quarta-feira, 9 de junho de 2021

JÁ FOMOS BOM NISSO !




O governador Romeu Zema participou, nesta terça-feira (8/6), na Cidade Administrativa, da assinatura do decreto que regulamenta a Lei 23.748/2020 para a exploração da infraestrutura e de serviços das linhas ferroviárias de menor extensão, conectadas às vias férreas de maior alcance, também conhecidas como shortlines.

O Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais (PEF) será divulgado nos próximos dias e promete novo fôlego para o setor no Estado. É que o diagnóstico trará um conjunto de projetos de transporte de cargas e de passageiros por meio das ferrovias que cortam Minas, bem como estratégias para atender às demandas do segmento e da população.

São estimados, inicialmente, investimentos de R$ 26,7 bilhões no curto prazo, mas, no período de dez anos e no melhor dos cenários, esse montante pode chegar a R$ 40,26 bilhões.

Trechos mencionados no Sul de Minas:

Turismo:

Lavras - Três Corações – Varginha

Cargas:

Varginha - Três Corações - Passa Quatro

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

O loko, Pouso Alegre deveria ser a base para o Sul de Minas...acho

Edson Riera disse...

O Loko

Imagino que por Pouso Alegre e Extrema passará um trem bala.

Zelador

Anônimo disse...

O projeto prevê a reativação de trechos em operação precária ou abandonados. Segundo o Estado de Minas (o jornal) "Com a proposta, empresas privadas poderão assumir a gestão de trechos para tentar reativar mais de 1.500km de malha ferroviária desativada ou abandonada no Estado." Como na nossa região foi tudo demolido......PA ficará sem ser base...... só com aquele vagão de passageiros sucateado na entrada da cidade......aqui então......

Anônimo disse...

Verdade!: