sexta-feira, 16 de abril de 2021

O IMPORTANTE É COMPETIR

 


Faltando 100 dias para os Jogos, já adiados no ano passado por causa da pandemia do coronavírus, ainda restam dúvidas sobre como Tóquio pode realizar um grande evento esportivo e manter voluntários, atletas, autoridades (e o povo japonês) protegidos contra a Covid-19.

A preocupação foi ampliada pela iminência de uma quarta onda no Japão. O país ultrapassou 500 mil casos de coronavírus no sábado (10), e algumas prefeituras estão novamente apertando suas restrições para a Covid-19 com a subida diária das infecções. 

Os espectadores estrangeiros estarão proibidos de assistir à Olimpíada para tentar diminuir o risco de a Covid-19 se espalhar no evento. Porém, mais de 11 mil atletas de mais de 200 países estarão lá.

Até agora o Japão vacinou apenas cerca de 1,1 milhão de seus 126 milhões de habitantes – ou seja, menos de 1% da população. Apenas 0,4% dos japoneses receberam duas doses.

O governo da China se ofereceu para fornecer vacinas para todos os atletas nas Olimpíadas de 2020, mas Tóquio recusou a oferta, dizendo que nenhuma opção chinesa foi autorizada para uso no Japão.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: