quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

ALGUNS COMENTÁRIOS


Zé, alguns comentários:

1- Ontem, mesmo com a obra sobre a BR o Anhumas transbordou e inundou várias ruas da Medicina. A obra ajudou? Acho que sim, mas não é o suficiente;

2- A cidade vem sofrendo há tempos, e continua, com a falta de de planejamento. Exemplo: sabemos pelo Plano Diretor quais são as áreas permitidas para expansão imobiliária. Baseado nisso liberamos novos loteamentos e construções. O empreendimento faz seu projeto de drenagem. Por exemplo tubulões do 60/80 na drenagem pluvial. Aí ligam isso na rede antiga de 20/30 nas ruas imediatamente abaixo! Problema na certa. Bairro BPS é um dos exemplos disso com os loteamentos no entorno;

3- Está em fase de discussão e aprovação os Planos Municipais de Saneamento(PMSB) dos 6 municípios do nosso consórcio. Itajubá inclusa. Uma das 4 áreas do plano é a drenagem urbana. Quem os tiver aprovados poderá buscar recursos federais ( se existirem nessa crise) para a execução de projetos e obras. Esperemos que a partir daí algum tipo de planejamento seja realizado.

Celem

Blog: Abraço e grato Celem. Tema importante. Não temos esperança que o assunto seja discutido. Temos certeza que surgirão comentários tentando desmerecer o conhecimento.

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

É zelador, a coisa está dando certo, do jeitinho que bastiãozinho planejou. Agora é partir para o abraço.

Edson Riera disse...

Anônimo das 14:30 horas,

Não planejam. Acontece.

Zelador

Anônimo disse...

Zelador, Bastiãozinho tem parte com o diabo, só você não vê. Agora, com a enchente, conforme ele previu, planejou e deu certo, a reeleição já são favas contadas. kkkkkkk

Edson Riera disse...

Anônimo das 23:18 horas,

Ninguém tem parte com o diabo e pacto com o mal. Não houve enchente em Itajubá. Vêm acontecendo inundações localizadas decorrentes de fortes e rápidas pancadas de chuvas agravadas por deficiências crônicas no escoamento.
O poder público tem errado por não preocupar-se e investir em providências. Tem acertado, e é sua obrigação, em tomar providências para limpeza e etc.
Quanto a eleições, embora não exista ainda nenhum outro candidato, o prefeito sempre é forte candidato. Nessa área, não existem favas contadas.

Zelador