sexta-feira, 4 de junho de 2021

DESCENDO DO MURO COM TODO O CUIDADO


Para quem é criticado por falar pouco, ou ficar em cima do muro, essa afirmação do governador Romeu Zema ganha importância. Ao ser perguntado sobre o atraso das reformas, ele disse que o Brasil se acostumou com pautas pequenas.
 
Por quê? 

" Em vez de discutir reformas fica discutindo se urna precisa de impressora. Nós ficamos imprimindo extrato bancário ou confiamos na tela do computador?  As pautas deveriam ser as reformas administrativa, tributária, política, entre outras. Estão discutindo coisa pequena no Congresso. O dia do padeiro, não tenha nada contra o padeiro. Homenagem para não sei quem. Nós precisamos é discutir coisa que leva comida para o prato do brasileiro. Tem gente morrendo de fome”

Romeu Zema

Viver é Perigoso

7 comentários:

Anônimo disse...

Igual a câmara discutir nome de rua, pombinhos, e a almg pontos na carteira,etc.
Já dizia um grande político, : mineiro precisa pensar grande, mas o negócio é pão e circo, e ele vem inaugurar farmácia, pode?

Anônimo disse...

decida do muro importante
outro dia dizia que discussão
e pressão não levam a nada.
como avançar das pesquisas
e chegando 2022 muitos posicionamentos
vão mudar alguns infelizmente não
serão comemorados por nós anti pt

Anônimo disse...

É governador, conta cemig está alta, Copasa idem, telefonia nem pensar...redução de municípios pequenos? Deus me livre não pode.
Apoio para agro negócios, ta devagar, acho q o prefeito tem q cuidar da cidade o governador do estado e com grandeza mesmos, mas....o povo nem tá sabendo votar...ja não liga se o cara presta ou não presta, tá difícil mesmo.

Ah, por favor leve a Leandra pra BH.

Anônimo disse...

ERA SÓ O QUE NOS FALTAVA
ONS (opera o sistema elétrico brasileiro)prevê reservatórios quase vazios e 'perda do controle hidráulico' no segundo semestre

Anônimo disse...

Com pedido de venia do comentarista e principalmente do zelador:tarifas são definidas por agencias reguladoras autônomas. Aneel - energia. Arsae MG água e esgoto. Anatel telefonia. Governos (executivos)não tem nada a ver com isso. Quando a redução dos municípios acho que a discussão é no Congresso. Tem uma PEC a do pacto federativo em tramitação que dá um tempo para os municípios(2026) inviáveis financeira (menos de 5 mil habitantes e menos de 10% de receitas próprias sobre as receitas totais) se unirem aos vizinhos. Abs.
causídico jurássico

Anônimo disse...

É, mas a grandeza de objetivos do governador do governo, sugere os caminhos adequados para seu povo...
Rumo certo,??

Anônimo disse...

Sei não,em Minas, na Cemig e na Copasa
Me parece q quem manda ê o governo de Minas, não,,?
Poderiam ajudar nesta pandemia, 50% dd desconto, por aí