Uma curiosidade que tenho e que não tenho resposta: Porque o projeto do Parque doado pela Helibrás ao município foi escanteado ? Talvez aí esteja a raiva contra a empresa, com têm com a Mahle, etc.
Nada de raiva contra-nada.

Zelador

Edson Riera disse...

Xadrez,

A palavra chave é essa: Harmonia. Como conseguir ? Trata-se de uma turbulência que ameaça se transformar da categoria de tempestade tropical para furacão categoria 5.

Às vezes penso que o blog tem colaborado para o aumento da intempérie. Logo depois, concluo que as postagens são críticas, porém pessoalmente dentro do nível de respeito exigido.

Não acontece só na terrinha. Está acontecendo no País e no mundo. Uma inquietação, uma insatisfação, uma vontade desenfreada de se expressar, uma busca pela transparência. Sei lá...

Zelador

Anônimo disse...

Pequeno.Se não fosse a rede social vc nem estava sabendo .outra coisa uma empresa com 500 funcionários para itajuba é essencial pois vive uma gestão miserável em geração de emprego ...Se fosse pouso Alegre nem preocupação traria.vejo alguns falando que a notícia é mentira e fapsa etc .
por causa de outra notícia de um subornado da empresa.a informação largou do Alto escalão. Então acredita naquele que achar melhor