quinta-feira, 3 de agosto de 2017

MATEMÁTICA DEMOCRÁTICA


Como quase sempre acontece, desconsiderando a vontade de quase 90% da população, conforme pesquisas feitas na época, inclusive com manifestações públicas de organizações e entidades, a Câmara Municipal anterior alterou o número de vereadores de 10 para 17.

Na atual legislação, os Vereadores Santi, Jorjão, Chico, Krauss, Zambrana e Mônica, contrariando o poder vigente no município, apresentaram um Projeto de Emenda à Lei Orgânica (76/2017), propondo a redução dos atuais 17 para 10. Conforme era.

Praticamente impossível a sua aprovação. A fiel base aliada, com seus 11 membros, venceria a votação com larga folga.

Mas como o momento político não está para peixe, o pessoal se tocou e um grupo da base aliada (Fabrício, Zé Maria, Zé Pequeno, Kener, Pereira, Renato e Wilson) apresentou uma Emenda Substitutiva, propondo o número de 13 vereadores.

Afinal, nem eles e nem nós.

Algum desinformado poderia pensar: Eles querem 10. Nós queremos 17. Democraticamente, somamos os números propostos e, considerando o momento, dividimos por 2. Dará, logicamente, 13,5. Amistosamente e demonstrando a nossa boa vontade, concordamos em arredondar para baixo, aproveitando, para com o número, homenagear o 13 do PT, que anda distante, por estranhas artimanhas, da Câmara Municipal.

É a vida...

Viver é Perigoso       

Nenhum comentário: