terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

VÃO INDO QUE DEPOIS EU NÃO VOU


Sabe aquela bola que lançam e você sabe que não vai dar para chegar, mas atendendo aquele "vai que dá", você segue em disparada burra levando uma trombada do zagueiro ? 
Foi o que parece ter acontecido na terrinha.
Os vereadores (os mesmos de sempre) sabiam que o momento era inoportuno para um aumento de salário. Crise, eleições e uma zica danada.
Olharam lá para as bandas da Estiva como que pedindo orientação. O técnico, guru e professor, deve ter gritado: 
- Vai que dá !
Foram. 
Por causa de uns R$ 500,00/mês, que poderia ser tirado numa simples viagem a BH, se lascaram. O assunto ainda vai parar na tv e o Ministério Público já foi acionado. Foi uma tentativa de suicídio político coletivo quase bem sucedida.
Inexperiência é que não foi. Todos são veteranos na lida.
Claro, enquanto isso, o foco das fortes chuvas, inundações, lama e zonas coloridas ficaram num segundo ou terceiro plano. 
Vivacidade política.
É a vida...

Viver é Perigoso 
   

Nenhum comentário: