quarta-feira, 6 de setembro de 2017

SEMANA DURÍSSIMA



Uma semana do mês mais bonito do ano, para se esquecer, Um amigo toma o barco muito antes do combinado e leva-nos a a pensar . No dia seguinte, uma amiga, após duríssima e longa luta, também foi chamada a embarcar.

Escrever o quê ? sobre o quê e prá quê ?

Semana da independência de quem ?

Gestos ditatoriais, com intervenções escolhidas a dedo, no comércio municipal.

Molecagem sob às vistas das mais altas autoridades jurídicas do País. Um absurdo de 51 milhões guardados em caixas de papelão e malas esgarçadas estocadas em um apartamento em Salvador, ao que tudo indica, de propriedade de um político ligadíssimo aos últimos governos federais. Dezenas de políticos citados mais duas vezes  pela PGR.
A mais importante figura dos governos petistas prestando depoimento e esclarecendo os absurdos dos absurdos das falcatruas que aconteceram no País nos últimos anos.

Viver ficou perigoso demais. 

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

Zezinho, o mais triste de tudo e saber que existem MILHÕES pessoas DESEMPREGADAS sem perspectivas por culpa de VAGABUNDOS petralhas e CANALHAS que vivem da CORRUPÇÃO , LADRÕES nojentos que desgraçam a vida de tantos brasileiros !!!' Que morram! Pobre.

Edson Riera disse...

Pobre,

O preocupado povo do Caribe e sul dos EUA aguardam a passagem do Irma. Por aqui, chegou e ficou um furacão sem precedentes.
Estamos lascados.

Zelador

Anônimo disse...

Esta conversa de q somos um belo pais e o escambau já era, o que importa para o ser humano é a sobrevivência digna, avacalharam tudo , somos um pais de 13 milhões de pessoas aflitas, sem esperança , fora os milhões de pobres e ficamos aí ouvindo e vendo todo os dias o JN falando em milhões para uma meia dúzia que mereciam ser fuzilados em praça pública! Que pais é este? Onde estão os verdadeiros homens que lutam por uma vida digna ao nosso povo ? De vereadorzinho até o presidente a maioria simplesmente é de ladrões e vagabundos ! Tamu ferrado meu caro! Triste

Edson Riera disse...

Triste,

Há uns 30 anos entramos numa entre-safra de homens públicos. Olhe ao seu lado. Na sua escola.Nas universidade, no comércio, na indústrias, entre profissionais liberais, entre cidadãos comuns, no judiciário e entre os militares e consiga identificar um só. Já não sentiríamos mais tristes.

Um dia após a declaração da independência.

Zelador