segunda-feira, 29 de março de 2021

NOVIDADE NO FRONT



Jair Bolsonaro acaba de oficializar a escolha da deputada Flávia Arruda para a Secretaria de Governo da Presidência.

Advogada, Flávia é casada com o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda e é ligada ao presidente da Câmara, Arthur Lira.

Viver é Perigoso

CARTA QUE RECEBI

 


Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Covid-19: Itajubá confirma mais de 50 mortes em uma semana

Taxa de letalidade no município está em 4,13%. A cada 100 pessoas infectadas pelo vírus, pelo menos quatro vem a óbito.

Itajubá chegou à marca de 250 mortes por Covid-19, de acordo com boletim epidemiológico atualizado pela prefeitura na noite de domingo (28). Em uma semana, o município confirmou mais de 50 vítimas da doença e 666 diagnósticos positivos para o novo coronavírus. 15 óbitos suspeitos também estão sendo investigados.

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS


Viver é Perigoso

 

ESQUINA DO FUTURO


Assustador, mas precisa ser lido.

Já dizia o escritor inglês H. G. Wells: a história da civilização é uma disputa entre a educação e a barbárie. A ideia de que é preciso desvendar mistérios através de métodos científicos é relativamente recente na história da humanidade, mas sem ela não teríamos conseguido os extraordinários avanços dos últimos séculos. Demoramos milhares de anos para aprender que o avanço do conhecimento nos torna melhores. O método científico – que ainda hoje alguns apalermados refutam – é indissociável da ideia de progresso, algo também recente do ponto de vista histórico. Há enorme correlação entre o índice de desenvolvimento humano e o nível de educação dos países.

Ninguém se diz a favor da ignorância, mas as políticas públicas para combatê-la acabam esbarrando na falta de recursos, na incúria da elite e na cristalização de interesses corporativos. Gastamos pouco, gastamos mal e os resultados beiram a calamidade.

O exame Pisa, realizado a cada três anos, teve sua última edição em 2018 e avaliou o desempenho acadêmico de jovens de 15 anos em 79 países. O Brasil ficou em 59.º em leitura, 67.º lugar em ciências e 73.º em matemática.

Tudo sugere que a pandemia teve um impacto devastador sobre um esforço que já rendia poucos frutos. Estudo da Unicef divulgado em janeiro mostra que aumentou a evasão escolar durante a pandemia. Em 2019, o IBGE identificou uma taxa de abandono de 2,2% entre crianças e jovens de 6 a 17 anos. Já em outubro de 2020, o porcentual registrado pela Unicef foi de 3,8%, ou seja, 1,38 milhão de pessoas não frequentavam a escola. A este contingente devem ser acrescentados outros 4,1 milhões que afirmaram estarem matriculados, mas não participaram de nenhuma atividade nas escolas. O abandono escolar atinge mais os alunos pobres, cujo atendimento já era insatisfatório e que não tiveram acesso ao ensino remoto. Uma tragédia dentro de um drama.

Em estudo divulgado em julho de 2020 (Consequências da Violação do Direito à Educação), o Insper estimou que, em 2018, 557 mil jovens com 16 anos não concluíram a educação básica. Isto vai provocar uma perda de renda ao longo de toda a vida laboral de cada um destes jovens de R$ 395 mil, o que significa que o custo total do abandono escolar para esta faixa etária alcança a cifra astronômica de R$ 220 bilhões. Para efeito de comparação, o orçamento do MEC para a Educação Básica em 2020 foi de R$ 42,8 bilhões (aliás, 34% menor que o de 2012).

O problema das consequências é que elas chegam depois, já dizia Marco Maciel.

O que o governo tem a dizer sobre o abandono escolar provocado pela pandemia? Se o sistema educacional brasileiro já vinha mal antes como evitar que fique ainda pior? O Ministério da Educação não tem planos – nem sequer diagnóstico. No meio da tragédia da covid-19, gastou tempo e esforços na busca da regulamentação do ensino domiciliar, uma abjeta excrescência ideológica.

Para um governo que recusa o passado e não reconhece o presente, pensar a longo prazo é um luxo inacessível. Quando a pandemia arrefecer, malgrado o descaso do presidente, voltaremos a frequentar pizzarias, mas os jovens que nos entregam as pizzas hoje não voltarão para as escolas.

Haverá uma geração a quem será privado o conhecimento e, desta forma, o exercício pleno da cidadania. Não se trata apenas de fomentar a ignorância; é a barbárie que está à espreita.

Escreveu Luís Eduardo Assis - Estadão (Foi diretor de política monetária do Banco Central e professor de economia da PUC e FGV ).

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE DOUTOR !



De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura na noite de domingo (28), Itajubá contabiliza 6.046 contaminações pela Covid-19, sendo 250 mortes em decorrência da doença. Os leitos de enfermaria e de UTI para tratamento da doença, conforme a administração municipal, possuem 100% de ocupação.

Para o infectologista Bruno Michel e Silva, que atua no enfrentamento da doença na cidade, a elevação de óbitos e infecções se deve à presença de variantes do coronavírus no município.

O médico destacou que o tratamento precoce que precisa ser feito é o de monitoração do paciente.

“Existe sim uma abordagem precoce que tem a ver com monitoração, com avaliação do paciente, seguimento na fase aguda da doença, isso tudo deve ser feito precocemente. Mas as medicações na fase precoce tem três possibilidade de eventos. 
Algumas claramente pioram a doença, me refiro aos corticoides. 
Outras vão ser neutras ou vão provocar eventos mais graves raramente. 
E existe um efeito difícil de medir que é o da mudança do comportamento pela confiança que a pessoa tem no medicamento. 
Alguns medicamentos a gente sabe que eles não funcionam, mas as pessoas acreditam que eles funcionam e deixam de fazer aquilo que funciona, que é distanciamento social, uso de máscara. Esse tipo de dano é difícil de avaliar”.

Blog : Entenderam ? Onde está situado o benefício das drogas recomendadas pelo Sr. Prefeito ?  

Viver é Perigoso


EM BRASÍLIA...

 

Viver é Perigoso

CLARIN DA BOA VISTA - MANCHETE



CENTRÃO DEMITE DOIS MINISTROS E RESOLVE DAR MAIS UMA CHANCE PARA O PRESIDENTE.

Clarin da Boa Vista

Viver é Perigoso

DERRETENDO

 


Só hoje raparam fora o Ernesto Araújo, das Relações Exteriores (ou seria desentendimentos exteriores) e  Fernando Azevedo e Silva, Ministro da Defesa.

Viver é Perigoso

AQUELE ABRAÇO


 Domingo, 9 de maio de 2021. Dia das Mães

Sou movido a abraços. Conforme programado e se tudo correr bem, volto a eles no Dia da Mães. Segunda dose no dia 27 de abril. Mais período de alguns dias para consolidação do processo e ..."se me abraça apertado, suspira dobrado".

Para os que estão chegando agora, verso da bela música " Beijinho Doce", composição do Nhô Pai - João Alves dos Santos e gravada pela primeira vez em 1945 pelas Irmãs Castro. Maria de Jesus e Lourdes.

Vai ser bom.

Viver é Perigoso

MARQUETEIRO COMPETENTE



Claro que o estilo "marqueteiro 24 horas" incomoda e até desagrada. Mas não tem como não reconhecer a iniciativa e determinação do Governador Dória na produção da Coronavac.

Grato Dória. O pagamento não deverá ser através de voto, mas fico-lhe devendo essa. As fotografias e os olhares de esperança dos idosos tem sido gratificante. 

O Instituto Butantan entrega nesta segunda-feira (29) lote com mais 5 milhões de unidades da Coronavac, vacina contra o novo coronavírus, ao Ministério da Saúde.

O total de doses repassadas no momento chega a 32,8 milhões de doses. A expectativa é de que até o fim de abril sejam entregues 46 milhões de vacinas.

Viver é Perigoso

SINCERAMENTE

 


Sinceramente, também não vamos exagerar. Já ouvi comentários dizendo que o despreparo e destrambelhamento do Bolsonaro andam fazendo as pessoas sentirem saudade do Lula.

Não tem como. Mas confesso: Penso que estaríamos melhor sob um governo Temer.

Aqui na terrinha, começam a serem publicados nas redes sociais postagens sobre a falta que o ex-prefeito Rodrigo Riera estaria fazendo nesse momento difícil.

Primeiro, jamais pensaria nisso. Os dois jovens à frente da Administração Municipal, há séculos, comungam o mesmo estilo do RR. Foram eleitos como candidatos da continuidade, ou melhor, do continuísmo. E o modo pessoal afável que deixam transparecer, não indica, de forma alguma, ações fora da cartilha rodriguista.

Sei não, mas tenho comigo, que o ex-prefeito não recomendaria o "tratamento precoce" á base de drogas não comprovadas e muito menos aceitaria participar da cena do anúncio. 

Só nos resta voltar às esperanças para as vacinas, que tem chegado aos poucos, mas registra-se, aplicadas em operações elogiáveis.

Enfim, impossível a história esquecer o absurdo da tentativa de escanteamento da nossa Santa Casa de Misericórdia feita pela Administração anterior. 

Parece até castigo. Só que com o pagamento feito pelos moradores da nossa microrregião.


Viver é Perigoso