quarta-feira, 7 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

 


                                                                  Cícero Dias

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE !


Sobre o fechamento temporário dos templos neste momento agudo da pandemia:

O cristão é, em seu corpo, o templo e santuário do Espírito Santo, que nunca fecha, está sempre aberto, com aglomeração do fruto deste Espírito (amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio) e cheio de um movimento que abençoa, tanto os de perto como os de longe. Na verdade ai está a verdadeira igreja sobre a terra: a comunidade daqueles que são templo do Espírito Santo de Deus.
Os cuidados por parte de nossos governantes, que neste momento agudo da pandemia, estão exigindo que os templos feitos de tijolos (lugares onde nos reunimos e nos ajuntamos para cultuar) permaneçam temporariamente fechados, são ao meu ver, para justamente preservar o templo do Espírito que é o nosso corpo, e não o contrário. É para que não soframos e nem façamos outros sofrerem desnecessariamente. Onde alguns veem perseguição, eu tenho visto precaução e cuidado.
Repito: neste momento agudo da pandemia, onde há maior possibilidade de contágio desse vírus tão cruel e suas variantes ainda em estudo. Assim que as coisas começarem a melhorar e houver uma queda significativa no número diário de contágios, internações e mortes, a abertura dos templos e o retorno dos cultos presenciais, ainda com todos os cuidados e restrições, se mostrará mais sabia, cuidadosa e prudente.
Não podemos deixar de levar em consideração, que enquanto para alguns, felizmente, o contágio com o vírus acarreta apenas um isolamento domiciliar de duas semanas, sem sintomas ou com sintomas bem leves; para outros, infelizmente, tal contágio se mostra devastador, podendo levar a internação, sequelas temporárias ou permanentes e até morte, ou ainda a terrível dor e sofrimento causados pela perda de familiares e amigos.
Penso que o amor, a alegria, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão e o domínio próprio, que são fruto do Espírito Santo de Deus, que faz de nós seu templo e santuário, nos darão toda capacidade para trilharmos este momento difícil, com os templos de tijolos, apenas eles, temporariamente fechados.
Abraço queridos.
Em Cristo,
Pr. Júnior Lima

Blog: Para os que estão chegando agora, o Pr. Júnior Lima, é pastor da Igreja Presbiteriana de Sorocaba. Casado com a Joana Riera Lima e pai do João e do Mat. Ele é nascido em Itamonte.

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !




TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2021

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DE QUIOSQUES NO PARQUE MUNICIPAL DE ITAJUBÁ E NA VILA OLÍMPICA NO BAIRRO REBOURGEON, PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS – SEMOB

A abertura das propostas será realizada no Município de Itajubá com sede na Avenida Dr. Jerson Dias, nº 500 – Bairro Estiva - Itajubá/MG, no dia 16/04/2021 às 14:00.


Viver é Perigoso

POIS É...


Pouso Alegre foi a primeira cidade entre as mais populosas do Sul de Minas a atingir 100% de imunização na 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos. 
Os dados são do boletim do "Projeto Pefil Epidemiológico e Indicadores de Saúde da Universidade Federal de Alfenas". 
Em toda a região, o índice geral é de 95% de imunização para essa faixa etária.
Os dados da pesquisa são relativos até o fechamento do mês de março. 
Três Pontas também fechou o mês acima da média regional, com 98% de cobertura para essa faixa etária. Poços de Caldas (97%), São Sebastião do Paraíso (95%) e Lavras (95%) também aparecem acima da média.
Conforme a pesquisa, Varginha fechou o mês com 94% de cobertura, Itajubá (92%), Três Corações (84%) e Passos (80%). 
Entre as maiores cidades do Sul de Minas, Alfenas é a única que aparece com baixa taxa de imunização para a faixa etária: 63%.
A pesquisa ainda não aborda a imunização pela 2ª dose. 

G1

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Considerando que os quatro vereadores que assinaram o pedido de CPI são fiéis situacionistas e próximos da atual administração e o mais importante, ligados ao Sr. ex-prefeito, que por sua vez sempre foi parceiro dos dirigentes do Hospital das Clínicas, poderia causar um certo espanto a abertura da CPI -19.

Mas não. Reparem que todo o enfoque é dado para as restrições impostas pelo Lockdown. Tentam levar a crer que as providencias determinadas pelo governo estadual (que bate de frente com as ideias, a respeito, do presidente da República), não provocaram efeitos positivos.

Sei não, mas a preocupação com a formação dessa CPI  é expor a opinião que, por exemplo, a  "Zona Roxa", não evitou, pelo menos aqui em Itajubá, a tragédia.

Considerando o histórico de atuação dos signatários do pedido de CPI e o dos seus gurus, vem a lembrança a frase famosa do D. João VI dirigida ao seu filho Pedro:

"Tome a coroa, antes que algum aventureiro lance mão dela"

Ou seja : Vamos encabeçar isso, antes que a proposta venha de um vereador independente e que consigam estender o inquérito para desde o início da pandemia, analisando o desempenho da administração anterior e questionando providências tomadas e não tomadas, tratamento precoce, gastos, etc . 

Verdade. No futuro, os índices extraordinários de óbitos ocorridos em Itajubá, em comparação com municípios do mesmo porte e próximos, certamente será tese de doutorados.

Em tempo: Países "menos desenvolvidos" providenciam reedições de lockdown, como fez a França esta semana e a discussão interna na Alemanha no dia de hoje. 

Oremos

Viver é Perigoso

    

CARTA QUE NÃO RECEBI


Itajubá, 7 de abril de 2021

Ref: Publicação hoje no Facebook feita pelo Vereador Robson Vaz e presidente da Câmara Municipal de Itajubá

"Acabo de protocolar pedido de CPI para investigar a alta de mortalidade pela covid-19 em Itajubá."

Solicitamos que seja instaurada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar quais motivos levam Itajubá a ter uma altíssima taxa de mortalidade pela covid em um curto espaço de tempo.
O primeiro caso confirmado da doença COVID-19 em Minas Gerais foi no dia 06/03/2020. Do dia 06/03/2020 até 06/03/2021, isso é, em exatamente 01 (ano), foram registrados 139 casos de óbitos por COVID-19 em Itajubá. 
No entanto, do dia 06 de março deste ano ao dia 06 de abril, isso é, no último mês, foram registrados 154 óbitos pela COVID-19 em Itajubá, totalizando 293 óbitos até a noite de ontem (dia 06/04/2021). Porém, só no último mês, foram registrados mais óbitos pela COVID-19 do que em um ano inteiro, mesmo com a Prefeitura intensificando a fiscalização e fazendo sérias restrições comerciais e de trânsito de pessoas, além do toque de recolher e da classificação do município na “Onda Roxa”.
Fica claro que, num prazo certo de 01 (um) mês, tivemos um fato determinado que é uma taxa de mortalidade extremamente alta em nossa cidade, fato esse que fundamenta o nosso pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito e justifica uma atenção especial para apurar este ocorrido e ser de interesse público para nossa cidade.
Considerando que as ferramentas de saúde pública e enfrentamento ao COVID-19 desenvolvidas até o momento não vem atingindo êxito em diminuir o alto índice de casos e de óbitos; considerando que o tratamento precoce não foi devidamente efetivado até o momento; mesmo com a prefeitura intensificando a fiscalização e fazendo sérias restrições comerciais e de trânsito de pessoas; mesmo com Lei 3.407, que obriga o uso de máscaras em todo âmbito municipal; e, ainda com o toque de recolher imposto pela “Onda Roxa”, as mortes não diminuíram.

Assinamos CPI, eu (Robson), Rafael Rodrigues, Chiquinho do Euzébio e Ten Melo

Blog: Comentários sobre a CPI no próximo post, "Ventos de Guerra".

Viver é Perigoso

DOSE CAVALAR !



Hoje a coisa está braba. O Sr. Jair foi até Chapecó onde disparou um monte de besteiras. Mais tarde um pouco esteve na despedida do general diretor de Itaipu e tome despropósitos. O dia deve terminar com um rango na casa de um empresário em São Paulo, quando, se derem chance, vai descarregar mais impropérios.

Três doses por dia ninguém aguenta. Sobrecarga no sistema.

Viver é Perigoso

VOLTA ÀS AULAS


 Viver é Perigoso