terça-feira, 20 de abril de 2021

CURTO E GROSSO


Bons tempos quando o candidato chegava e dizia "sou formado em engenharia em Itajubá" e ponto final. Sem maiores explicações e complementos. Bastava.

Enquanto isso, só hoje:

A CVM - Comissão de Valores imobiliários irá julgar o famoso Eike Batista por prestar informações desencontradas relativas à sua formação acadêmica. Para a CVM os responsáveis pelas empresas devem divulgar informações verdadeiras, completas, consistentes e que não induzam o investidor a erro.

Em Brasília está sendo questionado o curriculo da nova presidente do Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior, Sra. Cláudia Mansani Queda de Toledo.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: